Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Janeiro, 2011

Notícias de Janeiro, 2011

31 Janeiro, 2011

Egito: Com queda do último ISP, surge medo de apagão de celular

Na sequência de um apagão quase total dos serviços de internet em 27 de janeiro, parece que o último ISP em funcionamento no Egito acaba de ser desconectado também, deixando os cidadãos totalmente sem conexão à Internet.

Catar: De Qaradawi para Mubarak: “Você é cego, surdo e mudo”

Yusuf Al Qaradawi, religioso egípcio banido do país, descreveu o presidente Hosni Mubarak como "cego, surdo e mudo", usando assim a sua influência para apoiar os manifestantes que há cinco dias seguidos protestam por uma mudança no regime.

Egito: No Twitter, procura-se Wael Ghonim

No Twitter, amigos expressam preocupação pelo desaparecimento de Wael Ghonim, blogueiro egípcio que está desaparecido deste quinta-feira, quando participava dos protestos no Cairo.

Egito: El Baradei – Amigo ou Inimigo dos Manifestantes?

Figura da oposição egípcia, Mohamed El Baradei fez uma curta visita a milhares de manifestantes anti-Mubarak, acampados na praça Tahrir, no Cairo, a poucos minutos atrás. Segue o buzz gerado pela visita:

China: 88% dos chineses confiam no governo?

Edelman, uma das cinco maiores firmas globais de relações públicas, publicou seu relatório Trust Barometer 2011 em 26 de janeiro de 2011. O relatório aponta a China como primeira no ranking mundial, com 88% de confiança, em termos de confiança...

30 Janeiro, 2011

Egito: Está o exército do lado do povo?

Na sequência de protestos em todo o Egito hoje, o Exército foi destacado [en] para fazer valer o toque de recolher durante a noite. No Twitter, a notícia foi recebida com surpresa, com relatos de que o Exército estava do...

EUA: Vozes de apoio aos manifestantes egípcios

Enquanto a resposta oficial dos EUA aos protestos no Egito é uma esperança desesperada por estabilidade, vozes americanas menos televisionadas estão apoiando os manifestantes na terra das pirâmides.

Egito: Khaled Said – Um Assassinato de Emergência por uma Lei de Emergência

Khaled Said, um egípcio de 28 anos da cidade costeira de Alexandria, foi supostamente torturado até a morte nas mãos de dois policiais que queriam revistá-lo usando a lei de emergência. Assim terminou a história: ele perguntou por alguma razão...

Egito: Protestos continuam pelo quinto dia seguido

Protestos generalizados continuam a balançar o Egito pelo quinto dia seguido, enquanto cidadãos da rede em todo o mundo continuam a observar atentamente os acontecimentos locais. Relatos dizem que milhões de manifestantes estão saindo às ruas para protestar contra o...

Síria: Internautas correm para apoiar os protestos egípcios

Enquanto continuam os protestos para derrubar o regime de Mubarak, no Egito, sírios estão correndo para ajudar os manifestantes de todas as maneiras que podem. O Damascus Bureau informou que hackers assumiram o site do diário Baladna e deixaram uma...

Egito: A solidariedade vem de todo o mundo

No sábado, em diferentes cidades em todo o mundo, pessoas se manifestaram em solidariedade com os manfestantes egípcios. Este é o apanhado de alguns vídeos das marchas colocados online.

Das Maldivas ao Egito: Uma Revolução Pode Ser Censurada?

Quando o governo egípcio decidiu por um desligamento total da Internet no país para frear os crescentes protestos anti-governo, a população das Maldivas pôde se lembrar do dia 13 de agosto de 2004, quando o governo maldivo bloqueou o acesso...

Uganda: A homossexualidade não é um conceito europeu

Maldivas: Em solidariedade com o Egito

Os protestos em curso no Egito 'eletrizaram' netcidadãos nas Maldivas. Esses levantes têm significado especial aos maldivos por trazer recordações dos protestos pró-democracia realizados há alguns anos na nação insular do Oceano Índico.

Sudão: Uma Revolução Popular Está Surgindo?

Inspirados pelos grandes protestos na Tunísia e no Egito, um grupo de ativistas sudaneses escolheu o dia 30 de janeiro de 2011 para marcar o início de manifestações pacíficas pela queda de Omar al-Bashir e seu governo. Aqui segue uma...