Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

FOTOS: Humanos da Etiópia

Todas as ligações apontam para páginas em inglês.

Inspirada pelo projecto Humans of New York (HONY), de Brandon Stanton, Nina Steinberg criou a página de Facebook Humans of Ethiopia, que permite um olhar sobre as vidas das pessoas na Etiópia.

Na descrição pode ler-se:

As I explore Ethiopia this summer I have decided to create a space where I can share my glimpses into the lives of strangers, new friends, and the fascinating way of life I am coming to understand here. Inspired by Brandon's Humans of New York.

Ao explorar a Etiópia este Verão, decidi criar um espaço para partilhar os meus olhares sobre as vidas de estranhos, novos amigos e o fascinante modo de vida que começo a compreender por aqui. Inspirado pelo “Humans of New York” do Brandon.

Vejamos algumas das fotografias publicadas na página “Humanos da Etiópia”.

Tecelagem. Foto por

A tecelagem manual é uma tradição centenária na Etiópia. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

Camuflagem

Soldados etíopes caminham por uma rua deserta. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

Mulheres etíopes carregam madeira às costas. Foto por

Mulheres etíopes carregam madeira às costas para ganhar o seu sustento. A carga atinge os 30 kgs e as distâncias que percorrem podem ser de mais ou menos 29 km. Algumas destas mulheres podem mesmo pesar menos do que a carga que transportam. O seu rendimento médio diário é menos de dois dólares norte-americanos. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

Pronta para a cerimónia do café. Foto por

Uma cerimónia de café etíope é uma bela e ritualizada forma de beber café. Os grãos verdes de café são tostados numa panela que depois é passada em torno da sala para que todos sintam o aroma do café. Os grãos são em seguida triturados num almofariz e o café moído é fervido num bule de barro chamado Jebena (à esquerda na foto). Por fim, o café é deitado em pequenas chávenas de porcelana num tabuleiro e servido a todos – três vezes. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

Apanhei-os a abanar khat em frente à cabra e ri-me com a ideia de uma cabra ficar drogada. Mas quando me aproximei para tirar uma foto, o pai não sorriu enquanto não esclareceu que só estava a alimentar a cabra com khat... e não com a sua querida menina. Foto por

Apanhei-os a abanar khat em frente à cabra e ri-me com a ideia de uma cabra ficar drogada. Mas quando me aproximei para tirar uma foto, o pai não sorriu enquanto não esclareceu que só estava a alimentar a cabra com khat… e não com a sua querida menina. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

Coma no facefood. Foto por

Coma no facefood. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.

“As mentes mais puras e pensativas são as que mais amam a cor.” - John Ruskin,
“As mentes mais puras e pensativas são as que mais amam a cor.” – John Ruskin, “As Pedras de Veneza”. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.
"

A estilista etíope Salam Nigussie exibe o seu produto: “Fui eu que desenhei e fiz o que trago vestido.” – Salam Nigussie. Foto por “Humans of Ethiopia”, usada com permissão.