Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Chile: Manifestantes Rejeitam a Violência de Encapuzados

Estudantes chilenos protestam por reformas educacionais em passeatas, desde abril. Neste vídeo gravado e editado por David Vega, podemos ver como eles pararam um grupo de jovens de capuz e máscaras que queriam fazer barricadas e ateá-las fogo.

Mesmo que os incendiários tentassem convencer os demais de que violência era o único caminho, os estudantes usaram de argumentos racionais e gritos de guerra para dizer que quem escondia a face e apoiava a violência deveria deixar o local.

MANIFESTANTES DETÊM ENCAPUZADOS from Cinefilia on Vimeo.

É do interesse dos estudantes não dar motivos para que o governo e os militares usem de violência contra eles, como foi feito em dias anteriores. Estudantes têm sido forçosamente controlados com jatos d'água, gás lacrimogênio e até mesmo laçados como gado pela polícia montada.

Muitos chilenos estão revoltados com essa demonstração de força bruta contra os estudantes, que demandam por mudanças necessárias no sistema educacional, uma pauta que se tornou ainda mais relevante com as revoltas em Londres, que estão fazendo as pessoas repensarem desemprego juvenil e educação. O apoio aos estudantes tem sido demonstrado não apenas nas redes sociais, mas também nas ruas, com “panelaços” (chamados no Chile de “cacerolazos“), que são atos de fazer barulho com panelas, programados para todas as noites, às 21h. Podemos ver o panelaço (cacerolazo) de 4 de agosto de 2011 neste outro vídeo:

Panelaço de 4 agosto 2011, de Jonathan Bravo no Vimeo.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.