Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Argentina: Repercussão na Blogosfera do Anúncio de Nacionalização da YPF

O anúncio da nacionalização da empresa petrolífera YPF, controlada pela espanhola Repsol, e a transferência de 51% das cotas para o governo argentino geraram várias reações no blogosfera argentina, com opiniões divididas entre os que são a favor ou contra o governo de Cristina Fernandez de Kirchner.

Em ArtePolítica [es], um blog próximo do partido de Kirchner, Sebastian diz que “Repsol-YPF sempre foi uma vergonha” e continua dizendo que,

El modelo Petrobras [empresa de energía brasileña semi-pública] parece a priori el más adecuado: capital mixto y parte en la bolsa, gestión muy profesionalizada, y control accionario mayoritario por parte del estado nacional y de las provincias petroleras.

O modelo da Petrobras [empresa de energia brasileira semi-pública] parece o mais apropriado: uma joint venture e parcialmente na bolsa de valores, uma gerência altamente profissional, e controlo acionário majoritário por parte do Estado e províncias petroleiras.

Em IndiePolitik [es], fazem uma seleção das citações de políticos e colunistas que são contra a medida, entretanto em um contexto irônico da questão,

¿Qué dudas caben de que la expropiación de YPF es una medida, además de histórica, correcta, si los que se oponen son el FMI, Macri, Carrió, La Nación, la UCR dependiente, De Narváez y Clarín?.

Que dúvidas existem que a expropriação da YPF seja uma medida correta e histórica quando os oponentes são o IMF, Macri, Carrio, The Nation, o UCR dependente, De Narváez e Clarin?

A Agenda Digital [es], da agência de notícias oficias Telam, resumiu o impacto das notícias no Twitter.

Em Saber Leyes no es Saber Derecho [es], algumas das conseqüências da nacionalização são discutidas, particularmente de um ponto de vista legal da lei correspondente enviada ao Congresso pela Presidente, e que estão em atual discussão [es].

Foto "YPF" do usuário do Flickr Christian Córdova. (CC BY 2.0)

Foto "YPF" do usuário do Flickr Christian Córdova. (CC BY 2.0)

Economia Possible [es] indica que durante o governo de Kirchner houve uma redução significativa na produção e questiona se “as mesmas pessoas responsáveis pela política de energia nos últimos nove anos são as que dizem que irão nos ‘salvar’”.

Entre os blogs conectados com a Union Civic Radical (União Cívica Radical) [es], um tradicional partido argentino e parte da atual oposição, Hernan Haynes [es] disse que a nacionalização da YPF vai contra a constituição argentina.

Em Comunicacion Ambiental [es], Eduardo Soler questiona o porquê de o anúncio da nacionalização não ter nenhuma referência à energia limpa enquanto mencionava “petróleo não-convencional,” o qual geralmente requer mais tecnologia para extração.

Finalmente, olhando além do impacto da nacionalização da YPF na Argentina, o Vaca.org [es] analisa o caso no contexto de mudanças no sistema das economias globais, desde o crescimento da China até as nações desenvolvidas.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.