Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Espanha: Presidente da Associação de Jornalismo Ameaça Ativista com Cinto

O chefe da Associação de Imprensa em Granada, Antonio Mora, estava apresentando uma exposição fotográfica das relações entre Israel e Espanha em Granada, Espanha, na terça-feira 6 de março, quando
ativistas anti-ocupação de uma organização chamada Plataforma Andalucía con Palestina (Plataforma Andalucia com Palestina) entraram na sala. Eles seguravam bandeiras palestinas e começaram a cantar “Boicote a Israel” e “Não à intervenção de imposições sionistas” em protesto contra o apoio de Espanha à ocupação israelense da Palestina através deste tipo de eventos institucionais.

Os ativistas não pararam quando Mora disse para eles para calarem-se, visivelmente impaciente e irritado com a sua presença. O que aconteceu depois? A resposta é tão surreal que você deve ver por conta
própria. Aqui está o link para o vídeo.

Screenshot do vídeo no momento em que Antonio Mora ameça a ativista com seu cinto.

Surpreendentemente, Mora tira o cinto e ameça agredir uma das mulheres com ele, enquanto uma segunda mulher registra a cena com seu celular. Alguns segundos depois, ele retira o seu cinto e tenta afastar uma mulher para fora do salão.

O fato desta reação vir do presidente de uma associação de imprensa provocou choque e descrença entre os internautas espanhóis, que inundaram o Twitter com comentários e até criaram uma hashtag com o nome do Diretor: #antoniomora. O jornalista espanhol Juan Luis Sánchez twittou:

Lo que da miedo no es que se ponga violento, sino su gesto de sacarse la correa y doblarla friamente. Como si lo hubiera hecho antes.
O que dá medo não é ele ter ficado violento, mas foi o gesto de tirar o cinto e dobrá-lo friamente. Como se ele tivesse feito isso antes.

A jornalista Lydia Molina concorda:

Lo más perturbador es la tranquilidad con la que se quita la correa para pegarle a la chavala. No será la primera vez.

O que é extremamente perturbador é como ele calmamente tira o cinto para bater na menina. Provavelmente, não é a primeira vez.

O Sindicato dos Jornalistas da Andaluzia exigiu a renúncia de Mora [es]. Mora, desde então, renunciou [es]. De acordo com representantes da União:

Consideramos esta conducta inaceptable por entender que la actitud del Presidente de la Asociación es más propia de otros tiempos vividos en España durante la dictadura franquista en la que a mujeres, niños y animales se les pretendía corregir sus actitudes o castigar a golpes de correa.

Nós consideramos este comportamento inaceitável, por entender que a atitude do Presidente da Assossiação foi mais apropriada a outros tempos vividos na Espanha, durante a ditadura franquista, na qual pretendia-se corrigir atitudes de mulheres, crianças e animais e castigá-los com golpes de cinto.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.