Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Índia: Ministro da Saúde Gera Polêmica Sobre Sexo Gay

Este post é parte da nossa cobertura especial Desenvolvimento Global 2011.

O ministro da saúde da Índia, Ghulam Nabi Azad, provocou polêmica e irritou a comunidade gay e os ativistas dos direitos dos homossexuais com seus recentes comentários numa conferência de HIV/AIDS em Nova Deli. Azad foi amplamente citado nos meios de comunicação nacionais e internacionais ao ter se referido à homossexualidade como “anormal” e uma “doença” que veio do Ocidente e infelizmente está se espalhando rápido pelo país.

O consequente alvoroço logo forçou o ministro a lançar um esclarecimento em relação aos comentários. Ele culpou a mídia [en] por tê-lo citado errado e declarou que estava se referindo ao HIV como uma doença e não fazendo julgamento sobre orientação ou preferência sexual.

U.S. Secretary of Health and Human Services and Indian Minister of Health and Family Welfare Ghulam Nabi Azad. Image by U.S. Embassy New Delhi (CC BY-ND 2.0)

A secretária de saúde e serviços humanos dos Estados Unidos e o ministro indiano da saúde e bem-estar familiar, Ghulam Nabi Azad. Imagem feita pela Embaixada de Nova Deli (CC BY-ND 2.0)

Apesar do esclarecimento de Azad (que muitos não engoliram), seus polêmicos comentários iniciais logo se tornaram virais e geraram muito burburinho, não apenas dentro do país, mas também internacionalmente. Alguns chegaram até a fazer comparações entre a controversa teoria relacionada à AIDS proposta pelo ex-presidente sul-africano Thabo Mbeki em 2000.

Michel Sidibé, diretor executivo da UNAIDS, estava presente quando Azad fez os comentários. A UNAIDS prontamente lançou uma declaração à imprensa, divulgando sua posição na questão da homossexualidade e condenando a homofobia como ‘preconceito’. Ao dizer que aqueles comentários não estão alinhados à política do país, Sidibé observou:

India’s rich tradition of inclusivity and social justice must include men who have sex with men and transgender people

A rica tradição indiana de inclusão e justiça social deve incluir homens que fazem sexo com homens e transgêneros

O burburinho foi ainda mais evidente online – no Twitter, blogs, fóruns, Facebook etc. As reações foram variadas, indo do humor à raiva total, além de pedidos para que Azad fosse destituído.

Tanto o ministro da saúde quanto sua suposta gafe gay logo passaram a ser alvo das zombarias no Twitter. Os comentários eram geralmente cheios de sarcasmo. Alguns exemplos:

@YearOfRat: Health Minister, Ghulam Nabi Azad clearly blames Manoj Kumar for bringing ‘admi hoon admi se pyar karta hoon’ disease from Pashchim (West). [Funny reference to an old Hindi film song from the 1970s, whose lyrics when literally translated, says – I am a man who loves men]

@YearOfRat: O ministro da saúde Ghulam Nabi Azad claramente culpa Manoj Kumar por trazer a doença ‘admi hoon admi se pyar karta hoon’ do Pashchim (Ocidente). [Referência cômica à música de um antigo filme hindu dos anos 1970, cuja letra, quando traduzida literalmente, diz: Eu sou um homem que ama homens]

@gkhamba: Breaking: Ghulam Nabi Azad outlaws homosexuals from eating Naturals Ice Cream.

@gkhamba: Urgente: Ghulam Nabi Azad proíbe homossexuais de tomarem Naturals Ice Cream [rede de sorveterias da Índia].

@rameshsrivats: So, is Ghulam Nabi Azad okay if homosexuals take medical leave to go have sex? #JustAsking

@rameshsrivats: Então, fica tudo bem pro Ghulam Nabi Azad se os homossexuais tirarem licença médica pra ir fazer sexo? #JustAsking [#SóPerguntando]

@meradelhii: All's not gay after Ghulam Nabi Azad homophobic barb http://bit.ly/qHs27x

@meradelhii: Nem tudo é alegre [gay] depois das farpas homofóbicas de Ghulam Nabi Azad http://bit.ly/qHs27x

@sunilea: BREAKING: Will bring a bill to change the name of human species to Hetrosapiens ~ Ghulam Nabi Azad

@sunilea: URGENTE: Projeto de lei vai alterar nome da espécie humana para Heterosapiens ~ Ghulam Nabi Azad

@Roflindian: Ghulam Nabi Azad probably has finished reading the newspapers by now. At the moment, he must be quite Glum Nabi

@Roflindian: Ghulam Nabi Azad provavelmente parou de ler jornais por enquanto. Nesse instante, ele deve estar quase Glum [abatido] Nabi

@madversity: Someone who has both Ghulam (slave) and Azad (free) in his name should not be complaining about people who swing both way.

@madversity: Alguém que tem tanto Ghulam (escravo) quanto Azad (livre) no mesmo nome não devia estar reclamando de gente que oscila pra ambos os lados.

@khairyalonto: He must be very welcome in new york RT @TIME: India's health minister derided homosexuality as an unnatural “disease” from the West.

@khairyalonto: Ele deve ser muito bem recebido em Nova Iorque RT @TIME: Ministro da saúde da Índia ridiculariza a homossexualidade como uma “doença” anormal do Ocidente.

Entretanto nem todo mundo estava vendo graça nos comentários do ministro e naquela situação embaraçosa. Muitos tuiteiros acharam que os comentários foram na verdade doentios, retrógrados e fediam à ignorância, senão a completo preconceito.

