Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Japão: Vídeos do terremoto feitos pelos cidadãos

Esse post é parte da nossa cobertura especial sobre o Terremoto no Japão em 2011.

Há de se admirar que uma pessoa tenha a presença de espírito de manter uma câmera ligada enquanto o chão está tremendo debaixo de seus pés. Vídeos gravados pela população na sexta-feira, 11 março, durante o terremoto e o tsunami que causaram uma grande devastação em muitas partes do Japão estão por toda parte no YouTube. Entre todos os que foram compartilhados online, veja aqui alguns exemplos.

O dia do grande terremoto

Os funcionários de um supermercado em Tóquio seguram as prateleiras durante um terremoto que durou mais de um minuto.

Quando o terremoto sacode essa casa, as pessoas dentro dela correm para a rua.

Estas pessoas assistiam ao tsunami que engoliu o Porto de Iioka, na província de Chiba, a partir de uma área mais elevada.

Na estação de Shinjuku, em Tóquio, em 11 de março, as pessoas que não conseguiram chegar em casa após o terremoto fizeram esse vídeo.


Dois dias depois

Após o terremoto, em 13 de março, um homem fez um levantamendo d​​os danos em Iioka, província de Chiba, e disse: “É como se uma onda houvesse passado pela cidade”.

Esse post é parte da nossa cobertura especial sobre o Terremoto no Japão em 2011.

Tomomi Sasaki fez as traduções do Japonês.

1 comentário

  • Estou muinto triste com o que acoteceu,mas irei fazer o pessível para ajudá-los lá. o que posso fazer orar por estas pessoas para o Senhor Jesus interseder ao pai que é Deus ,mas também o pq desse tsunami é pq é uma das alertas de que Jesus está voltando em Breve.
    ELE VIRÁ MUINTO EM BREVE!!!
    BY: juliana
    Obrigada por as suas atenção..!

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.