Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Líbia: Benghazi se Levanta contra Gaddafi

Esta postagem faz parte de nossa cobertura especial Levante na Líbia em 2011 [en].

Agências de notícias e pessoas no local reportaram [en] que o exército líbio atirou em manifestantes que protestavam em Benghazi contra o regime de 42 anos de Muammar Al Gaddafi. Localizada a 1.400km a leste de Trípoli, na costa mediterrânea, Benghazi é a segunda maior cidade do país.

Atualizado: Fragmentos de relatos vindos de Benghazi e de outras partes do país mostram que o número de protestantes mortos está crescendo. Para acompanhar os protestos na Líbia (e as reações do governo), veja este mapa [en] criado por @Arasmus a partir de “contas do Twitter confiáveis” para minimizar a falha na comunicação, uma vez que a mídia independente da Líbia é escassa.

Informações recentes pelo Twitter:

@ShababLibya: Confirmation now, that various brigades of the libyan army is now joining protesters to fight #gaddafi #Libya #Feb17

Confirmado agora, várias brigadas do exército líbio agora estão se juntanto aos protestantes para lutar #gaddafi #Líbia #17DeFevereiro

@Arasmus: AlJazeera reporting doctors re civilian injuries in #Benghazi #Libya indicate “Absolutely a shoot-to-kill policy” http://goo.gl/xm6fV #feb17

AlJazeera reporta que médicos estão tratando ferimentos dos civis em #Benghazi #Líbia indicam uma “política absolutamente de atire para matar” http://goo.gl/xm6fV [en] #Feb17

@SultanAlQassemi: Inside source now says that 150 deaths today in intense fighting. There is one single brigade in Benghazi with Saadi Gaddafi protecting him.

Uma fonte interna diz que houve 150 mortes hoje em luta intensa. Há apenas uma brigada em Benghazi com Saadi Gaddafi os protegendo.

@shaistaAziz: AJE: A doctor in a #Benghazi says state security buildings have been burnt down by protesters.15 bodies received by the hospital #Libya

AJE [AlJazeera]: Um médico em #Benghazi diz que os prédios de segurança do Estado foram incendiados pelos protestantes. 15 corpos recebidos pelo hospital #Líbia

@abduBREAKING: Al-Fadhil Brigade building in #Benghazi has fallen. This is the last base and the ppl are in control of Benghazi. #Libya

ÚLTIMA: O prédio da brigada de Al-Fadhil em #Benghazi caiu. Está e a última base e o povo está no controle de Benghazi. #Líbia

@Gheblawi: Medical Supplies are needed urgently in #Benghazi and all other cities in east of #Libya spread the word

Precisa-se de materiais médicos urgentemente em #Benghazi e em todas as outras cidades no Leste da #Líbia Espalhem a informação

Rumores se espalharam dando conta de que o governo tenha usado mercenários estrangeiros para atacar protestantes. Um vídeo colocado no YouTube no sábado, 19 de fevereiro, supostamente mostra líbios carregando o corpo de um mercenário morto, que acreditam ser originário da África sub-saariana, possivelmente do Chade.

Naquele dia, mais cedo, o blog da CNN reportou [en] o relato de um médico à agência de notícias dando conta de que helicópteros estavam sobrevoando as manifestações e que atiraram nos manifestantes, ferindo “centenas”.

É impossível verificar os relatos no solo. As reações pelo Twitter estão acontecendo em meio a esta situação volátil:

@iyad_elbaghdadi: Confirmed: Snipers in helicopters shooting randomly in #Benghazi #Feb17 #Libya

Confirmado: atiradores de elite em helicópteros disparando aleatoriamente em #Benghazi #Fev17 #Líbia

@abdu: Ahmed from Benghazi says the army is now coming into #Benghazi and people are afraid of a massacre coming up

Ahmed de Benghazi diz que o exército agora está chegando a #Benghazi e as pessoas estão com medo de que um massacre esteja se aproximando

@EnoughGaddafi: Horrific Violence visited on Libyans by regime, foreign mercenaries attacking protesters and people in their homes in #Benghazi #Libya

Terrível violência aplicada aos líbios pelo regime, mercenários estrangeiros atacando protestantes e as pessoas em suas casas em #Benghazi #Líbia

@Libyan4life: CONFIRMED: Jala Hospital has no more rm for dead, bodies lined up outside of hospital, helicopters shooting over #Benghazi

CONFIRMADO: O Hospital de Jala não possui mais espaço para os mortos, corpos enfileirados do lado de fora do hospital, helicópteros atirando sobre eles #Benghazi

@iyad_elbaghdadi: Reports that over 200 dead near Fadhil camp in #Benghazi now! #Libya

Relatos de mais de 200 mortos próximo ao acampamento Fadhil em #Benghazi agora! #Líbia

Na sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011, o Comitê de Proteção a Jornalistas disse [en] que as autoridades líbias bloquearam o site da Al-Jazeera e trancaram sua transmissão via satélite. O governo também restringiu [en] o acesso ao Facebook e ao Twitter. A revista Foreign Policy reportou [en] que protestantes dominaram uma estação de rádio.

Este vídeo, posto no ar na sexta-feira, 18 de fevereiro, mosta protestos em Benghazi contra o regime de Muammar Al Gaddafi.

Al Jazeera em inglês colocou este vídeo na internet mostrando protestantes em Benghazi durante a noite de 18 de fevereiro.

Líbios têm protestado desde fevereiro contra o presidente Gaddafi e seu governo. Os protestos começaram com demonstrações contra o que os chamados governantes corruptos do país.

Continue acompanhando a cobertura dos eventos na Líbia.

Esta postagem faz parte de nossa cobertura especial Levante na Líbia em 2011 [en].

2 comentários

  • Carlos Humberto de Carvalho Neto

    Oque acontece na Líbia é Golpe de Estado, so quem não quer ver isso são os amantes de Americanos Syonistas, que inclusive nunca enchergam nada que va de conta os crimes de IsraEUA.

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.