Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Sérvia: A Guerra da Mídia contra Angelina Jolie

Não faz muito tempo Angelina Jolie se mostrava “mais preocupada” [en] com a recepção de seu filme de estreia como diretora, In the Land of Blood and Honey [Na Terra de Sangue e Mel, em inglês] na Bósnia e na Sérvia do que nos Estados Unidos [en]. Ela estava ansiosa à espera das reações das plateias locais, retratadas em seu drama de guerra, e alguns de seus temores acabaram sendo justificados.

Se por um lado o público bósnio recebeu com entusiasmo [bs] esta história de amor que se passa na guerra, entre um policial sérvio e uma muçulmana bósnia, por outro, a mídia sérvia lançou uma verdadeira guerra contra a atriz americana, acusando-a de espalhar ódio contra os sérvios.

O diário sérvio Kurir deu início a uma série de artigos [sr] que danificaram seriamente a boa reputação de Jolie na Sérvia:

Angelina claims in the movie that 300,000 Muslims were killed in the Bosnian war and 50,000 Muslim women were raped. The actress intends to seek the abolition of Republika Srpska as a genocidal creation. All of this was commissioned by the extreme Islamic policies, presenting Serbs as criminals, killers, murderers and rapists, and Muslims as the only victims.

Angelina declara no filme que 300.000 muçulmanos foram mortos na guerra bósnia e que 50.000 mulheres muçulmanas foram estupradas. A atriz tem como objetivo buscar a abolição da República Sérvia enquanto criação genocida. Tudo isto foi encomendado pelas políticas islâmicas extremistas que apresentam os sérvios como criminosos, matadores, assassinos e estupradores, e os muçulmanos como as únicas vítimas.

Ao explicar a razão para o suposto viés pró-muçulmano de Jolie, o jornal afirmou [sr] que o filme contou com o apoio financeiro dos sauditas com investimentos diretos de US$ 10 milhões:

It is generally known that Jolie is very close to politicians in Washington. Maybe she would like the public to think it is an art film, but it is actually pure anti-Serbian propaganda. The director sends a message to the audience that Serbs are crazy wild beasts, while Muslims are innocent victims.

Em geral, é sabido que Jolie usufrui da proximidade a políticos em Washington. Talvez sua intenção fosse a de levar o público a considerar o filme como um filme de arte, mas na verdade é pura propaganda anti-sérvia. A diretora passa uma mensagem para a plateia de que os sérvios são feras selvagens e loucas, enquanto os muçulmanos são vítimas inocentes.

Momir Stojanovic, ex-diretor da Agência Militar Sérvia de Inteligência, também deu apoio às declarações do Kurir de que extremistas muçulmanos teriam financiado o projeto de Angelina e disse que “estavam bem próximos da verdade”.

O jornal sérvio desencadeou milhares de votos pró-sérvia, negativos, no imdb.com, um dos mais respeitados sítios na internet de classificação de filmes, causando uma queda drástica da nota do filme, de uma média de 5.4 para 3.3.

Uma tomada da página do filme de Jolie' no imdb.com.

Uma tomada da página do filme de Jolie' no imdb.com.

Muito rapidamente a página do filme de Jolie no imdb.com tornou-se um campo de batalha virtual entre sérvios e muçulmanos. (Nos últimos dias, entretanto, 11 páginas de comentários foram, de alguma forma, reduzidas a cinco).

Sanja_Cancar diz:

Angelina needs to stick to the topics she knows about, ei: ruining marriages, stealing husbands, adopting children from around the world, wearing blood. Instead, she chose the ironic path of a “peace-ambassador” that gets involved in politics she knows nothing about and creates movies that will only create more hatred… […]

Angelina devia se restringir aos assuntos que conhece, ex: destruição de casamentos, roubo de maridos, adoção de crianças de diferentes partes do mundo, usar tubo de sangue [do ex-marido] no pescoço. Ao invés disto, ela optou pelo caminho irônico de uma “embaixadora da paz” que a leva a se envolver com questões políticas sobre as quais ela não sabe nada e a criar filmes que irão, unicamente, gerar mais ódio…[…]

Vitezbg faz a seguinte observação:

Movie is full of political manipulations, lies, false informations etc.[…] Also 50.000 raped Muslim women is very disputed. It is famous case when ‘raped Sarajevo woman’, gave birth of African child. Actually the father in this case was member of UN personal. […]

