Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Grécia: Críticas aos Políticos Durante as Celebrações da Teofania

Este artigo é parte da nossa cobertura especial Europa em Crise.

Na Grécia, o dia 6 de Janeiro é o feriado nacional da Teofania [en], tradicionalmente conhecida como Phota [en] (Luz). As celebrações são feitas em torno da Grande Benção das Águas [en]: uma cruz é atirada à água e o povo tenta recuperá-la de forma a obter boa sorte e ser abençoado. Todos os anos estas celebrações contam com a presença de membros do governo e entidades oficiais, após as quais têm a oportunidade de fazer declarações oficiais acerca da importância espiritual do dia, juntamente com comentários políticos e sociais.

No entanto, devido à crise económica, política e social por que a Grécia passa actualmente, as celebrações deste ano foram marcadas por fortes expressões populares de desaprovação e crítica aos políticos. Tal não foi surpresa, já que tinham também ocorrido anteriormente, no decurso das celebrações nacionais do “Ochi” [en], a 28 de Outubro, altura em que o presidente Karolos Papouilas foi forçado a retirar-se [en], após ter sido chamado de traidor pelos manifestantes.

Cálcis, Evia

Tornou a acontecer, desta vez quando o presidente Papouilas apareceu em Cálcis, apesar da tradição de rumar ao Pireu, o maior porto do país. Os cidadãos vaiaram-no, chamando-lhe traidor e gritando slogans anti-austeridade, como se vê no vídeo [el]:

Um pequeno grupo tentou chegar ao pódio dos dignitários, mas foi bloqueado pela polícia. O presidente saiu sem fazem qualquer declaração oficial.

A polícia de Cálcis prendeu seis cidadãos, três homens e três mulheres, tendo sido instaurado um processo acusando-os de “insultar a honra do Presidente da República”. O procurador da cidade ordenou que fossem libertados.

Os internautas comentaram tanto a vaia a Papoulias como a detenção dos manifestantes, estando larga maioria a favor destes últimos, e contra o comportamento e inactividade da figura pública maior do país no que respeita à crise actual:

Makis: ΣΙΓΑ ΤΟ ΠΡΟΣΩΠΟ.ΚΑΛΑ ΤΟΥ ΕΚΑΝΑΝ.
ELE NÃO É IMPORTANTE. ELES AGIRAM BEM.
: Ο Κάρολος Παπούλιας πρέπει να ‘χει κάνει ασφαλιστικά μέτρα εναντίον όλων των πολιτών. Αν παραβιάσεις την ακτίνα 50μ. συλλαμβάνεσαι.
Karolos Papoulias deve ter pedido uma injunção contra todos os cidadãos. Se te aproximares dele num raio de 50 metros és preso.

Sonia Andrianou: Από πότε διώκεται ρε παιδιά η ελευθερία του λόγου και της έκφρασης; Γιατί το άρθρο δε λέει να τον αποδοκίμασαν με τπτ αντικείμενα ή να τον πείραξαν σωματικά! Θα τρελλαθούμε εντελώς…

Desde quando a liberdade de expressão e de pensamento são processadas judicialmente? Porque o artigo não menciona que eles [os cidadãos detidos] o vaiaram atirando objectos ou assaltando-o fisicamente! Vamos perder totalmente a cabeça…

Uma pequena minoria tem uma visão diferente:

miri: Μα τι έφταιξε ο Πρόεδρος της Δημοκρατίας;
Mas qual é a culpa do Presidente da República?
user Under: Οχι οτι εχω καμια διαθεση να υπερασπιστω τον Παπουλια τον οποιο τον θεωρουσα προδοτη πολυ πριν το ξεσπασμα της κρισης αλλα απο την αλλη παραγινεται γραφικο να δινεται εμφαση σε καποια περιστατικα αποδοκιμασιων. Μαζευονται 5 γραφικοι “αγανακτισμενοι” και αποδοκιμαζουν και αυτο γινεται θεμα.[…] Λιγη σοβαροτητα δεν βλαπτει.
Não estou disposto a defender Papouilas, que considero ser um traidor muito antes da crise estourar mas, por outro lado, torna-se muito “picturesco” enfatizar certos incidentes de zombaria. Cinco bizarros “indignados” juntam-se e protestam, e isso torna-se um assunto importante. […] Um pouco de seriedade não faz mal a ninguém.

Kitsos sublinha que ninguém pode impor respeito ao povo:

Kitsos (07/01, 10:36): Τον σεβασμό τον εμπνέεις ! Άμα χάσεις τον σεβασμό του κόσμου δεν τον επιβάλεις ούτε με χίλιους στρατούς. Κάτι ήξεραν οι παλιοί ηγέτες που έλεγαν “ισχύς μου η αγάπη του λαού μου”.
O respeito inspira-se! Se perdes o respeito do povo, não podes impô-lo, nem mesmo com um exército de milhares. Os antigos líderes sabiam disto, e disseram: “A minha força é o amor do meu povo”.

Dimitris Vlachos pensa no motivo que terá levado os jornais a noticiarem como se apenas uma pequena percentagem das pessoas tenham expressado abertamente o seu desrespeito pelo presidente:

Dimitris Vlachos: Apo merida kosmou? Oloi ton giouxaran!
“De um pequeno grupo de pessoas? Toda a gente o vaiou!

