Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Mongólia: Documentando Filhotes Selvagens de Leopardo-das-Neves

Os leopardos-das-neves são animais raros e muito elusivos. Uma equipe de cientistas do Snow Leopard Trust, que conduz uma pesquisa a longo prazo com os felinos, recentemente acompanhou duas fêmeas da espécie, Anu e Lasya, e visitou covas na região sul de Gobi, na Mongólia, depois que elas deram a luz a filhotes selvagens.

Orjan e os colegas, Sumbee Tomorsukh, da Mongólia, Mattia Colombo, da Itália e Dra. Carol Esson, da Austrália (veterinária autorizada) relatam as experiências no blog do projeto [en]:

On June 21st, 2012, our field team made a remarkable visit to the den sites of Anu and Lasya. These two females are part of our long-term ecological study and wear GPS tracking collars that help us identify their movements. With this data, we can learn critical information about snow leopard range, habitat and prey needs. This allows us to better understand snow leopards and the threats they face, and make the most of our resources to protect these endangered cats.

In May, Anu and Lasya began to restrict their daily movements to smaller and smaller areas, which the team interpreted as a signal that both were preparing to give birth. Traveling through steep and rocky mountain outcroppings, the team followed VHF signals transmitted by the collars and finally located the dens.

Em 21 de junho de 2012, nossa equipe de pesquisa em campo fez uma visita extraordinária às covas de Anu e Lasya. As duas fêmeas fazem parte de nossa pesquisa de longa duração e usam coleiras com GPS que nos ajudam a rastrear seus movimentos. Com esses dados, podemos descobrir informações cruciais sobre os tipos, habitats e hábitos de caça do leopardo-das-neves. Esse trabalho nos ajuda a melhor entender os leopardos-das-neves e as ameaças que eles enfrentam, e a potencializar ao máximo os recursos que temos para proteger esses felinos ameaçados.

Em maio, Anu e Lasya começaram a restringir seus movimentos diários a áreas cada vez menores, o que a equipe interpretou como sinais de que as duas estavam se preparando para parir. Viajando por trilhas rochosas e íngremes nas montanhas, a equipe seguiu os sinais de VHF transmitidos pelas coleiras e, por fim, localizaram as covas.

Os cientistas também publicaram vídeos no YouTube de dois filhotes muito fofos:

Os cientistas prometem atualizar suas observações e responder a quaisquer perguntas deixadas na caixa de comentários:

Thank you all so much for leaving comments, and asking about the mother's reaction to the smell of humans is very important. After we went to the sites, we have been tracking the mom's locations via GPS and both have returned to their dens and are actively taking care of their cubs, so no worries there. :)

Obrigado a todos por deixar comentários e a pergunta sobre a reação das mães ao cheiro dos humanos é muito importante. Desde que fomos aos locais, temos acompanhando a localização das mães via GPS e as duas voltaram para suas covas e estão ativamente cuidando dos filhotes, portanto não há motivo para preocupações. :)

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.