Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Plataforma propõe monitoramento colaborativo de campanha eleitoral em Portugal

Na semana que antecede as eleições autárquicas em Portugal, a plataforma Campanha Limpa convida todos os cidadãos para que ajudem a monitorar as despesas eleitorais, enviando fotografias de materiais de campanha como cartazes, faixas, outdoors, brindes e comidas, comícios e arruadas.

Uma iniciativa da Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC), a plataforma oferece uma mapa e instruções para participantes interessados, assim como documentos de legislação e estatísticas em tempo real:

Os croquetes do Partido Nacional Renovador (PNR), de extrema-direita, foram o brinde mais votado (em 24 de setembro de 2013). "As melhores fotografias vão ser destacadas e servirão para ilustrar o folclore (a)típico das campanhas à portuguesa."

Os croquetes do Partido Nacional Renovador (PNR), de extrema-direita, foram o brinde mais votado (em 24 de setembro de 2013). “As melhores fotografias vão ser destacadas e servirão para ilustrar o folclore (a)típico das campanhas à portuguesa.”

os dados recolhidos sobre o número e o custo dos cartazes espalhados pelo país [são conferidos] e [comparados] com os orçamentos de campanha entregues pelos candidatos.

Cidadãos podem submeter relatos via telemóvel com um app Android.

A campanha eleitoral teve início em 17 de setembro e segue até amanhã, sexta-feira, 27 de setembro. A votação vai ocorrer em 29 de setembro. Cerca de 1.500 candidatos (e alguns são mais excêntricos [en] que outros) estão na disputa por 308 municípios.