Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Rap tunisiano torna-se hino da juventude

No dia 14 de setembro, os artistas tunisianos Hamzaoui Med Amine [en] e Kafon [en] lançaram Houmani, sua mais nova canção. Com mais de 3 milhões de visualizações no Youtube, a música se tornou uma espécie de hino para os jovens da Tunísia.

O clipe, cuja produção custou apenas 250 dinares (cerca de 300 reais), retrata a vida cotidiana dos moradores de um bairro desfavorecido.

No dialeto tunisiano, o adjetivo Houmani deriva do nome Houma, que pode ser traduzido como ‘Bairro da Classe Trabalhadora’.

Ahd Kadhem do Iraque explica [ar] o termo Houmani:

حوماني: يعني يسكن بمنطقة شعبية والمنطقة الشعبية في تونس يسموها حومة . . . والرآب يتكلم على المناطق الشعبية إلي تجمع الطبقة الفقيرة من الشعب إلي نادر ما يذكرهم مسؤول أو شخصية مشهورة

Houmani se refere a pessoas que vivem em bairros populares. Na Tunísia, a região onde vive a classe popular é chamada de Houma… E o rap fala sobre esses bairros habitados pelos mais pobres, dos quais as grandes personalidades dificilmente falam a respeito

An Alien listening to Houmani. Carticature by

Um alienígena ouvindo Houmani. Caricatura de ZOOart

Na canção, Hamzaoui e Kafon descrevem como é a vida de um jovem que vive nos bairros populares da  Tunísia. A letra da canção diz:

Estamos vivendo como em uma lata de lixo… A vida aqui é sufocante

O bloqueiro Mehdi Lamloum explica [fr] como Houmani fez tanto sucesso:

7oumani, une chanson simple, avec un titre étrange et un clip produit a peu de frais a créé des débats énormes ces dernières semaines…Et c’est ce qui est intéressant dans cette oeuvre. Elle est entrée rapidement dans la culture populaire en générant des conversations et débats sur plusieurs sujets…La question des quartiers populaires vs quartiers riches, même si elle n’est pas directement abordées dans la chanson, y est très présente. Une question a émergé a ce propos sur … qui a le droit d'écouter 7oumani? Est-ce que les habitants des “quartiers riches”… ont le droit de s’identifier au quotidien que relate 7oumani?

Houmani, uma música simples, com um título estranho e um clipe barato, tem dado o que falar nas últimas semanas. A canção foi rapidamente incorporada à cultura popular gerando muitas discussões e debates… A questão dos bairros populares versus bairros ricos, apesar de não ser o tema principal, está sempre presente na canção. A questão levantada pela música é: quem tem o direito de ouvir Houmani? Será que os moradores dos ‘bairros ricos’ teriam o direito de se identificar com vida cotidiana retratada em Houmani?

Ele diz mais:

Ceux qui critique la chanson sur un point de vue musical ont parfaitement raison…
Mais ils devraient voir ce qu’il y a au-delà du morceau lui-même : une oeuvre qui a réussi a transcrire une partie de ce que ressentent les tunisiens, qu’ils viennent des quartiers populaires ou pas, qu’ils vivent le quotidien décrit ou pas…

Aqueles que criticam a música pela perspectiva musical estão com toda a razão. Mas é preciso ver além dos meros detalhes: essa canção foi capaz de transcrever o que sentem os habitantes da Tunísia, sejam eles de bairros pobres ou não, vivam eles da forma descrita ou não…