Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Afinal existe amor em SP: mapa recria geografia do afeto no Brasil

Contrariando o tom do grande hit Não existe em amor em SP do rapper brasileiro Criolo, pela primeira vez surge um mapa do amor em São Paulo. A iniciativa, lançada a 10 de janeiro de 2014, reuniu em poucas horas diversos registros de beijo, paquera, início de namoro, pedidos de noivado e casamentos. A chamada à participação foi publicada pelo Catraca Livre, uma revista online criada “para ajudar as cidades a serem mais educadas, acolhedoras e criativas”:

Pela primeira vez, o amor entre as pessoas redesenha o mapa de uma cidade, criando a geografia do afeto.

A experiência está sendo realizada na cidade de São Paulo que, em 25 de janeiro próximo, completa 460 anos. O projeto será expandido para outras cidades.

É simples participar. Basta entrar no Mapa do Amor, escolher o ícone que melhor representa a história (primeiro beijo, casamento, namoro) e localizá-lo no mapa.

Pode-se compartilhar a história, acompanhada de uma foto.

O projeto é uma parceria da Imagem, empresa especializada em informações geográficas, e o Catraca Livre, com o apoio do Fleury Medicina e Saúde. 

Veja o vídeo da música de Criolo com apelos espalhados pela cidade de São Paulo em graffiti que pedem “Mais amor por favor”: