Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Os cientistas podem ajudar a preservar o patrimônio cultural latinoamericano?

“Gostaríamos de sugerir que você se vestisse de modo um pouco mais ‘formal’ quando interagir com os clientes”. Por “formal”, querem dizer que você tem que renunciar a sua herança cultural, pois você pertence a um grupo indígena do Equador e seu o olhar é muito “étnico” para os negócios.

Esta é a realidade em muitos países na América Latina, mesmo naqueles que, como o Equador, possuem uma constituição que reconhece que a nação é pluricultural e multiétnica. Esses são países que podem crescer economicamente através de descobertas científicas que utilizam o conhecimento tradicional de grupos indígenas, mas que ainda lutam para que os seus ricos patrimônios indígenas sejam respeitados e aceitos.

No portal Latin American Science [en], Karina Vega-Villa escreve sobre a importância do patrimônio cultural da região ser preservado. Ela pergunta:

Em uma sociedade global que valoriza muito o avanço científico, qual é o papel que os cientistas desempenham no desenvolvimento de um modelo econômico de base tecnológica em países multiculturais como os da América Latina?

E então conclui, entre outras coisas que:

Uma ênfase em programas científicos dirigidos por cientistas, e não por gerentes de negócios, seja necessária. […] O papel dos cientistas de uma ampla gama de campos de pesquisa é essencial e evidente. Os esforços de colaboração e cooperação são fundamentais para empreender esta tarefa épica.