Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

EUA: Terá a NASA Descoberto Um Planeta Habitável?

Com pelo menos centenas de bilhões de galáxias no Universo e duzentas bilhões de estrelas na Via Láctea, o potencial de planetas com condições habitáveis é considerável. Mas não há evidências sólidas de que tal planeta exista.

Entretanto, no dia 5 de dezembro de 2011, a Agência Espacial Americana, NASA, anunciou [en] uma descoberta do telescópio espacial Kepler: o Kepler-22b, [en], um planeta que está na distância certa de sua estrela, de modo que pode ter uma temperatura potencialmente habitável. Cientistas reagiram à notícia com suas próprias análises e teorias.

Kepler-22b

Diagrama comparando o sistema solar da Terra à ilustração feita por um artista do Kepler-22b, um sistema estrelar contendo o primeiro planeta de "zona habitável" a ser descoberto pela missão Kepler da NASA. Crédito da imagem: NASA/Ames/JPL-Caltech

Salman Hameed, professor de Astronomia da Hampshire College, está entusiasmado com a descoberta [en]:

Yes. Astronomers have the first confirmed detection of an earth-like planet located in the star's habitable zone – the distance from the star where water can exist in liquid form…The discovery is amazing, if not really surprising. There are just too many planets out there, and we are bound to find planets in places that match conditions of the Earth. And life is also likely to be quite common. Life that can build telescopes? Don't know.

Sim. Astrônomos tiveram uma primeira confirmação de uma planeta parecido com o nosso localizado na zona estrelar habitável -a distância de uma estrela onde pode existir água em estado líquido…A descoberta é incrível, senão surpreendente. Existem tantos outros planetas lá fora, e somos obrigados a encontrar planetas em lugares que correspondam às condições da Terra. E a vida também é passível de ser bastante comum. Vida que pode construir telescópios? Não sei.

Ele nos dá mais detalhes:

So what do we know about this planet? It is called Kepler 22b. This is the sexiest name that astronomers could come up with (actually, it is because it is discovered by Kepler telescope). It is located about 600 light years away – just far enough that we can't start thinking about packing our bags for a trip…

Is there life there? We don't know. This planet was detected when it passed in front of its star, dimming the light of the parent star a bit. We do not have an image of the planet. When we do – and it may take years – then we can potentially analyze the composition of its atmosphere. The presence of oxygen in the atmosphere will be a good indicator for life, as oxygen in our own atmosphere is a by-product of life itself.

We are getting closer to finding life.

Então, qual é a deste planeta? Ele é chamado de Kepler 22b. Este é o nome mais sexy que os astrônomos poderiam chegar (na verdade, este nome foi dado porque o planeta foi descoberto pelo telescópio Kepler). Ele está localizado cerca de 600 anos-luz de distância – apenas o suficiente para que não possamos começar a pensar sobre as malas para uma viagem …

Existe vida naquele planeta? Nós não sabemos. Este planeta foi detectado quando passava em frente da sua estrela, diminuindo a luz da estrela-mãe um pouco. Nós não temos uma imagem deste planeta. Quando nós obtivermos – e isto poderá levar anos – então podemos analisar a composição da atmosfera dele. A presença de oxigênio nela poderá indicar um fator para a vida, como o oxigênio em nossa atmosfera é um subproduto da própria vida.

Estamos chegando perto para encontrar vida.

Helen Chappell [en], formada em astronomia e que estudou Física na Universidade de Colorado Boulder, dá três razões do porquê ela não leva a sério a descoberta do Kepler-22b:

Kepler is finding hundreds of extrasolar planets, and it’s going to keep on finding hundreds more until the project’s funding runs out. Kepler 22b is just the poster child for NASA’s announcement of more than 1,000 new planet candidates.

[..]

Venus [like Kepler 22b] isn’t too far outside the habitable zone…[but] we know that it’s actually hot enough to melt lead on the surface. Venus is not a nice place for life, but extraterrestrial astronomers would have no way to figure that out if they used the same technology as us. Perhaps folks on Kepler 22b are giddy at the prospect of life on Venus.

[…]

We have no clear way to figure out whether Kepler 22b — or any other extrasolar planet — actually harbors life.

Kepler foi achado a centenas de planetas extra-solares, e vai continuar a encontrar centenas mais até que o financiamento do projecto se esgote. Kepler 22b é apenas uma criança do poster para o anúncio da Nasa de mais de 1.000 candidatos novo planeta.

[..]

Venus [como Kepler 22b] não é muito fora da zona habitável … [mas] nós sabemos que ele é realmente quente o suficiente para derreter chumbo na superfície. Venus não é um lugar agradável para toda a vida, mas os astrônomos ‘extraterrestres’ não teriam nenhuma maneira de descobrir isso se eles usaram a mesma tecnologia que nós. Talvez as pessoas da 22b Kepler são mais tontas com a perspectiva de vida em Vênus.
[…]

Nós não temos meios de saber se Kepler 22b – ou qualquer outro planeta extrasolar – na verdade abriga vida.

Ela vê aspectos positivos do entusiasmo com a descoberta:

Discoveries like Kepler 22b get everyone excited about astronomy, and open up opportunities to teach folks (especially kids) about science.