O filme está cheio de manipulações políticas, mentiras, informações falsas, etc[…] Assim também, a cifra de 50.000 mulheres muçulmanas estupradas é muito discutível. Há o caso famoso da ‘mulher de Sarajevo estuprada’ que deu à luz uma criança africana. Na verdade, o pai, neste caso, teria sido membro do quadro de pessoal da ONU.[…]

Johnny NT conclui:

Well done Angie, Goebbels and Hitler would be proud of you and your fascinating work on this movie. […]

Bravo, Angie, Goebbels e Hitler teriam ficado orgulhosos de você e de seu trabalho fascinante neste filme.[…]

rudeedee2 pergunta:

How could these people dare think to make a movie (“entertainment”) of such a horribly devastating situation ??? Seems only money is important. […] Would Angelina Jolie want to think her family has gone through hell and lost every semblance of normalcy, experienced fear, heartbreak, death and devastation only to find a so-called movie producer sees it as an artistic capital?

Como essas pessoas se atrevem a pensar em fazer um filme (“divertimento”) sobre uma situação tão horrivelmente devastadora ??? Parece que tudo que importa é o dinheiro.[…] Será que Angelina Jolie teria gostado de imaginar sua família passar por uma situação infernal, de ter perdido qualquer aparência de normalidade, vivenciado pavor, desolamento, morte e devastação só para encontrar um pseudo produtor cinematográfico que visse tudo isto como capital artístico?

psysd3 recorda Angelina sobre os crimes cometidos por seu próprio povo:

[…] From the very beginning, by coming to America's soil on which it is estimated that, in 1500s, there were about 12 000 000 Native Americans whose number is reduced to nearly 237 000 by 1900s […]

[…] Desde o início, ao chegar em solo americano no qual estima-se que, nos anos 1500 havia cerca de 12 milhões de nativos cujo número estava reduzido a aproximadamente 237 mil nos anos 1900 […]

Alex_Michael revela:

I guess I expected too much of Angelina. She might have black hair, but the movie sure look like put together by a blonde. Serbian Nazis who don't have problem killing anything from pets to babies on one side, and good Muslims on the other side… Example is Srebrenica where Serbs committed crimes by taking revenge after number of Serbian villages around Srebrenica were completely wiped out, and their inhabitants killed by Muslims from Srebrenica. This was well described in Norwegian documentary “Srebrenica, a Town Betrayed”.

Suponho que minhas expectativas em relação à Angelina eram altas demais. Ainda que tenha cabelos pretos, o filme, certamente, parece ter sido feito por uma loira. Os nazistas sérvios que não têm problema algum em matar qualquer coisa de animais de estimação a bebês, de um lado, e bons muçulmanos, no outro… Um exemplo disto é Srebrenica, onde os sérvios cometeram crimes ao se vingar após um número de vilarejos sérvios ao redor de Srebrenica terem sido completamente destruídos, e seus habitantes terem sido mortos por muçulmanos de Srebrenica. Este fato foi bem descrito num documentário norueguês “Srebrenica, a Town Betrayed”.

A comunidade muçulmana bósnia se opõe, on-line, aos comentários sérvios e apoia o filme de Jolie.

f_s mostra-se agradecido à Angelina:

[…] Thank you Ms. Jolie for being the voice of the women depraved, humiliated and tortured. I recommend to everyone to see the movie especially women around the globe, to hear the unspoken, to witness the hidden. […]

Obrigada Jolie por ser a voz das mulheres depreciadas, humilhadas e torturadas. Recomendo a todos verem o filme, especialmente às mulheres mundo afora, para que possam ouvir o não dito, testemunhar o oculto.[…]

Sibaak acrescenta:

[…] We, the Bosnians do not hate. We are the most peaceful nation in the world, and thats why the facts of that war are so brutal! Because we didn't believe it could happen. We didn't believe that our friends would turn against us, rape us, kill our children, take over our houses. But they did. We that lived to tell, still, just like me, believe there are good Serbs. But what really hurts is to see how many people, just like on here, people that do not have even slightest idea of the truth, are so blind, and so hateful, because it tells me that they would do it all over again. In a way I feel its good that they are showing their real faces. Showing how ignorant they are. […]

