Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Tunísia: Blog do Ministro de Relações Internacionais invadido

Capa do blog do Morjane

[Todos os links levam a sites em inglês]

Talvez os internautas tunisianos não sejam os únicos a lançarem mão da Internet para reclamar e expor a situação pela qual passam… ou não.

Rumores espalharam-se como um incêndio na Internet em questão de minutos, depois que um post, supostamente escrito por Kamel Morjane em seu blog anunciou a sua renúncia do cargo de Ministro das Relações Exteriores da Tunísia.

Mas tarde descobriu-se que na verdade a carta de demissão era um trote e que o blog havia sido hackeado.

Depois que a notícia da renúncia espalhou-se, usuários do Twitter pediram cautela em se tomar o conteúdo do blog como verdadeiro, particularmente depois que a notícia de um golpe de estado na Tunísia, divulgada na quarta-feira, foi desmentida.

Na suposta carta de renúncia, Morjane teria escrito:

I declare hereby my official resignation from my function as a minister of foreign affairs at the Tunisian government. In a last effort to assume my responsabilities, I am asking the families of the tunisian martyrs to accept my sincere condoleances and my deep regret faced to their common tragedy. I assumed the fate of the Tunisian citizens, after marrying the daughter of one of Ben Ali’s first cousins, and was a member of the family and part of their clan. I am not proud of my own family, and in an honest declaration, would be ready to be judged in court at the same time as they will be. This will be my last service to the Tunisian citizens, in hope that with my resignation, citizens of Tunisia will be more graceful towards me and my family.

Venho por meio deste declarar a minha renúncia oficial da função de Ministro das Relações Exteriores do Governo da Tunísia. Como último esforço de assumir minhas responsabilidades, peço às famílias dos mártires tunisianos que aceitem as minhas condolências sinceras e o meu profundo pesar diante da tragédia que as afetou. Presumi o destino dos cidadãos da Tunísia, depois de casar-me com a filha de um dos primos de primeiro grau de Ben Ali, e fui membro de sua família e parte do clã. Não tenho orgulho de minha própria família, e declarando honestamente, estaria pronto para ser julgado em tribunal ao mesmo tempo que eles. Este será o meu último serviço para os cidadãos da Tunísia, na esperança de que com a minha resignação, os cidadãos da Tunísia serão mais graciosas para comigo e minha família.

Uma briga começou no Twitter, com alguns usuários celebrando o que eles consideraram o começo do fim para o regime de Bin Ali, enquanto outros pediam cautela – o que fez sentido especialmente depois que descobriu-se que a notícia sobre o golpe de estado que circulou na quarta feira era falsa.

Zizoo from Djerba duvidou da carta e tuitou:

It looks like the Morjane resignation is hoax. the letter in arabic contains mistakes and is poorly written

Parece que a resignação de Morjane é um hoax. a carta em árabe tem erros e é mal escrita

Marc Lynch (abuaardvark) acrescentou:

Tunisian FM Morjane resignation letters totally different in Arabic + English; waiting for someone to contact him

A carta de renúncia do primeiro ministro Morjane é totalmente diferente em árabe + inglês; aguardando alguem contactá-lo

E Brian Whitaker observou:

Morjane's blog was probably maintained by one of his staff; he may never have had access to it himself.

Provavelmente, o blog de Morjane é atualizado por um de seus funcionários; é possível que ele nem tenha acesso a ele.

Do Egito, The Arabist, se mostra céptico:

Re-reading the letter of resignation in French and Arabic, I'm getting more skeptical. He offers to be tried in a tribunal for dictatorship?

Depois de reler a carta de renúncia em francês e em árabe, estou ficando cético. Ele se oferece para ser julgado por ditadura em um tribunal?

O mesmo achou Mona Eltahawy, do Egito, que tuitou:

I hope Morjane's resignation true bec it wld b fantastic for a minister to side w the people for once. Here's wishing&hoping!

Espero que a renúncia de Morjane seja verdade, pois seria fantástico se um ministro ficasse do lado do povo para variar. De dedos cruzados!

Samira Abed ficou em dúvida:

Tunisians doubt it, for they are not used to such heroic acts from their politicians :)

Os tunisianos duvidam pois não estão acostumados com atos heroicos da parte de seus políticos :)

E o tunisiano Sami ben Gharbia ofereceu sua opinião:

logically, Kamel Morjane should resign if he wants to save his face. Ben ALi will go anyway, it's a matter of days (my 2 cents)

Logicamente, Kamel Morjane deveria renunciar. Ben ALi vai cair de qualquer jeito, é apenas uma questão de dias (minha opinião)

Na sequência da euforia inicial, os usuários do Twitter sentiram um cheiro estranho no ar, e continuaram pedindo cautela.

Eltahawi tuitou:

Twitterverse – after coup rumours of few days ago, let's slow down. We wld all like Morjane 2 hve resigned & gone but let's confirm

Twitterverso – depois dos rumores do golpe há alguns dias, vamos nos acalmar. Gostaríamos de que Morjane 2 tivesse renunciado e caído, mas vamos confirmar

Whitaker destacou:

English version of Morjane letter looks fishy to me. On balance, I reckon it's a hoax.

A versão em inglês da carta de Morjane me parece suspeita. No geral, acho que é hoax.

E o arabist confirmou que era um hoax:

via @, Tunisia's foreign ministry denies Kamel Morjane's resignation. To be continued…

via @, O Ministro de Assuntos Internacionais da Tunísia nega a resignação de Kamel Morjane. Mais em breve…

Um novo post apareceu no blog, confirmando que ele foi invadido. O post diz [Fr]:

Novo pôster no blog de Morjane

To be FREE to express ourselves,
to be informed
to publish
to surf the Web
to demonstrate
to elect our MP
to found a political part
We must UNITE and RESIST

Ser LIVRES para nos expressar,
ser informado
publicar
surfar na internet
protestar
eleger nosso primeiro ministro
fundar um partido político
Devemos nos UNIR e RESISTIR

Fique de olho na nossa cobertura sobre a Tunísia.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.