[…]

So hooray for science, even if I just burst your Kepler 22b bubble.

Descobertas como Kepler 22b deixa qualquer um extasiado a respeito de astronomia, e abre oportunidades de ensinar pessoas (especialmente crianças) sobre a ciência.

[…]

Então, Viva! Para a ciência, mesmo se eu estourar sua bolha, Kepler 22b.

Outro crítico, um blogueiro anônimo que estuda tornados, discute conceituações erradas sobre o Kepler-22b, concluindo [en], entretanto:

It's a first step, and it's a step we've never taken before. That's big news! And the fact that we still have 48 other candidate planets in the habitable zones of their respective stars is a Big Deal. But it's news in a way that a lot of the media seems to be missing out on.

É um primeiro passo, e um passo que nunca foi dado antes. Isso é uma ótima notícia! E o fato de nós ainda termos 48 outros candidatos a planetas na zona habitável em suas respectivas estrelas, é uma coisa muito boa. Mas é esta notícia que parece estar desencontrada nos meios de comunicação.

Na seção de comentários, o blogueiro discute a diferença entre nós e Kepler 22-b:

At present top speeds, it'd take us, what, tens of millions of years to get there. That's a bit beyond even the scifi-ish dreams of generation ships and cryostasis. And the corollary to that: any further observations we make will be of the planet as it was 600 years ago.

Atualmente na velocidade que estamos,iríamos levar dezenas de milhões de anos para chegar lá. Isso é um pouco além até mesmo os sonhos de ficção científica de navios geração e ‘Cryostasis’. E: todas as observações que fizermos será de como o planeta era há 600 anos atrás.

600 anos-luz podem parecer muito, mas é tempo mínimo em termos astronômicos, mesmo que levasse milhões de anos para viajar até Kepler 22b na nossa velocidade atual. Se já fomos capazes de construir uma máquina que viaja perto da velocidade da luz, é possível sobreviver e viajar para Kepler 22b, pois, de acordo com a Teoria da Relatividade de Einstein, os viajantes sentiriam menos, cerca de 24 anos.

Alguns blogueiros têm mostrando suas ideias sobre as viagens espaciais, alguns levando menos a sério do que outros.

Eight Days to Amish, um blog feito pelo escritor freelancer Chris Rodell, escreve [en]:

I’m sure the Republicans thought, “Hallelujah! Now, there’s a place the lousy Democrats can Occupy for as long as they want!”

The Democrats thought, “You can bet greedy Republicans are already packing their Louis Vuitton suitcases, drilling rigs and barrels of Halliburton fracking liquids to exploit yet another pristine wilderness before Obama declares it off-limits.”

“Tenho certeza de que os Republicanos pensaram: “Aleluia! Agora existe um lugar onde os torpes Democratas possam ocupar durante o tempo que quiserem!”

Os democratas pensaram: “Você pode apostar que os Republicanos gananciosos já estão a fechar suas malas Louis Vuitton, máquinas de perfuração e barris da Halliburton Fracking para explorar ainda mais o deserto de Pristine antes de Obama declará-lo fora dos limites.”

Advocatus Ateu, um blog de Tristan D. Vick, um professor de Inglês no Japão, é mais esperançoso sobre a comunicação com Kepler-22b, caso abrigue uma civilização capaz de comunicação espacial. Ele sugere [en] a construção de um buraco de minhoca [en] (um atalho hipotético através do espaço-tempo), o que tornaria possível a comunicação. Ele admite, no entanto, que sua sugestão só é possível teoricamente.

Vick conclui o que parece ser um bom sumário da lição sobre Kepler-22b:

Regardless of whether or not we could ever make first contact with an alien race, it seems to me that Kepler 22B represents a dream which all people share–the dream of adventure, of interstellar travel, and of being a part of history. It seems to me, we may already be witnessing history in the making and not even truly be aware of it.

Independentemente de existir ou não, poderíamos fazer o primeiro contato com uma raça alienígena, me parece que Kepler 22b representa um sonho que todas as pessoas compartilham-o, sonho de aventura, de viagens inter-estrelares, e de ser uma parte da história. Me parece que já podemos estar testemunhando a história sendo feita e nem mesmo ser verdadeiramente conscientes disso.

3 comentários

  • deve ter vida nesse planeta sim mas eu torço pra que tenha vida mas que seja impossivel de conseguir chegar lá pra não distruirem mais um planeta
    cheio de poluicão ba sorte kappler 22b

  • JOnas4d

    Q otimo vamos acabar com o planeta terra e nos mudar para o kepler 22b hehe
    auhsuahushauhushuahsuhauhsuahusauhsuahushaushuahsa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • AMINATATIAGO

    hi boa max um para nos acabarMOX)brincadera),espero q as especies de vd sejam cm nos nao cm estraterrestes ou qualquer coisa sei la,acho q nos nao diviamos tar a encomodar este planeta sinao eles iram se revoltar sei la eu. Bjs boa investigacao hihihihihihihihihihihihi……TADinhO DOS ESTUDANTES MX UM PARA ESTUDAR….fALO apartir de ANGOLA

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.