@kirankarlmarx: Ghulam Nabi Azad's comments on homosexuality reeks of a hangover of an Self-righteous Victorian attitude. Good that he has disowned them

@kirankarlmarx: Os comentários de Ghulam Nabi Azad cheiram a resquícios de uma atitude moralista vitoriana. Que bom que ele os renegou

@juhipande: Congratulations Ghulam Azad. You've invented time travel. You just took this country twenty years back in time.

@juhipande: Parabéns, Ghulam Azad. Você inventou a viagem no tempo. Acabou de fazer esse país regredir vinte anos.

@vdehejia: Ghulam Nabi Azad's comments today were reprehensible and shocking, coming as they do from the Health Minister. Truly shocking.

@vdehejia: Os comentários de Ghulam Nabi Azad hoje foram repreensíveis e chocantes, vindos como vêm do ministro da saúde. Verdadeiramente chocante.

@IamOnir: Mr Ghulam Nabi Azad needs urgent counseling for his regressive statement. His “unnatural” stand is dangerous for healthy democracy

@IamOnir: Ghulam Nabi Azad precisa urgente de orientação por suas declarações retrógradas. Sua opinião “anormal” é perigosa para uma democracia saudável

@calamur: Ghulam Nabi Azad's statement on homosexuality – is not about tolerance. it is about competence. Imagine a Health Minister not knowing…

@calamur: As declarações de Ghulam Nabi Azad sobre a homossexualidade não têm a ver com tolerância. Têm a ver com competência. Imagine um ministro da saúde não saber…

@PankajPachauri: Health minister Ghulam Nabi Azad calls homosexuality a disease during a conference on HIV/AIDS. Now that is really unhealthy talk.

@PankajPachauri: O ministro da saúde Ghulam Nabi Azad chama a homossexualidade de doença durante uma conferência de HIV/AIDS. Essa é mesmo uma conversa doentia

@ediedisapproves: Is this guy qualified? RT @TIME: India's health minister derided homosexuality as an unnatural “disease” from the West | http://ti.me/qe8c1k

@ediedisapproves: Esse sujeito é qualificado? RT @TIME: Ministro da saúde da Índia ridiculariza a homossexualidade como uma “doença” anormal do Ocidente | http://ti.me/qe8c1k

Muitos internautas viram esses comentários como um retrocesso nos direitos dos homossexuais e na luta contra HIV/AIDS no país. Gord Barnes, pesquisador de campo da Anistia Internacional, tuitou:

@GordBarnes: India's Health Minister’s homosexuality remarks a setback for gay rights | Amnesty International amnesty.ca/media2010.php?… #India #gayrights

@GordBarnes: Observações do ministro da saúde da Índia sobre homossexualidade, um retrocesso nos direitos dos homossexuais | Anistia Internacional amnesty.ca/media2010.php?… #India #gayrights

Nem todo mundo aceitou também os esclarecimentos posteriores do ministro. Wonderman escreveu em seu blog:

A disease? We went from sin, demons and now a disease. However Mr. Azad says he was taken out of context… Good luck with the back tracking, Boo Boo.

Uma doença? Viemos do pecado, demônios e agora uma doença. Entretanto o senhor Azad diz que foi tirado do contexto… Boa sorte ao voltar atrás, Boo Boo.

O blogueiro canadense James escreveu em seu blog:

Epic ignorance from India’s Health Minister, Ghulam Nabi Azad, was displayed Monday… How can an authoritative figure who spews out myths like this keep his job? Ahh, fiction-based politics.

A ignorância homérica do ministro da saúde da Índia, Ghulam Nabi Azad, foi exposta na segunda… Como pode uma autoridade que vomita mitos como esse manter o emprego? Ahh, política baseada em ficção.

Muitos outros blogs e sites gays também pareceram indiferentes à justificativa de Azad de que ele foi na verdade mal citado e mal compreendido. Uma petição online foi iniciada, condenando os comentários do ministro.

Curiosamente, em meio a toda essa indignação, há uma parcela dos internautas que está apoiando com calma os comentários do ministro.

@elArequipeno: to be fair to ghulam nabi azad, homosexuality is indeed unnatural in that it goes against natural urges for reproduction.

@elArequipeno: Para ser justo com Ghulam Nabi Azad, homossexualidade é de fato anormal na medida em que vai contra o impulso natural de reprodução.

@samdondagson: Health Minister Ghulam Nabi Azad is true. I hope Indian people fight against this disease.

@samdondagson: O ministro da saúde Ghulam Nabi Azad está correto. Espero que o povo indiano lute contra esta doença.

Que estes tuítes não estão sozinhos em seu apoio ao ministro fica evidente por este aqui:

@ikaveri: And now I know there are many people on my timeline who agree with Ghulam Nabi Azad.

@ikaveri: E agora eu sei que existem muitas pessoas na minha timeline que concordam com Ghulam Nabi Azad.

Entretanto outros foram rápidos em condenar estes comentários homofóbicos como retrógrados.

@juhipande: I have ppl who're tweeting to say they support the Health Minister. I was wrong.We're already in the Dark Ages. We don't need a time machine

@juhipande: Tem gente que está tuitando para dizer que apoia o ministro da saúde. Eu estava errada. A gente já está na Idade das Trevas. Não precisamos de uma máquina do tempo

Atualmente, o debate parece longe de terminar e resta ver (se haverá) qual controle de danos será empreendido pelo governo para conter/aliviar essa polêmica em curso.

Este post é parte de nossa cobertura especial Desenvolvimento Global 2011.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.