Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Um Tutorial Occupy Wall Street: “Como Filmar uma Revolução”

De Chris Rogy, WITNESS Tools & Tactics (Ferramentas & Táticas)

Este artigo foi publicado originalmente no blog da WITNESS e pode ser lido aqui.

No dia 11 de Dezembro de 2011, o New York Times publicou um longo artigo a descrever o papel das tecnologias livestream (de transmissão em directo) adoptadas no movimento Occupy Wall Street. No dia seguinte, dezassete produtores de mídia, incluindo membros da equipa de livestream do Global Revolution, foram presos.

Desde então, a polícia nos Estados Unidos tem cada vez mais apontado o alvo a membros de meios de comunicação independentes e a cidadãos com câmaras e equipamentos de gravação, aparentemente com o objectivo de reprimir futuras documentações de violência policial e de abafar o fortalecimento do movimento.

E o que quer isto tudo dizer? Uma resposta possível aponta para o poder da mídia cidadã que tem sido confirmado através do movimento. Mídia criada por cidadãos tem tido um papel crítico na disseminação da brutalidade policial e na agenda do movimento Occupy desde o seu começo a 17 de Setembro de 2011. De facto, a mídia convencional tem confiado progressivamente nos audio-visuais produzidos por cidadãos e técnicos de livestream nos protestos Occupy, o que ilustra a potência do seu papel na definição de agendas entre o público.

Uma entrevista anterior com o Josh do Global Revolution analisa o poder do livestreaming.

Precisa-se de formação em vídeo

É mais urgente que nunca a necessidade de vídeo-tutoriais que mostrem aos cidadãos como podem filmar os protestos de forma segura e eficaz. Se as câmaras estão por todo o lado, é imperativo o conhecimento sobre como usá-las de forma a colaborativamente proteger as liberdades civis, partilhando a devida mensagem. Desafios aos direitos humanos no Egipto, Síria e movimentos Occupy por todo o mundo – por exemplo – dependem dessa iniciativa.

Então a pergunta passa a ser, quais as melhores dicas e técnicas que queremos partilhar e como é que podemos chamar a atenção e o foco das audiências para transmitir essa informação?

O vídeo abaixo, de Corey Ogilvie e Andrew Halliwell, de Dezembro de 2011, é um óptimo exemplo. Que dicas e técnicas estarão a faltar no vídeo? Por exemplo, as dez dicas da WITNESS para produtores de vídeo em protestos cobrem tópicos que vão desde o consentimento informado à poupança da bateria. Quais as tácticas usadas no vídeo para chamar a vossa atenção e manter-vos concentrados?

***

Chris Rogy é estagiário de Tools & Tactics na WITNESS, e estudante de mestrado na The New School sobre Redes Sociais e Mudança Social. Os seus projectos actuais incluem um documentário de novos mídia intitulado “Re-Fusing Refuge” sobre a deportação de refugiados Cambodia-americanos e uma tese de investigação participativa que desenvolve práticas de representação em rádio com líderes de comunidades rurais no Cambodia.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.