Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Ondas e ventos de sacolas plásticas atingem a Península de Paraguaná, Venezuela

O website Prodavinci publicou uma galeria de fotos que exibem moradores da Península de Paraguaná, na Venezuela, com sacolas plásticas em suas cabeças. O ensaio fotográfico de Silvia Castro tem a intenção de sensibilizar as atenções para o impacto que os resíduos e as sacolas plásticas têm provocado na península.

Prodavinci explica [es]:

Por conta de sua localização geográfica, a Península de Paraguaná torna-se um grande coletor dos resíduos que são empurrados pela costa venezuelana. Além disso, a área se caracteriza por ventos muito velozes que podem alcançar 35 quilômetros por hora. Esses ventos carregam sacolas plásticas e resíduos leves, que ficam presos em cardones e cujíes [plantas nativas]. Os resíduos aprisionam todo a enseada e tomam conta do território, formando uma paisagem desoladora.