Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Síria: Blogueira Razan Ghazzawi está LIVRE!

Este post faz parte de nossa cobertura especial  Protestos Síria 2011.

ÚLTIMA NOTÍCIA:

ATUALIZAÇÃO: RAZAN ESTÁ LIVRE!

A blogueira síria Razan Ghazzawi foi colocada em liberdade depois de passar 15 dias numa prisão da Síria. Sua  irmã anunciou a saída de Razan da prisão pelo Twitter no dia 18 de dezembro de 2011.

@NadineGhazzawi: t's raining Razans… hallelujah :)))))))) <3 It's official, sis is out! hopefully the same goes to all arrested sisters and brothers.

@NadineGhazzawi: tá chovendo Razans… aleluia :)))))))) <3 É oficial, mana está solta! vamos esperar que o mesmo aconteça com todas as irmãs e irmãos presos.

*****

ÚLTIMA NOTÍCIA:

Nadine Ghazzawi, a irmã de Razan, acaba de tuitar:

@NadineGhazzawi: #FreeRazan #Syria Family is on their way to bring my sister home :))))

@NadineGhazzawi: #FreeRazan #Syria A família está a caminho para trazer minha irmã para casa :))))

*****

Crescem os rumores on-line de que a blogueira síria Razan Ghazzawi,  que havia sido detida e presa no dia 4 de dezembro de 2011, na fronteira entre a Síria e o Jordão, no meio de uma viagem para Amman onde participaria de uma oficina sobre liberdade de imprensa no mundo árabe, será posta em liberdade.

Oito dias após sua prisão, Ghazzawi foi indiciada [en] com uma lista de crimes – rejeitadas pela comunidade de blogueiros e descrita como uma farsa.

Entre as acusações constava a de  “fundar uma organização que tem como objetivo modificar o Estado, enquanto entidade social e econômica” e “enfraquecer o sentimento nacional, e tentar inflamar a luta sectária,” relatou [en] o Lebanese Daily Star [jornal libanês] à época.

Em sua página no Facebook “Free Razan”, adeptos  anunciaram [ar] que Ghazzawi seria posta em liberdade, citando o advogado e ativista sírio pelos direitos humanos Razan Zaitouneh. O post não diz quando se espera que Ghazzawi seja libertada.

The Free Razan poster

The Free Razan poster many supporters replaced their Facebook and Twitter avatars with, calling for the release of Razan Ghazzawi

Nadine Ghazzawi, irmã de Razan, responde à notícia no post do Facebook acima ao dizer:

I will keep u all posted, don't worry I won't keep this to myself :)

Manterei vocês todos informados, não se preocupem, não guardarei segredo:)

E ela esclarece no Twitter:

@NadineGhazzawi: #FreeRazan #Syria Razan is not released yet, we are still waiting to be official, that's why I didn't post anything yet.

#Liberte Razan #Síria Razan não foi libertada ainda, ainda estamos esperando que seja oficial, por isto não divulgamos ainda.

On-line, cidadãos da Internet e apoiadores permanecem esperançosos, ainda que céticos.  Mohja Khaf tuíta:

@ProfKhaf: RazanZ reports that #FreeRazan Ghazzawi's release on bail has been approved.Approved,not accomplished yet. ‘

@ProfKhaf: RazanZ relata que a #LiberteRazan  libertação de Ghazzawi sob fiança foi aprovada. Aprovada, não realizada ainda.

O blogueiro eg[ipcio Wael Abbas diz [ar]:

انباء عن الافراج عن المدونة السورية رزان غزاوي بكفالة في دمشق
@waelabbas: Notícias circulam sobre a libertação sob fiança da blogueira síria Razan Ghazzawi em Damasco.

Enquanto isto, o sírio Alaa Khangar tuíta [ar]:

القاضي يوافق على إخلاء سبيل الصحفية والمدونة رزان غزاوي ” نقلاً عن هيام جميل ” ‎
@alkh81: O juiz concorda em libertar a jornalista e blogueira Razan Ghazzawi, de acordo com Heyam Jameel

Dima Khatib resume toda nossa confusão:

@Dima_Khatib: I keep reading about the release of @RedRazan but I have no real source. Just tweets. Any sources out there? #FreeRazan

@Dima_Khatib:
Leio a toda hora sobre a libertação de @RedRazan, mas não conto com fontes de verdade. Somente tweets. Há alguma fonte aí? #LiberteRazan

Além de blogar, Ghazzawi é uma usuária frenética do Twitter, que tem contribuído tanto com o  Global Voices Online [en] quanto com o  Global Voices Advocacy [en]. Também é uma das poucas blogueiras na Síria que escreve sob seu próprio nome, defendendo os direitos dos blogueiros e ativistas presos pelo regime sírio, assim como os direitos dos gays e minorias.

Para mais reações e atualizações, verifique a página de Razan no Facebool check the Liberte Razan, na página do Facebook [ar] ou o hashtag  #FreeRazan no Twitter.

Este post faz parte de nossa cobertura especial  Protestos Síria 2011.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.