Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Conhecido esquerdista chinês defende Internet militarizada

Um proeminente nacionalista chinês pediu à China um controle mais rígido da Internet do país, através da criação de um exército online de civis para monitorar a Web.

Zhang Hongliang (張宏良), um líder maoísta, publicou [zh] um elaborado plano de ação em seu blog, no dia 17 de maio de 2013, logo depois da política das “Sete Palavras Proibidas” [en], a revelação de uma lista de sete palavras proibidas em discussões nas escolas e na rede online da China. O post já foi deletado.

Na China, políticos liberais têm promovido a Internet como uma plataforma para a deliberação pública e a negociação política desde o marcante incidente [en] com Sun Zhigang [en] em 2003. Este caso assistiu a abolição da custódia e da repatriação [en] na China, que permitiu à polícia prender pessoas sem licença adequada e enviá-las para locais onde poderiam viver e trabalhar legalmente, após a morte de um estudante universitário de 27 anos, Sun Zhigang, dentro de um centro oficial de detenção, que repercutiu em enorme indignação online.

The Great Firewall of China. Image from Digital Trends.

O grande dispositivo de segurança da China. Imagem do Digital Trends.

Até nacionalistas extremos têm feito uso da Internet para mobilização política, como o protesto anti-japoneses realizado em setembro de 2012 [en].

Mas, nas últimas semanas, o governo adotou uma nova campanha de censura [en] que tem removido as contas de vários políticos liberais do popular site de microblogs Sina Weibo.

Abaixo estão os quatro principais argumentos de Zhang feitos em seu artigo de 10.000 palavras [zh]:

第一,新浪等各大门户网站为外资企业,有美国等西方国家垄断资本控制,在客观上与中国形成利益对立。

Em primeiro lugar, Sina e outros grandes portais online são registrados como corporações estrangeiras e controlados pelo capital concentrado nas mãos dos Estados Unidos e outros países ocidentais. Portanto, seus interesses estão em oposição à China.

第二,各大门户网站的把关编辑和关键岗位人员,都是南方报系这个当今传媒界“黄埔军校”培养出来的,是中国历史上规模最大的“网络伪军”。这是当今国内外反共反华势力最为自豪和自信的地方。

Em segundo lugar, grande parte dos editores ou operadores de conteúdo dos maiores portais são provenientes do Nanfang Media Group [en], similar a uma “academia militar” para mídia online. Ambos representam forças anti-comunistas e anti-chinesas, domésticas e estrangeiras, muito altivas em sua base.

第三,[…]中国网管部门长期被推行西方政治制度和西方普世价值的领导人所控制,采取强制政策把反左和反对“文革余孽”作为主要任务,打着反左和反对“文革余孽”的旗号,妖魔化人民革命,妖魔化人民领袖,妖魔化社会主义,妖魔化民族文化和民族精神,支持汉奸文化,纵容反共反华势力、打压左翼爱国力量。

Em terceiro lugar, autoridades da Internet na China estão sob o controle destes que defendem os sistemas políticos ocidentais e os valores universais. A missão deles é aplicar medidas duras contra aqueles que acreditam na esquerda e na Revolução Cultural, demonizando a revolução do povo, os líderes do povo, o socialismo, a cultura e o espírito nacionais, por meio do apoio a culturas traidoras, que estimulam forças anti-comunistas e anti-chinesas, bem como a repressão de forças patriotas de esquerda.

第四,“中美国”已从经济领域延伸到网络领域,形成了美国网军司令部统一操控中美两国网络舆论的危险状况。“中美国”是美国哈佛大学教授弗格森对“中国生产,美国消费”这种新型经济共同体的称谓,我们把它称之为“殖民经济循环圈”。“中美国”是新自由主义经济改革造成的,后来美国又试图通过中国政治体制改革,把“中美国”由经济领域推向政治领域,实现“中美共治”的新型政治共同体。目前在网络领域,由美国主导的“中美共治”已经形成。除了上述三个方面之外,形成“中美共治”的最主要力量,就是由“黑头发黑眼睛外国人”组成的庞大水军。

Em quarto lugar, a “Chimerica” [en] tem sido ampliada do domínio econômico para a Internet. A opinião online procedente nos Estados Unidos está agora manipulando tanto a opinião chinesa quanto a norte-americana na Internet. “Chimerica” é uma noção conceitualizada pelo professor Niall Ferguson, de Harvard, para descrever a nova economia do “produzir na China e consumir nos Estados Unidos”. No entanto, chamamos este tipo de relação como “ciclo econômico colonial”. “Chimerica” é resultado da reforma econômica neoliberal, e ultimamente os Estados Unidos tentaram ampliar este tipo de relação do campo econômico para o domínio político, ao criar uma política baseada na “co-governança da China e dos Estados Unidos”. Agora, no domínio da Internet, a “co-governança da China e dos Estados Unidos” conduzida pelos Estados Unidos já foi formada. A maior força motriz é o amplo número de opinião marinha online [que significa líderes de opinião pagas] formada por “estrangeiros que têm cabelos e olhos escuros”.

