Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

O metrô: Artéria de Nova Iorque

NYC Subway

Foto do usuário do Flickr RomanK Photography. CC BY-NC-ND 2.0.

Depressa, suba, agora ele está vindo
Ouça esses trilhos em cadência, todos a bordo
Suba no trem “A”
Logo você vai estar em Sugar Hill no Harlem

Essa é a letra da famosa canção “Take the A Train,” gravada por Ella Fitzgerald e composta pela lenda do jazz Duke Ellington. Este é apenas um dos muitos exemplos de inspirações despertadas pelo sistema de metrô [en] da Big Apple, o qual se estende por 1353 quilômetros e é uma das mais extensas redes subterrâneas dos Estados Unidos e do mundo.

Amado u odiado, el sistema de metro de Nueva York es más que un medio de transporte, es casi un estilo de vida. Imagen cortesía de Flickr/sakeeb (CC BY 2.0)

Ame-o ou odeie-o, o sistema de metrô de Nova Iorque é mais do que um meio de transporte: é quase um jeito de viver. Imagem cortesia de sakeeb/Flickr/ (CC BY 2.0)

De mitos urbanos como crocodilos nos esgotos até amores perdidos no mar de gente das estações e vagões, o metrô prova ser mais do que um meio de transporte; é quase que um jeito de viver.

Entre os seus 5 milhões de usuários de todos os dias estão executivos de Wall Street, moradores de rua em busca de refúgio durante a noite e aspirantes à artistas, que vão de dançarinos de hip hop até cantores executando música pop mexicana.

A bonança cultural não é apenas evidente nos vagões do trem. Existem cerca de 200 obras de arte permanentes que podem ser encontradas nas paredes e pisos das estações de metrô, todas as quais são patrocinadas pelo programa “Artes para o trânsito” [en] da empresa pública Metropolitan Transportation Authority (MTA). Além de ter outras missões, este programa também protege os músicos de uma variedade de gêneros – desde ópera até música do leste asiático – que se apresentam para milhões de passageiros que correm freneticamente para trocarem de um vagão para outro.

Mas o sistema de metrô de Nova Iorque nem sempre recebe elogios. Embaixo da superfície da cidade há bilhões de ratos que se proliferam ao redor dos trilhos do trem. Recentemente, um sindicato de trânsito da cidade organizou um concurso chamado de o “Rato mais feio”. A competição convidada “straphangers”[standing passangers, passageiros em pé em português] a enviar uma foto do rato ” mais repugnante” que eles poderiam encontrar no caminho deles.

O objetivo desta competição foi de aumentar a consciência das pessoas sobre as condições de trabalho de muitos funcionários do MTA. Eles têm encontrado ratos nas salas deles, escritórios e salas de jantar, tudo localizado no subterrâneo. Embora o concurso tenha ocorrido em 2012, é difícil de manter o controle sobre os vermes, que já até entraram nos vagões do metrô [en] cheios de passageiros.

Os passageiros também estão tomando as próprias medidas quando o assunto é avaliar o serviço de metrô. Nos últimos 15 anos, a Campanha Straphangers de Nova Iorque compilou um “boletim” [en] baseado em uma série de fatores, incluindo pontualidade, limpeza, avarias mecânicas, chances de conseguir um assento e frequência de chamadas. No boletim mais recente, o trem Q conseguiu as melhores pontuações, enquanto o trem C foi avaliado como a pior linha de metrô.

E como de costume, os usuários expressaram as próprias opiniões sobre o serviço de metrô no Twitter:

E então eu estou atrasado para o trabalho, o que me faz perder dinheiro, porque eu sou pago por hora, mas mesmo assim eu tenho que pagar 112 dólares a eles por mês. #MTA

Não estava esperando passar todo o meu sábado em Myrtle – Willoughby esperando o trem G, mas eu acho que o #MTA tem outras coisas em mente.

# mta. Mais uma vez as pessoas do queens gostariam de parabenizar o mta pelo serviço espetacular

Outros, porém, têm elogiado novas iniciativas tecnológicas:

#MTA está experimentando uma nova tecnologia a base de energia solar, e o primeiro está aqui no # Bronx! Ouça sobre isso no @News12BX

Ame-o ou odeie-o, o sistema de metrô de Nova Iorque é indispensável para muitos dos milhões de residentes da cidade. E sempre haverá alguém que queira fortalecer essa relação. Por exemplo, este vídeo mostra um grupo de pessoas que queriam surpreender condutores de trem, que são obrigados a apontar para um quadro listrado em preto-e-branco, como um sinal de que elas estão paradas com segurança no local correto na plataforma do metrô.