Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Contos de fadas no século XXI

[Todos os links levam para páginas em espanhol]

Na coluna Breviario  do website El MalPensante , o escritor argentino Hernán Casciari  chega à conclusão de que muitos dos contos de fadas que pertencem ao imaginário de crianças de todas as épocas e muitas outras histórias não teriam acontecido se os seus protagonistas tivessem tido acesso à tecnologia actual:

¿Qué pasa con la historia elegida? ¿Funciona la trama como una seda, ahora que los personajes pueden llamarse desde cualquier sitio, ahora que tienen la opción de chatear, generar videoconferencias y enviarse mensajes de texto? ¿Verdad que no funciona un carajo?

[…]

Con un teléfono en las manos, por ejemplo, Penélope ya no espera con incertidumbre a que el guerrero Ulises regrese del combate.

Con un móvil en la canasta, Caperucita alerta a la abuela a tiempo y la llegada del leñador no es necesaria.

O que acontece à história escolhida? O enredo desenvolve-se de forma pacífica, agora que as personagens podem falar ao telefone a partir de qualquer lugar, agora que têm a opção de falar num chat, de comunicar em videoconferência e enviar SMS? Assim não resulta, pois não?

[…]

Por exemplo, Penélope, com um telefone na mão, já não espera cheia de incertezas que Ulisses regresse da guerra.

Com um telemóvel no cestinho, Capuchinho Vermelho avisa a avozinha a tempo e a chegada do caçador deixa de ser necessária.

E conclui, dizendo que “as nossas histórias estão a perder o brilho porque nos convertemos em heróis preguiçosos”.