Nós, os bósnios, não odiamos. Somos a mais pacífica nação no mundo, e é por isso que os fatos daquela guerra nos são tão brutais! Porque não acreditávamos que pudessem ocorrer. Não acreditávamos que nossos amigos iriam se virar contra nós, estuprar-nos, matar nossos filhos, se apoderar de nossas casas. Mas eles o fizeram. Aqueles de nós que sobrevivemos para contar, da mesma maneira como eu, ainda acreditamos que há bons sérvios. Mas o que machuca, de verdade, é ver quantas pessoas, como estas aqui, pessoas que não têm a menor ideia da verdade, são tão cegas, e tão detestáveis, pois dizem a mim que seriam capazes de fazer tudo de novo. De certa forma, sinto que é bom que estejam mostrando suas faces reais. Mostrando o quão ignorante são. […]

Mela Fatkic expressa seu agradecimento à Jolie na página do filme no Facebook. Ela escreve:

Angelina thank you for this film, but we can not forget what it was. Thank you for the truth which not many people to reconcile, and nobody believes until they see…

Angelina, obrigada por este filme, mas não podemos nos esquecer do que se trata. Obrigada pela verdade que não muitos aceitam, e ninguém acredita até vê-las…

Dino Gligic compartilha esta opinião:

Angelina, thank you so much for telling the world the truth about what Serbs did. It was worse than in that movie…

Angelina, obrigada por contar ao mundo a verdade sobre o que os sérvios fizeram. Foi pior do que está no filme…

Nat Taschetti Garcia Angie admite seu desconhecimento e indaga :

I just graduate on high school and i never learned about Bosnian war as i never learned about refugee camps. Do you feel like something has to be done in education, as a mom and as an activist?

Acabei de me formar no ensino médio e nunca aprendi sobre a guerra da Bósnia, assim como também nunca aprendi nada sobre campos de refugiados. Você acredita que algo tem que ser feito em relação à educação, como mãe e como ativista?

Frustrada com a reação furiosa dos sérvios, Jolie respondeu no Twitter:

Is it possible that the entire nation believes a concocted story from trash @KurirVesti magazine based on fake email from imaginary person?”

Seria possível uma nação inteira acreditar numa história inventada por um lixo de revista @KurirVesti, baseada em e-mail falso de uma pessoa imaginária?

No entanto, uns poucos dias depois este tweet foi apagado, e um novo apareceu:

Don't express your love for own nation, race, religion, etc… by hating others.

Não expresse seu amor por sua própria nação, raça, religião, etc… por meio de ódio às outras.

No outro lado, Kurir retirou o artigo de tom ameaçador: “Os sérvios declararam guerra contra a atriz: você não sabe o que te aguarda, Angelina” [“Serbs declared war on the actress: you do not know what awaits for you Angelina”, em português] do sítio oficial do jornal, publicado em resposta ao tweet ofensivo de Jolie.

Jolie também fez este apelo pelo Twitter:

Don't believe everything you read… “They kill good trees to put out bad newspapers”.

Não acredite em tudo que você lê…”Eles matam boas árvores para produzir jornais ruins”.

Numa entrevista à Slobodna Evropa, Jolie expressou sua afeição pela Bósnia, dizendo que “é fácil se apaixonar pela Bósnia”:

I would not have created this film if Bosniaks hadn't agreed with the screenplay. I would have burned it…

Eu não teria criado este filme se os bósnios não tivessem concordado com o roteiro. Eu o teria jogado ao fogo…

Zeljko Mitrovic, o proprietário da Pink TV, é um dos sérvios mais influentes que havia, no princípio, condenado Jolie por causa de seus preconceitos contra os sérvios e havia, até mesmo, se retirado do projeto do filme. Agora, no entanto, ele mudou de opinião:

It is wrong to attack Angelina now when the movie is finished. We could have changed something before they started making the film. Now it is pointless to generate hostility. That thing cannot be changed by additional antagonisms. She should be invited to Belgrade because people like her can help us in the future to improve the image of ourselves in the world. I invite Angelina to come to Serbia and to be a guest of TV Pink.

Está errado atacar Angelina agora que o filme está acabado. Poderíamos ter mudado alguma coisa antes que tivessem iniciado a fazê-lo. Agora não faz sentido gerar hostilidade. Aquela coisa não pode ser mudada por antagonismos adicionais. Ela deveria ser convidada a vir a Belgrado, pois pessoas como ela podem nos ajudar no futuro a melhorar nossa imagem no mundo. Eu chamo Angelina à Sérvia como convidada da TV Pink.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.