Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Egito: Blogueiro Wael Abbas é preso e depois solto pelo Exército

Este post faz parte de nossa cobertura especial dos Protestos no Egito em 2011.

O famoso blogueiro egípcio Wael Abbas, que tem desempenhado papel fundamental na revelação de ações policiais de tortura e brutalidade, ficou detido por cerca de uma hora no dia 04 de fevereito – provocando preocupação em internautas pelo mundo todo. Entre os que foram detidos no dia 03 de fevereiro, estava o blogueiro Sandmonkey, a caminho de dispensar ajuda médica na Praça Tahrir.

Egyptian blogger Wael Abbas. Image by Hossam el-Hamalawy (CC BY-NC-SA 2.0)

Blogueiro egípcio Wael Abbas. Image de Hossam el-Hamalawy (CC BY-NC-SA 2.0)

O tweet de Abbas, “preso pelo exército”, foi rapidamente recebido por pessoas de esquerda, direita e centro, e fez com que amigos se jogassem ao chão num frenesi.

Desde então, Abbas foi libertado, mas sente-se confuso por estar sendo parado [en] “em cada um dos pontos de verificação,” devido a ele e seus amigos serem suspeitos de serem estrangeiros [ar]. O governo egípcio intensificou a guerra contra os jornalistas, com  repressão concentrada sobre ativistas políticos e de direitos humanos e a imprensa internacional. O intuito era de um lado, deixar sem liderança os manifestantes, e de outro, impor o silêncio à Imprensa. Da mesma forma que em todas as suas tramas até agora, este tiro também saiu pela culatra, e o clima era de júbilo no dia 04 de fevereiro, com os milhões de manifestantes marchando o dia todo e conclamando a saída de Mubarack do poder.

Como muitos ativistas digitais,  Abbas continuou a transmitir ao vivo as manifestações deste dia 04 de fevereiro,  no bambuser. Seus vídeos podem ser vistos aqui [en].

Aqui, algumas das reações no Twitter, depois que a detenção do Abbas foi divulgada:

@OuiamY: Youth protest leader Wael Abbas and Michael Nabil arrested. Is this the freedom that Mubaraks regime promised? #jan25 #tahrir

@OuiamY [en]: Os jovens líderes dos manifestantes, Wael Abbas e Michael Nabil, foram presos. É esta a liberdade que o governo do Mubarak prometeu? #jan25 #tahrir

@RamyYaacoub: Breaking News: It seems that blogger Wael Abbas (@waelabbas) has been arrested by the army #Egypt #Jan25

@RamyYaacoub [en]: Furo de Reportagem: Parece que o blogueiro Wael Abbas (@waelabbas) foi preso pelo exército #Egito #25Jan

@ahmed: Wael Abbas (@waelabbas) just tweeted that he was arrested by the army! #Egypt #Jan25

@ahmed [en]: Wael Abbas (@waelabbas) acabou de tuitar que ele foi preso pelo exército! #Egito #25Jan

Com o passar do tempo, mais tweets continuaram a surgir aos montões:

@ghazamfar: #Egypt: Arrested Blogger Wael Abbas OK — 5 Others With him — May Be In Military Police Custody http://tinyurl.com/6egmefh #Jan25

@ghazamfar [en]: #Egito: Preso Blogueiro Wael Abbas OK — Outros 5 com ele– Podem estar sob a custódia da Polícia Militar http://tinyurl.com/6egmefh #Jan25

E aí, então, chegaram boas notícias:

@weddady: Can someone confirm please that he is free? RT @aonahrawy: @waelabbas just released now from custody @monaeltahawy @3arabawy @ShawkattRaghib

@weddady[en]: Alguém pode confirmar, por favor, que ele foi libertado? RT @aonahrawy: @waelabbas acabou de ser solto da custódia @monaeltahawy @3arabawy @ShawkattRaghib

Perguntas também foram feitas sobre as promessas feitas contra os ataques a jornalistas e os manifestantes:

@bencnn: #Egypt press ctr denies official policy targetting journalists. “Acts of violence against journalists unacceptable, media always welcome”

@bencnn[en]: #Egito a imprensa ctr nega política oficial de perseguição a jornalistas. “Atos de violência contra jornalistas inaceitáveis, a mídia é sempre bem-vinda”

@Indiffirent: Then where's Wael Ghonim & Y Was Wael Abbas arrested RT@AlArabiya_Eng Egypt's PM: the government vows not to crackdown of protesters #Jan25

@Indiffirent[en]: Então onde está Wael Ghonin & Y foi Wael Abbas preso RT@AlArabiya_Eng PM do Egito: o governo promete não reprimir os manifestantes #25Jan

Enquanto isto, a caça continua pelo executivo do Google, Wael Ghonim, que está sumido desde o dia 25 de Janeiro.

@monasosh:Search for @Ghonim continues, if you have ANY info email infoaboutwael@google.com or call +44 20 7031 3008. Let's get our friend back #Jan25
@monasosh [en]: Procura por @Ghonin continuar, se você tem QUALQUER informação email infoabourwael@google.com ou telefone para +44 20 7031 3008. Vamos conseguir trazer de volta nossa amigo #25Jan
E @ircpresident [ar] compartilha uma lista que contêm os nomes de pessoas que foram presas desde que as manifestações tiveram início no dia 25 de janeiro:
أسماء المعتقلين بعد 25 يناير منها @om_elhol @nadeen_aboshady @waelabbas @Ghonim http://on.fb.me #Jan25
Esta é a lista daqueles presos depois do dia 25 de janeiro

Photo credit: Hossam ElHamalawy

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.