Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Final da Copa das Confederações: Festa no Maracanã, guerra na rua

19:50

Dentro do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o Brasil segue vencendo a Espanha. Do lado de fora, manifestantes e polícia se enfrentam. Apenas a mídia cidadã fornece notícias do que está acontecendo neste momento. A Mídia Ninja está fazendo a cobertura com vídeo ao vivo disponível na internet desde as primeiras horas da tarde até agora, enquanto este post está sendo escrito.

Os manifestantes protestam contra o uso abusivo de recursos públicos na infraestrutura da Copa do Mundo de 2014 e também contra as reformas urbanas excludentes e marginalizantes em curso no Rio de Janeiro e em todo o Brasil.

Brasileiros que não puderam comprar o ingresso para assistir a final da Copa das Confederações, entre Brasil e Espanha estão, neste instante, em frente à TV, torcendo pela vitória da seleção. As câmeras da grande imprensa, que nos últimos dias filmaram as manifestações por todo o país, estão com foco em Neymar e Fred.

Protestos NINJA

Cobertura das manifestações em torno do estádio do Maracanã. Crédito da Imagem e Vídeo: Mídia Ninja.

No Facebook, a hashtag #protestoRJ está repleta de fotos, vídeos e mensagens sobre o protesto em curso nos arredores do estádio. O mesmo acontece com o storify conduzido pela Agência Pública.

 

21:15

O Brasil é campeão da Copa das Confederações. Torcedores comemoram a vitória, enquanto manifestantes enfrentam a polícia do lado de fora do estádio. As timelines das redes sociais estão dividas. Os comentários revelam a perplexidade de pessoas que viram as ruas cheias de protestos e agora cheias de celebrações pela vitória da seleção. Um deles parece resumir a sensação pós jogo:

Tássia Belladona: “Absurdo copa no Brasil, a gente tem outras preocupações…tem que investir em saude educacGOOOOOOOL NEYMARRR PORRAAAA CHUUUUUPAA ESPANHA!”

Voltando aos manifestantes, pelo Twitter, através da hashtag #protestorj, eles pedem que os moradores do bairro onde o Macaranã está localizado liberem o acesso wifi para poderem informar como está a situação no local. Isto é importante, porque alguns comentários indicam que a repressão policial aos manifestantes é enorme:

Nerd Socialista: “Resumo de algumas informações que surgiram até agora do lado de fora do Maracanã::: Polícia invadiu prédios residenciais onde manifestantes se abrigaram, caçando os manifestantes pelas ruas da Tijuca; ao menos um PM disparou arma de fogo; bombeiros se recusaram a usar jato d'água contra os manifestantes; comissão de direitos humanos da OAB bombardeada junto; gente intoxicada por conta do gás lacrimogênio com teor dobrado, gás entrando dentro das casas; entre outras coisas!!!.

A Copa das Confederações termina hoje, domingo, deixando uma interrogação como os protestos irão seguir pelo país.