No dia anterior, comentando um artigo que anunciava a presença de Papouilas em Cálcis em vez do Pireu, Dimitris N “previa”:

Dimitris N. (05/01, 15:41): Καλά έχει να ακούσει τα σχολιανά του, αν και έχω την αίσθηση ότι δεν θα πάει ούτε εκεί αλλά θα κάτσει στο προεδρικό μέγαρο….όπου και να πάει ο λαός θα καταστρέψει την παράτα…

Oh, bem, vão convencê-lo a não ir; de qualquer forma, tenho a impressão de que ele nem sequer lá irá [a Cálcis], em vez disso ficará no palácio presidencial… Onde quer que vá, o povo estragará o espectáculo…

Seguidamente, os internautas criticaram também o facto de o primeiro-ministro da coligação interina Loukas Papadimos não ter tido tempo para assistir a quaisquer celebrações, aparentemente devido a excesso de trabalho. Um post no apospasma.gr [el] refere:

[…]δεν τόλμησε να πάει στην τελετή αγιασμού των υδάτων στον Πειραιά επειδή θα άκουγε τα εξ΄αμάξης.

[…] ele não ousou ir à Benção das Águas no Pireu, porque seria calado.

Atenas, Ática

Anteriormente, em Atenas, a ministra da educação Anna Diamantopoulo foi vaiada durante as celebrações em Dexamemi, Kolokani. Neste vídeo [el], pessoas gritam “Boa digestão!” (usualmente dito após a expressão grega para “Bom apetite”), e “Traz o dinheiro das companhias offshore de volta”:

A reprovação generalizada dos políticos, especialmente dos representantes dos dois maiores partidos (PASOK e ND), causou uma vez mais um longo discurso acerca da responsabilidade pessoal e o suporte aos políticos actuais:

Nikos Prassas: Καλά είναι τα μασκαριλίκια, οι αποδοκιμασίες και οι αντιπολιτευτικές διαμαρτυρίες, το μόνο εύκολο! Κάποτε όμως καταντούν και κουραστικές, όταν δεν υπάρχουν προτεινόμενες λύσεις!

Giorgos Kaminis (edil de Atenas) e Anna Diamantopoulou (ministra da Educação, Aprendizagem ao longo da vida e Assuntos religiosos) na Bênção das Águas, em Dexameni, Kolonaki. (Perfil no Flickr: annadiamantopoulou, CC BY-NC-SA 2.0)

Mascaradas, fanfarras, protestos e desfiles de protesto são muito engraçados, é o mais fácil! No entanto, degenerarão, um dia que não hajam soluções a sugerir!

Maria Kapurani: ολοι εσείς που βρίζετε τους πολιτικους(και καλα κανετε) την Ευρώπη και ολα, αναρωτηθειτε μια φορά, 30 χρονια στη μεταπολίτευση τι έκανα ”ΕΓΩ” για την πατρίδα μου για να μην φτάσει εδω? Νομίζω οτι φωνάζετε επειδή ξεβολευτήκατε. Μια αγανακτισμένη… με ολους

Todos vós que amaldiçoais os políticos (estais a fazer o mais correcto), a Europa e tudo isso, perguntai-vos por um momento: durante os 30 anos da Metapolitefsi [en] [período da História grega após a queda da junta militar, em 1974], que fiz “eu” pelo meu país de forma a que ele não chegasse ao ponto em que está hoje? Eu acho que estais furiosos porque perdestes todos os vossos confortos. Um indignado… junto com todos os outros.
O mesmo tópico, tendência diferente

Entretanto, apesar de tudo, a linha noticiosa nos media sociais reportava que Apostolos Gkletsos, um actor popular e presidente da câmara de Stylida, conseguiu entrar na água e competir pela cruz sagrada – note-se que sofre de problemas cardícos. A “importância” dada a este facto era comentada humoristicamente no Twitter:

@iokastita: Ο γκλέτσος ετοιμάζεται να βουτήξει στη Στυλίδα για να πιάσει το σταυρό.Το καλύτερο νέο μετά τη μεταπολίτευση.

Em Stylida, Gkletsos prepara-se para mergulhar em busca da cruz. As melhores notícias desde o período da Metapolitefsi.

@Conn_x: Ο Γκλέτσος σήμερα δεν θα βουτήξει. Θα περπατήσει πάνω στο νερό.

Hoje Gkletsos não mergulhará. Caminhará sobre as águas.

A celebração da Teofania trouxe também algum cinismo e frieza dos factos, como no exemplo de Teacherdude e Yns_x:

@teacherdude: ή Εορτή των Φώτων ακυρώθηκε φέτος – δεν πληρώσουμε το χαρτάτσι της ΔΕΗ
A celebração das Phota (Luzes) foi cancelada este ano – não vamos pagar os impostos extraordinários à DEI (companhia pública de electricidade grega).
@yns_x: Στον Έβρο γιορτάζουν κάθε μέρα τα Θεοφάνεια -εκατοντάδες μετανάστες βουτούν στα νερά του προσπαθώντας να αγγίξουν το (όποιο) θαύμα.
No rio Evros [a fronteira natural entre a Grécia e a Turquia], a Teofania é celebrada todos os dias – centenas de imigrantes mergulham nas águas para tocarem um milagre, se houver algum.

Este artigo é parte da nossa cobertura especial Europa em Crise.

Miniatura e imagem de destaque mostram o feriado cristão da Epifania, em Thessaloniki. Imagem de Konstantinos Tsakalidis, copyright Demotix (06/01/2011).

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.