Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Iêmen: Milhões Protestam na Sexta-Feira da Última Chance

Este post é parte da nossa cobertura especial dos Protestos no Iêmen em 2011 [en].

Segundo relatos, milhões de protestantes lotaram as praças de Sanaa e Taiz, clamando pelo fim do regime de Ali Abdulla Saleh. Sob o mote de Last Chance Friday, ou “A Sexta-Feira da Última Chance”, os protestantes estavam dispostos a expulsar Saleh, que governa o Iêmen há 32 anos.

A semana toda serviu de apoio para ampliar os protestos massivos de sexta-feira, que não decepcionaram os observadores. Estima-se que aqueles que tomaram as ruas em protesto contra o regime estejam na casa das centenas de milhares.

Do Iêmen, @al3ini compartilha [en] uma foto que mostra milhares de pessoas na capital Sanaa:

Relatos de milhões na Rua 60, na capital iemenita Sanaa

Relatos de milhões na capital iemenita Sanaa

Ele tuíta:

Have a look! This is the last chance Friday in #Sanaa #YEMEN #YF http://t.co/d7KxNZA

Deem uma olhada! Esta é a Sexta-Feira da Última Chance em #Sanaa #Iêmen #IL (ou, “Iêmen Livre”) http://t.co/d7KxNZA

Em Dubai, Iyad El-Baghdadi acrescenta [en]:

Wow – Taiz protests in #Yemen are now “about a million” in size!

Wow – os protestos em Taiz no #Iêmen estão agora com “cerca de um milhão” em tamanho!

E Muna, do @ArabsUnite (ou Árabes Unidos), compartilha esta fotografia de mulheres protestando no Iêmen e escreve:

Sanaa's Women — Young and old out. #Yemen wants #Saleh to LEAVE http://twitpic.com/4o13ak

Mulheres de Sanaa — Jovens e idosas nas ruas. O #Iêmen quer que #Saleh SAIA http://twitpic.com/4o13ak

A jornalista Iona Craig, que reporta do Iêmen, tuitou [en]:

Protesters left Change Sq. for “Last chance Friday” prayers & took to 60m road, spreading for more than a mile: http://bit.ly/e7DfFE #yemen

Protestantes deixaram a Praça da Mudança para a “Sexta-Feira da Última Chance” e rumaram à Rua de 60 Metros, se espalhando por mais de uma milha: http://bit.ly/e7DfFE #iêmen

E em seu blog blog [en], ela posta uma seleção de fotografias da sexta-feira e alguns comentários:

For the first time anti-government protesters left the tented sit-in for “Last chance Friday” prayers and took to the major six-lane highway of 60 meter road, spreading for more than a mile.

Down the road President Saleh once again addressed thousands of his supporters in the now regular rival protests in the capital.

Pela primeira vez protestantes anti-governo deixaram seus acampamentos da “Sexta-Feira da Última Chance” e rumaram para a enorme avenida de seis faixas, a Rua de 60 Metros, espalhando-se por mais de uma milha.

Ao final da rua, o presidente Saleh mais uma vez enviou milhares de seus apoiadores para os protestos rivais agora regulares na capital.

E então surgem notícias de mortes, como esperando sempre que há protestos. Yemen Revolution, ou “Revolução do Iêmen”, tuíta [ar]:

#yemen حجه : سقوط أول شهيد وأسمه : عبدالحميد حزيت وعمرة 15 سنه رحمه الله عليه http://fb.me/LFVgYEVe
Hujja: O primeiro mártir cai. Seu nome é Abdulhameed Huzait e ele tem 15 anos de idade. Que Deus tenha piedade dele.

De Sanaa, alymene1 compartilha este vídeo
dos protestos de sexta-feira:

 

E no Twitter, Hamoud Saleh envia link para o mesmo vídeo e comenta [ar]:

قرابة 2 مليون في شارع الستين يرددون بصوت واحد: الشعب يريد إسقاط النظام – youtube.com/watch?v=fKWzWE… #Yemen #Egypt #Libya #Syria #Tunisia
Cerca de dois milhões de pessoas na Rua 60, cantando em uma voz: o povo quer depor o regime

De Al Baida, no Iêmen, Albaidanews compartilha este clipe das orações de sexta-feira, mostrando incontáveis protestantes:

Enquanto isso, egyps compartilha um vídeo da Al Jazeera, da Rua 70 em Sanaa, mostrando Saleh falando a apoiadores no local, dando as boas-vindas ao plano do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês) para uma transição de poder que durará 3 meses. O plano dá a Saleh, à sua família e a seu pessoal de confiança imunidade contra processos.

O Conselho de Cooperação do Golfo é composto por Bahrain, Arábia Saudita, Kuwait, Qatar, Omã e os Emirados Árabes Unidos.

Este post é parte da nossa cobertura especial dos Protestos no Iêmen em 2011 [en].

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.