Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Venezuela: Faleceu Hugo Chávez

Na tarde de hoje (5 de março), o vice-presidente Nicolás Maduro informou o falecimento do presidente da Venezuela, Hugo Chávez Frías.

O presidente Chávez sofria de câncer desde 2010 e foi submetido a diversos tratamentos na ilha de Cuba em ao menos 4 oportunidades. Depois de ganhar as eleições de 7 de outubro de 2012, que asseguraria um mandato de 2013 até 2019, Chávez anunciou em dezembro que deveria voltar a Cuba para realizar outra cirurgia. Mais de 80 dias depois, nos quais não apareceu para as câmeras, seu estado de saúde piorou devido a complicações respiratórias e ao avanço da doença.

Os usuários do Twitter reagiram imediatamente ao anúncio de Maduro.

@marujatarre escreveu:

@marujatarre: Muere el hombre y comienza la leyenda, eso es inevitable.

Hugo Chávez Frías

Hugo Chávez Frías, foto de Bernardo Londoy bajo licencia Creative Commons (CC BY-NC-SA 2.0)

@marujatarre: Morre o homem e começa a lenda, é inevitável.

Mardi (@mardicienta) mostra gratidão a Chávez:

@mardicienta: No me alcanzará la vida para agradecerte lo que hiciste por nosotros, mi comanche. Tu siembra florece eternament en esta Revolución de amor!

@mardicienta: Uma vida inteira não será suficiente para te agradecer pelo que você fez por nós, meu comandante. O que você plantou florece nesta Revolução de amor!

Enquanto @LaDivinaDiva declara:

@LaDivinaDiva: y ojala todos entendamos q son timepos de bajarle 2 a confrotaciones innecesarias y tratemos de resolver en paz y armonia las diferencias

@LaDivinaDiva: Espero que todos entendamos que é tempo de abrir mão de confrontos inecessários e tratemos de resolver em paz e harmonia as diferenças

Hugo Chávez governou a Venezuela desde 1999 até 2013. Ganhou 4 eleições presidenciais e promoveu uma nova Constituição. Seu modo de governar ficou conhecido mundialmente por sua ideologia anti-imperialista bastante crítica com os Estados Unidos, ainda que continuasse a prover seu inimigo de petróleo.

Também promoveu diversas propostas de integração regional na América Latina e no Caribe. Internamente dedicou boa parte de suas políticas públicas para favorecer as classes mais pobres com o investimento social propiciado pela renda do petróleo e seus altos preços durante seus anos de governo.

Na Venezuela é inevitável falar da polarização política [en] que dividiu durante todos estes anos os venezuelanos entre chavistas e antichavistas, o que dificulta a compreensão sobre muito do que acontecia no país porque sempre havia os dois pontos de vista se contrapondo. De qualquer forma, a morte do Presidente é um momento de luto nacional.