Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Arte de rua eleva a autoestima das mulheres brasileiras

Projeto Beleza Real

Projeto Beleza Real

Quem anda pelas ruas da Zona Sul da cidade de São Paulo já deve ter se deparado com grafites de corpos de mulheres nada convencionais para o padrão de beleza, principalmente o da sociedade brasileira. São obras da artista plástica Negahamburguer, como é mais conhecida Evelyn Queiroz, 24.

"Aceite seu corpo"

“Aceite seu corpo!”

Há quatro anos, ela deu início ao projeto Beleza Real, uma série de intervenções urbanas baseadas em depoimentos, comentários e agradecimentos que ela tem recebido de leitoras no blog dela, o Negahamburguer.

Nos grafites, Negahamburguer espalha mensagens de amor para mulheres que vivem em conflito consigo mesmas por terem corpos volumosos ou “retos” e acabam lidando com a insegurança e a rejeição.

Moradora da famosa Embu das Artes, cidade de artistas e artesãos brasileiros, NegaHamburguer falou ao Global Voices por e-mail:

Na verdade comecei a receber os relatos em meio a elogios do trabalho. [Elas] me escrevem falando da identificação e do porque se sentiam parte [disso] e assim junto com histórias reais. Tenho ações como grafite, sticker [adesivos] e lambe [colar cartazes]. Tem poucos ainda porque eu trabalhava e não dava tempo. Agora estou começando a me programar para fazer mais por semana. Estão praticamente todos na Zona Sul de São Paulo. A ideia era ter esse material além do virtual, para que ele pudesse ser mais propagado e chegar a mais pessoas. O livro será todo em aquarela.

Confira abaixo alguns grafites de Negahamburguer inspirados por relatos de leitoras do blog dela:

Eu peso 120kg e vivo numa luta diária comigo mesma, eu me odeio. eu tento de todas as formas aceitar o meu corpo… mas é muito difícil. e em casa é uma pressão muito grande por parte da minha familia para que eu emagreça, na escola, com os amigos… a pressão está comigo 24h, aonde quer que eu vá (…) Eu vim pra casa, chorei e quase tentei me matar (mais uma vez…)
E todos os dias, todos os dias eu lembro disso… essa frase não sai da minha cabeça “eu nao sinto tesão por você”, isso está me matando, sabe? (…) Bom, esse é o meu relato… é também um desabafo. eu tinha que contar isso pra alguém. ): Obrigada por existir, nega. seu trabalho aos poucos está me levando ao caminho da aceitação… de verdade. obrigada..

"Ser linda assim é um tesão"

“Ser linda assim é um tesão”

(…) Estou namorando há oito meses e me sinto muito bem, mas no começo do namoro fiquei muito incomodada com uma garota que mora na mesma casa que meu namorado (Casa do Estudante Universitário).
Ela disse que era muito bonito ele “me assumir”, tipo namorar uma garota gorda é um favor, uma ‘boa ação’, a forma como ela se colocou (com seus padrões estéticos bem definidos) foi que ela nunca imaginaria que um homem como meu namorado preferisse a mim do que a ela, se referindo a forma física mesmo (…) Só tenho convicção de uma coisa EU NÃO PRECISO SER MAGRA PARA SER FELIZ.

"A coisa mais gostosa é sentir amor ao se olhar no espelho"

“A coisa mais gostosa é sentir amor ao se olhar no espelho”

Há coisas muito engraçadas nessa sociedade, sabe?
Desde sempre fui gorda e, assim como eu, minha irmã. Todos pegavam em nosso pé, diziam que éramos lindas, mas que se emagrecêssemos “arrumaríamos” qualquer homem que a gente desejasse. Daí, aprendi a ver milhares de defeitos em mim mesma (…) Ninguém me amou verdadeiramente até eu me aceitar e me amar, até meu amor próprio virar incondicional e eu já não precisar de amor alheio para me sentir completa. Hoje tenho uma pessoa linda e maravilhosa ao meu lado que me respeita, me enche de amor e que ama meu corpinho no formato “ampulheta”. KKK. E a sociedade nunca estará satisfeita, visse?

"Meu tamanho é lindo!"

“Meu tamanho é lindo!”

Da ideia do blog, da página no Facebook até os grafites na rua, estava faltando um livro, o qual será lançado em breve e será financiado através do site de vaquinha online, o catarse. O projeto já recebeu mais do que o estabelecido em orçamento, 20 mil reais (cerca de 9.130 dólares americanos), e ainda tem mais 30 dias para continuar recebendo contribuições.

Todas as imagens de grafites de Negahamburguer foram publicadas com autorização.