Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Mali: Quando um golpe de estado não é um golpe de estado

Não é um novo golpe de estado. O presidente ainda continua no seu posto, mas o primeiro ministro já  não estava trabalhando pelo interesse do país.

Bakary Mariko, porta-voz da antiga junta militar, justifica [fr] dessa forma porque o exército prendeu o ex-primeiro ministro maliano, Cheikh Modibo Diarra, que renunciou pouco depois com seu governo. Um diplomata afirma: “É Sanogo que está por trás dos acontecimentos. Enquanto não tivermos um verdadeiro governo de transição, continuaremos a ter estes problemas”. O desacordo entre o exército e o governo sobre a intervenção militar internacional no Norte do Mali foi mencionado como um dos motivos para a prisão.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.