Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Macedônia: Protestos contra a Brutalidade Policial e Acobertamento de Assassinato se Espalham

Jovens macedônios e alguns intelectuais mais velhos têm protestado por cinco dias pela internet e fora dela em Skopje, exigindo que as autoridades resolvam o caso do assassinato de um jovem por um policial que servia de guarda-costas para um oficial de alto escalão durante as passeatas pós-eleições [en] do partido de situação. Na sexta-feira, jovens de outras cidades, como Bitola, Strumica, e Kochani, tomaram as ruas também.

Atualmente, as hashtags mais comuns no Twitter incluem #Martin, #protestiram (ou “Eu protesto”) e #Bitola.

Vnukot tem fornecido, em inglês, uma cobertura consistente e de alta qualidade dos protestos nas ruas (Dia 1 [en], Dia 2 [en], Dia 3 [en], Dia 4 [en]). Com sua permissão, o Global Voices republica seu artigo do Dia 5 [en]:

Protests against police brutality that started following the murder of Martin Neshkoski, continued today, this time in several cities in Macedonia.

Most people gathered in Skopje, where the street cops estimated that more than 3,000 people were attending. The number might be slightly higher, but after the footage that was made, no one can deny the massive protests.

Protestos contra a brutalidade policial, iniciados após o assassinato de Martin Neshkoski, continuam hoje, desta vez em várias cidades da Macedônia.
Maioria das pessoas reunidas em Skopje, onde os policiais estimaram haver mais de 3.000 pessoas presentes. O número pode ser um pouco superior, mas, após a foto ter sido tirada, não se pode negar que o protesto fora massivo.

De acordo com a A1 TV [mk], o irmão e os amigos da vítima, Martin Neshkovski, também se uniram ao protesto, carregando sua foto.

Mais fotos em alta qualidade dos protestos em Skopje, sob a licença Creative Commons, estão disponíveis no perfil do Flickr de FOSIM.

Right behind Skopje is Bitola, with an impressive number of people that gathered in the name of putting an end to police brutality. The good people of Strumica and Kochani gave their symbolic contributions to the cause.

[“Logo atrás de Skopje está Bitola, com um número impressionante de pessoas reunidas em prol de se acabar com a brutalidade policial. O bom povo de Strumica e Kochani deu sua contribuição simbólica à causa.”]

The constant attempts to discredit and belittle the protests (by politically coloring them) by the pro-government media were met with a counter strike by the protesters. They wrote: “We are not a political party”, “Life > political party” etc. At the end of the protest, in front of the Parliament of the Republic of Macedonia, the crowd shouted: “In the parliament, you're all the same!”

[“As tentativas constantes de desacreditar e minimizar os protestos (politicamente dando outra conotação a eles) por parte da mídia pro-governo encontrou uma revanche dos protestantes. Eles escreveram: ‘Não somos um partido político’, ‘A vida é maior que um partido político’ etc. Ao final do protesto, em frente ao Parlamento da República da Macedônia, a multidão gritou: ‘No parlamento, vocês são todos iguais!'”]

On day 5 of the protests, not only did other cities in Macedonia rise to the occasion, but the young people of Skopje started to escape the apathy, slowly but surely.

[“No dia 5 de protestos, não somente outras cidades da Macedônia se levantaram para a ocasião, mas também os jovens de Skopje começaram a sair da apatia, vagarosamente, mas certamente.”]

At the beginning of the protests, Martin's brother and friends were in the crowd. They were too much grief stricken to be able to go on further than the place were he was brutally murdered.

[“No início dos protestos, o irmão de Martin e seus amigos estavam n multidão. Eles estavam muito abalados para conseguirem ir além do lucal onde ele fora brutalmente assassinado.”]

At one point, out of nowhere, a small group of young men appeared with masked faces. In order to disable them to turn the protests violent, a greater number of people filmed them.

[“Em um momento, vindos do nada, um pequeno grupo de jovens mascarados apareceu. Para evitar que eles tornassem os protestos violentos, um grande número de pessoas os filmou.”]

Common sense prevailed throughout the day, despite of all emotions, despite of the huge number of people. The protest went on as it was planned – peacefully.

[“O senso-comum prevaleceu durante o dia, apesar da comoção, apesar do grande número de pessoas. O protesto prosseguiu como planejado – pacificamente.”]
A new symbol arose on day 5 – black flags that were put up on poles and waved in the crowd, as a reminder of the meaningless end of a young life.
[“Um novo símbolo surgiu no dia 5 – bandeiras negras que foram hasteadas em postes e brandidas pela multidão, como um lembrete do fim sem sentido de uma vida jovem.”]

This time, a lot more streets were covered with the steps of the protesters (over 6 kilometers), and throughout the day, the initial symbol was kept – sitting down on every intersection, blocking it and paying respects with a minute of silence.
[“Desta vez, muito mais ruas foram cobertas pelos passos dos protestantes (mais de 6 quilômetros), e por todo o dia o símbolo inicial foi mantido – sentar-se em cada esquina, bloqueando-a e prestando uma homenagem com um minuto de silêncio.”]

In the meantime, the number of foreign media covering the protests grows by the minute…
[“Enquanto isso, o número de veículos internacionais cobrindo os protestos aumentou a cada instante.”]

The protest ended in front of the Parliament of the Republic of Macedonia.

[“O protesto acabou em frente ao Parlamento da República da Macedônia.”]

Day 5 of protests in Skopje – Macedonia awakens! from Dejan Velkoski on Vimeo.
[“Dia 5 de protestos em Skopje, na Macedônia, se levanta!, por Dejan Velkoski no Vimeo.”]

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.