Baseado em sua análise acima, Zhang apresentou a seguinte proposta:

第一,对各大门户网站实行本土化管理,或者国有化,或者中国化,收回网站控制权。此前我们多次指出,信息时代,网站是特殊企业,关乎国家安全和国防安全,绝不能像一般企业那样由外资控制或与外资合作经营。目前各大门户网站都在海外上市,可以采取获得控股权或控制权的办法,把各大门户网站变成中国控制的企业。获得控股权是指通过企业外部的股权并购来控制企业;获得控制权是指通过企业内部建立党团组织、工会组织以及员工持股会等,控制企业政治方向。总之,一定要像重视军队那样重视门户网站,把所有权牢牢控制在中国手中。军队不能由外资控制或者与外资合作经营,网站同样不能由外资控制或与外资合资经营。

Em primeiro lugar, grandes portais online precisam ser governados por uma política interna. Ou podemos reconquistar o controle pela nacionalização. Temos assinalado em várias ocasiões do passado que, na era da informação, a Internet é um instrumento de negócios muito distinto, que afeta nossa segurança nacional e militar. Ele não deve ser controlado pelo capital estrangeiro ou ser dirigido pelo modelo de cooperação de capital estrangeiro. Agora, grandes portais online estão listados no mercado de ações estrangeiro. Nós podemos recuperar a participação da China através da fusão e aquisição. Para recuperar o controle da China sobre os portais, temos que estabelecer segmentos do partido, do sindicato, e de organizações dos trabalhadores dentro das corporações. Temos que administrar os portais como nosso exército. O exército não deve cair nas mãos do capital estrangeiro ou ser administrado sob o modelo estrangeiro de cooperação de capital. O mesmo deve ser aplicado à Internet.

第二,调整网管队伍,保证网络管理权掌握在马克思主义者和爱国主义官员手中。[…] 此前中国网络舆论导向的问题,实际上是管理部门的问题,是管理部门推行西方普世价值的管理导向决定的,只要网络管理部门能够坚持十八大精神和习近平总书记系列讲话,中国网络就一定能够成为社会主义和爱国主义的舆论阵地。

Em segundo lugar, reorganizar a equipe administrativa da Internet e ter a certeza de que a tarefa de regulamentação da Internet deve estar nas mãos daqueles oficiais que acreditam no marxismo e no patriotismo. […] O problema com a opinião pública online chinesa é causado pelas autoridades da Internet, cujas decisões estão baseadas nos valores universais ocidentais. Quando as autoridades administrativas da Internet insistirem e agirem de acordo com as palavras do secretário Xi Jinping e com o espirito do Décimo Oitavo Congresso do Partido Comunista Chinês, a Internet chinesa irá gerar uma opinião pública de acordo com o socialismo e o patriotismo.

第三,发挥中国共产党领导和人民群众监督相结合的政治优势,向各大门户网站派驻工作组和群众监督委员会,形成自上而下和自下而上的双重监督机制,保证网站的爱国主义方向和国家的政治安全、国防安全。

Em terceiro lugar, a vantagem do manifesto político combina com a liderança do Partido Comunista no monitoramento em massa, através da criação de equipes de trabalho e comitês de monitoramento de pessoas em portais. Assim, o monitoramento é feito tanto no topo quanto na base. Isto garante que todos os portais estejam alinhados com o patriotismo e servindo aos interesses nacionais, políticos e à segurança militar.

第四,组建军民相结合的现代网军,形成网络社会的现代国防。网络时代是大众民主的时代,大众民主取代精英民主,是21世纪人类社会发展的根本潮流。[…] 而中国以往的全民皆兵时代和大众民主运动,是我们组建现代网军的天然优势,是新时代群众路线的主要内容,与此相联系的大众政治文明,也是中华民族崛起的历史依据。只要我们真正坚持群众路线,网军时代就是中华民族复兴的时代。

Em quarto lugar, desenvolver um moderno exército online ao congregar a força militar e as pessoas para formar um sistema defensivo moderno de sociedade em rede. A era da Internet é uma era de democracia de massas e uma democracia de massas deve substituir a democracia de elite. Esta é a tendência de desenvolvimento da sociedade humana do século 21. […] Na China, a história de todo soldado e movimento democrático de massa tem nos dado a vantagem de desenvolver um moderno exército online, que é a matéria da participação massiva na nova era, por meio de uma civilização de política de massas. Esta é a trajetória histórica do surgimento da nação Chinesa. Se mantivermos o princípio de massas, a era do exército online é a era do renascimento da nação chinesa. [Nota: o renascimento da nação chinesa é o slogan ou um “sonho chinês” do presidente Xi Jinping.]

第五,借鉴去年美国和俄罗斯分别制订《爱国法案》和《叛国罪法》的经验,尽快制订与《反分裂法》相适应的《反汉奸法》,恢复宪法中“惩办卖国贼”的相关条款,把党要管网、群众管网与依法治网结合起来,建立保护爱国主义的法治基础。

Em quinto lugar, emprestada a experiência dos Estados Unidos e da Rússia com a legislação do “Ato Patriótico” e a “Lei da Traição” [en], devemos legislar uma “lei de traição anti-chinesa” que esteja de acordo com o mesmo espirito da “lei anti-separação”. Devemos restaurar a cláusula que considera a “punição de traidores” em nossa Constituição e colocar a base legal patriótica para o partido, a população e a governança legal da Internet.

A política do governo central em relação à administração pública da Internet está sob o chamado “dilema do ditador” [en]. Por um lado, uma Internet aberta é a fundação essencial de uma sociedade da informação e de um governo central que tem estabelecido sua legitimidade respondendo ativamente à opinião pública online.

Por outro lado, cidadãos têm feito uso da Internet para construir um consenso em torno de uma reforma política liberal e, ao fazê-lo, eles têm colocado em risco o poder do regime de partido único.

Este artigo foi traduzido por Murilo do Val Soares.
Tradução editada por Débora Medeiros como parte do projeto Global Voices Lingua