Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Arábia Saudita prende um escritor por defender as mulheres motoristas

Tariq Al Mubarak - a Saudi writer in jail for supporting women in his country to drive. Photo credit: Eman Al Najfan @Saudiwoman

Tariq Al Mubarak – preso um escritor saudita por defender as mulheres que dirigem em seu país. Créditos da fotografia: Eman Al Najfan @Saudiwoman

[Todos os links conduzem a sites em inglês, exceto quando indicado o contrário]

Tariq Al Mubarak, jornalista e professor de ensino médio saudita, foi preso [pt] — por apoiar uma campanha para permitir que as mulheres dirijam naquela monarquia absoluta.

As ativistas programaram o 26 de outubro para desafiarem a proibição de dirigir imposta às mulheres e encorajá-las a tomarem o volante.

De acordo com as informações, os postos policiais da Arábia Saudita se organizaram nas ruas para garantir que todos os motoristas fossem homens. Durante muito tempo, a proibição das mulheres dirigirem foi atribuída aos costumes sociais e tradicionais do país. Depois deste dia, mais a prisão das mulheres que pretenderam dirigir, a influência do governo tornou-se mais evidente neste caso.

A organização Repórteres sem Fronteiras exigiu a liberdade imediata e incondicional para Al Mubarak. Ele está preso no Departamento de Investigação Criminal desde o dia 27 de outubro, por supostamente escrever artigos criticando a proibição saudita para as mulheres motoristas.

No Twitter, a hashtag #أطلقوا_طارق_المبارك [ar], que traduzindo é “Libertação para Tariq Al Mubarak”, tem recebido apoio.

A blogger saudita Tamador Al Yami pede aos leitores que assinem a petição para a libertação do escritor:

Um jornalista e professor foi detido por apoiar #women2drive https://t.co/JwG5XtQspI #LiberdadeTariqAlmubarak #أطلقوا_طارق_المبارك

Ela acrescenta [ar]:

Ele não violou nenhuma lei. Ele não protestou na frente do Palácio do Governo nem pediu favores pessoais. Ele só expressou sua opinião sobre uma questão social. É possível compreender o que está acontecendo?

Ebtisam diz [ar]:

Liberdade para Tariq Al Mubarak porque ele reivindicou nossos direitos e foi preso por isto. É a nossa vez de exigir por ele.

Dr Waleed AlMajed escreve [ar]:

Liberdade para Tariq Al Mubarak, que foi preso por uma questão que o governo disse ser social e não política.

E Madeha Al Ajroush pergunta:

Prender Tariq significa que alguém não pode fazer parte de um pensamento progressista? #أطلقوا_طارق_المبارك #LiberdadeTariqAlMubarak

Abo 3asam conclui [ar]:

As prisões deste país são como pulmões: elas retêm o oxigênio limpo e liberam o gás carbônico prejudicial.

Conforme notícias da RSF sobre o índice de liberdade, a Arábia Saudita está na 163º posição entre 179 países.