Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Programa no Youtube Leva as Mídias Sociais Chinesas para Quem Fala Inglês

Quer saber o que está acontecendo nas mídias sociais da China mas não sabe falar mandarim? Continue lendo, então. Há quatro meses Elle Lee (@ElleIconLee) e Casey Lau (@hypercasey) abriram um canal no YouTube para a veiculação de Weibo Today [Weibo Hoje], um programa online semanal que detaca, em inglês, os principais tópicos das redes sociais chinesas.

Elle Lee escreve os roteiros e os apresenta enquanto Casey Lau é o produtor por trás das câmeras. Nós conversamos com Elle Lee sobre o programa.

Global Voices (GV): Como vocês tiveram essa ideia de um programa online sobre Weibo [plataforma de microblogues na China, tida como equivalente ao Twitter]?

An image of the online show Weibo Today

Uma imagem do programa online Weibo Today

Elle Lee (EL): O interesse pela China e suas mídias sociais está ficando cada vez maior. Normalmente, o público internacional e as marcas não têm a mínima ideia do panorama dessas mídias no país. Como co-fundadora do #HKSocial [en] (uma rede social baseada em Hong Kong, que promove encontros do grupo também offline [os meet-ups]), eu gosto de compartilhar o conhecimento sobre as redes sociais. Eu já vivi tanto na China como no Ocidente, agora vivo na multicultural Hong Kong. Assim, acredito que posso me apresentar como uma voz relativamente neutra. O meu programa não é apenas sobre mídias sociais, é sobre notícias reais que estão acontecendo na China, sem um filtro nacional.

Sina Weibo [en] [uma plataforma de microblogues muito popular na China] é sempre a rede social chinesa “Número 1″ que eu recomendo. Não é simplesmente como o Twitter, é uma combinação de Twitter, Facebook, Tumblr e Instagram. É muito centrada na informação e as pessoas tendem a postar as notícias de última hora nesse espaço. O conteúdo publicado no Weibo está muito próximo da voz real das pessoas na China.

GV: Quais são os objetivos do Weibo Today?

EL: Em primeiro lugar, e acima de tudo, queremos mostrar para as pessoas que a China não se resume ao debate sobre censura e política. As pessoas falam sobre filmes, celebridades, questões sociais e até mesmo sobre o noticiário internacional. Nós explicamos como utilizam a Weibo para tantas outras coisas além de falar sobre o que as pessoas estão comendo ou fazendo, como [a plataforma] está ajudando as pessoas, como afeta suas vidas, como ela pode ser besta e como não é tão diferente assim das redes sociais ocidentais.

GV: Às vezes pode ser difícil entender o fenômeno da comunicação devido a diferenças culturais ou à falta de conhecimento. Como vocês abordam isso?

EL: Este é um de nossos principais objetivos na produção do Weibo Today. Não se trata apenas de censura e comunismo. Por exemplo, a história do Titanic 3D [en, cenas de nudez no filme foram censuradas pelo governo] é um caso típico ao qual a mídia ocidental adere para dizer que a China ainda vive na era das trevas. Eu não vou questionar o fato de que há muitas coisas que precisam mudar na China para que o país caminhe no mesmo passo que o resto do mundo, mas você tem que avaliar o que representa um bilhão de pessoas e o que o excesso de informação pode fazer se não for devidamente disseminada.

É por isso que a plataforma Weibo é tão interessante e desafiadora ao mesmo tempo – então, estamos apenas olhando para o nível mais alto neste momento e tentando estreitar as lacunas no entendimento, trazendo histórias divertidas ou incomuns que o público ocidental possa entender mais facilmente.

GV: Como vão as coisas no momento?

EL: Estão indo bem, nós recebemos respostas positivas do público e as visualizações dos vídeos seguem dobrando a cada novo episódio, ao mesmo tempo em que conseguimos audiência em Hong Kong, nos EUA, no Canadá, no Reino Unido e na Austrália. Essa é uma das boas coisas de se fazer um programa online: apenas pegue um iPhone e o iMovie [programa de edição de vídeo da Apple] e você pode começar a fazer o seu próprio programa. Idealmente, nós vamos tentar conseguir alguns patrocinadores e também trabalhar com alguns sites de compartilhamento de vídeos para monetarizar o programa.

GV: Vocês têm planos para o futuro do Weibo Today [en]?

EL: O vídeo pela internet é um meio muito poderoso, então nós queremos produzir mais e mais programas de alta qualidade, como o Revision3 [en], da produtora de San Francisco (EUA) que trabalha com vídeos exclusivamente para a internet. Nós também estamos procurando recrutar mais talentos interessados em mídias sociais, em apresentar e atuar. Já estamos filmando um novo programa em mandarim chamado “Twitter Today” [Twitter Hoje], com foco no público chinês, e planejamos alguns programas sobre estilo de vida em Hong Kong e na China. Fiquem ligados!

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.