Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Arábia Saudita: Mulher presa por conduzir veículo

Há uma semana, uma mãe saudita conduzia o seu carro em Jeddah com a intenção de levar os filhos para a escola. A 22 de maio de 2011, uma outra mulher saudita, Manal Al-Sharif conduzia a sua viatura acompanhada pelo irmão, pelo filho e por Wajeeha Al-Huwaider, famosa defensora dos direitos das mulheres sauditas. No dia anterior, Al-Sharif tinha colocado no YouTube um vídeo dela a conduzir.

Manal Al-Sharif foi detida, depois foi liberada sob fiança, mas a polícia prendeu-a novamente mais tarde, em sua casa, quando já era meia-noite.

O Twitter foi inundado por mensagens de internautas em prol desta nova heroína, que alguns descreveram como a nova Rosa Parks (famosa activista dos direitos civis afro-americanos).

Picture of Manal Al-Sharif taken from her Twitter account.

Picture of Manal Al-Sharif taken from her Twitter account.

O blogueiro saudita Ahmed Al-Omran (@ahmed) escreveu:

@ahmed: Is this the moment? Rosa Parks : 1955 :: Manal al-Sharif : 2011 #saudi #women2drive

@ahmed: É este o momento? Rosa Parks : 1955 :: Manal al-Sharif : 2011 #saudi #women2drive

O saudita Omar Johani (@omar9944) escreveu um tweet na noite passada comentando a proeza de Al-Sharif:

@omar9944: An unsung hero in Manal's saga, her bro! Accompanied her when she drove, had his wife babysit Manal's son. Saudi guys #TakeNote#FreeManal

@omar9944: O irmão dela é um heroí não celebrado na saga Manal! Acompanhou a irmã quando conduzia, deixou a esposa dele tomado conta do filho de Manal. Caras sauditas. #TakeNote#FreeManal

A famosa colunista e activista Mona ElTahawy (@monaeltahawy) escreveu no seu tweet sobre o caso de Manal. E voltou a deixar várias opiniões, salientando que chegara o tempo das mulheres na Arábia Saudita ganharem força:

@monaeltahawy#ManalAlSharif was arrested at 4 am without an arrest warrant. Her “crime”? Driving while female. #Saudi #Women2Drive #FreeManal

@monaeltahawy: #ManalAlSharif foi detida às 4 da manhã sem um mandato de prisão. O “crime”? Mulher ao volante. #Saudi #Women2Drive #FreeManal

Mona criticou igualmente os inimigos dos direitos das mulheres na Arábia Saudita:

@monaeltahawy#Saudi royals & ultra-conservative clerics claim society “not ready” 4 women to drive. More like royals, clerics not ready 4 women's rights

@monaeltahawy: #Saudi a realeza e os clérigos ultra-conservadores alegam que a sociedade “não está pronta” para deixar as mulheres conduzirem. O mais certo seria dizer que a realeza e os clérigos não estão prontos para os direitos das mulheres.

Fouz Abdullah (@FouzAbd), jovem tuiteira Saudita, escreveu sobre Manal e o direito legítimo que as mulheres têm de conduzir, alertando a polícia religiosa sobre a guerra que lançaram contra as mulheres:

لا نحتاج الى وصي او رقيب لكي نحافظ على عفتنا وشرفنا. ارحلوا #haya'a

@FouzAbd: Não precisamos de guardiões ou de alguém que nos vigie para que mantenhamos a nossa pureza ou honra. VÃO-SE EMBORA.

Rana Al-Abdulrazaq (@ranati01), também no Twitter, também demonstrou solidariedade com Manal Al-Sharif dizendo:

ما قامت به منال الشريف اليوم هو شجاعة حقيقية .. امرأة تصارع ارثا مثقلا من الجهالة والموروث الذكوري المجحف

@Ranati01: O que a Manal Al-Sharif  fez hoje requer muita coragem… Uma mulher que luta contra a tradição da ignorância e da masculinidade.

Uma outra mulher Saudita, Nawwarah Ashad (@nawwarah82), fez troça da declaração da sociedade que afirma que as mulheres sauditas são “rainhas” e portanto não deveriam trabalhar nem conduzir, devendo sim ficar em casa e servir a família:

@nawwarah82: how am i a #queen in saudi when a queen “rules” a country while i can't even vote on a municipal election & need a guardian to rule myself!

 @nawwarah82: como sou #rainha na Arábia Saudita, se uma rainha “rege” um país ao passo que eu nem sequer posso votar na eleição municipal e preciso de um guardião para governar a mim mesma!

A tuiteira egípcia Maha Hosny (@Maha114411) escreveu sobre a importância do feito de Manal antes de ter sido presa, afirmando:

منال خرجت من السجن بس دخلت التاريخ و هى فعلا تستحق الاحترام و لن يضيع حق وراءه مطالب ده ابسط الحقوق فى ايه؟؟ #manalalsharif

@Maha114411: a Manal saiu da prisão mas entrou para a História. Ela merece respeito. Um direito que faz lutar mulheres como esta, não será em vão. Este é um dos direitos mais básicos, porquê! #manalalsharif

Abdulaziz Al-Alami (@AzizAlAlami) comentou sobre a detenção de Manal:

@AzizAlAlami: Manal taken from her house in the Aramco camp in the middle of the night to the station. Right,thats how you treat a queen #Saudi #FreeManal

  @AzizAlAlami: a Manal foi tirada de casa no campo de Aramco a meio da noite directamente para a esquadra. Vê-se mesmo que é essa a forma de tratar uma rainha #Saudi #FreeManal

Outra twitteira Saudita, Heba Al-Butairi (@H_eba), que tem estado activamente online em defesa dos direitos das mulheres sauditas, escreveu sobre Manal dizendo:

@H_eba: #FreeManal Took a turn from the oppressive to the INSANE! Dragging her out of of her house in the middle on the night? She's not a terrorist

@H_eba: #Libertem a Manal Houve uma reviravolta que passou do opressivo para a INSANIDADE! Arrastá-la de casa a meio da noite? Ela não é nenhuma terrorista

Khuloud Al-Fahad (@Khulouds), outra activista online, demonstrou apoio a Manal Al-Sharif:

القبض على منال بهذه الطريقة هو لإرهابنا من الخروج للقيادة وتخويف أولياء أمورهن وبث الرعب في نفوسهم لكن ماقامت به منال خلق مليون منال

@Khulouds: Eles prenderam a Manal daquela forma para nos aterrorizarem, para assustarem os nossos pais e com isso nos impedirem de conduzir, mas a proeza da Manal criou outras mil como ela

A romancista Badriya Al-Bishir (@badryahalbeshr) também escreveu no seu Twitter como forma de apoio a Manal aproveitando para criticar a detenção:

من الذي خالف؟ منال خالفت القانون أم القانون خالف منال؟ وكيف يستوي قانونا لا يساوي بين المواطنات والمواطنين

@badryahalbeshr: Quem quebrou as leis? Foi a  Manal a quebrar as Leis ou foram as Leis a quebrarem a Manal? Como se podem justificar as leis se estas não são aplicadas equitativamente entre cidadãos de ambos os géneros?

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.