Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Venezuela: rainha da beleza morre do tiro que levou durante os protestos

Génesis Carmona, rainha da beleza venezuelana, mais uma vítima da crise política

Génesis Carmona, uma jovem rainha da beleza e estudante, morreu [es] no dia 19 de fevereiro de um tiro na cabeça, que a jovem recebeu [es] no dia anterior durante os protestos [en] contra o governo.

E assim transportaram a estudante Génesis Carmona, que recebeu um tiro na cabeça durante as manifestações em Valencia.

@pabloaure na Guerra Mendez conversando com a mãe e um familiar de Génesis Carmona, que recebeu um tiro na cabeça.

De acordo com os especialistas que trataram de Génesis na Clínica Dr. Rafael Guerra Méndez, na cidade de Valencia, a Miss Turismo Carabobo 2013 foi atingida pelo projétil na região direita do lobo occipital, onde está o centro visual do cérebro. Especulavam que mesmo que ela conseguisse se recuperar, nunca mais enxergaria.

Genesis Carmona, ferida de bala durante a manifestação em Valência acaba de sair da sala de cirurgia, se encontra agora na UTI.

Um jornal de Caracas publicou uma coleção de tuítes [es] do usuário Héctor Rotunda (@Hecalo), que narram todos os eventos desde o momento em que Génesis Carmona foi baleada, até sua morte. Rotunda e a jovem estavam na mesma parte da manifestação.

Estávamos em frente à estação do metrô Cedeño, ouvimos uma rajada de tiros e nos jogamos todos no chão… 

No Twitter, as reações de angústia e acusação continuaram. O governador do Estado de Carabobo, Francisco Ameliach, tem sido apontado como o principal instigador dos ataques nos protestos de Valencia. Mensagens que o governador enviou pelo Twitter dias atrás estão sendo usadas pelos manifestantes para acusá-lo de incitar a violência [es]. No tuíte a seguir, por exemplo, ele menciona as UBCH [es], Unidades de Batalha Bolívar – Chávez do PSUV (Partido Socialista Unido de Venezuela), o partido governante do país.

UBCH está se preparando para o contra ataque fulminante. Diosdado dará a ordem

Diosdado Cabello é o atual presidente da Assembleia Nacional (Parlamento Venezuelano).

Enquanto isso Francisco Soteldo, membro do parlamento, fez uma declaração [es] aos meios de comunicação pedindo justiça pela morte de Carmona:

Soteldo: “Exigimos justiça pela morte de Génesis Carmona”

Assim, Carmona se tronou a quarta vítima fatal dos protestos [en] na Venezuela.

Tradução editada por Débora Medeiros como parte do projeto Global Voices Lingua