Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Jovens egípcios que “morrem por nenhum motivo”

A blogueira egípcia Zeinobia apresenta [en] fotografias e um vídeo de Eissa Essam, um jovem artista revolucionário de 18 anos. Essam foi morto em 26 de julho durante confrontos [en] com apoiadores do Irmandade Muçulmana, que acampavam em sit-in no bairro de Rabaa Al Adawiya, na cidade de Nasr. Zeinobia conta que Essam era o filho liberal de um membro da Irmandade, que estava com o restante da família no sit-in quando os confrontos ocorreram. Ela escreveu:

Não sei quem realmente matou Eissa Essam, mas sei que ele levou um tiro nas costas. Os amigos anti-Irmandande dele dizem que ele foi morto pela Irmandade Muçulmana, enquanto sua família pró-Irmandade afirma que ele foi morto pela polícia e por matadores. Tudo o que sei é que ele foi morto e que seus direitos se foram para sempre, assim como aqueles dos jovens que morreram por nenhum motivo nos últimos três anos. Ele será um outro graffiti, outro nome usado na luta.