Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Irã: Blogueiro mais jovem a ser detido está em julgamento

O governo Iraniano não é apenas o número um quando se trata de perseguir blogueiros; também estabeleceu vários recordes: do primeiro blogueiro preso da história, ao primeiro blogueiro a morrer na prisão. Infelizmente, uma nova marca pode ser incluída à lista dos feitos repressivos do Irã: o blogueiro mais jovem a ser detido e posto em julgamento.

Repórteres sem Fronteiras (RSF) escreve [en] que o blogueiro mais jovem do mundo a ser detido, Navid Mohebbi de 18 anos, está sendo julgado a portas fechadas perante uma corte revolucionária na cidade de Amol, ao norte do país. Não foi permitido a seu advogado participar do julgamento, que começou em 14 de novembro. De acordo com a RSF, Mohebbi está sendo acusado de “atividades contrárias à segurança nacional” e de “insultar o fundador e o atual líder da República Islâmica (…) por meio de mídia estrangeira.”

Change for Equality [“Mudança por Igualdade”], um website de promoção de direitos das mulheres, informou que mais de 250 blogueiros e ativistas de direitos das mulheres e civis emitiram uma declaração exigindo a libertação imediata e incondicional de Navid Mohebbi.

Como um blogueiro jovem, Navid fala de sua vida e de suas ideias no blog. Em 2009, ele escreveu sobre fazer esportes, ir à escola, e até sobre uma pequena operação em seu nariz. “Está um pouco desviado, mas pode ficar um pouco melhor.” Navid relatou como ele e amigos haviam estudado muito para os exames de ingresso na universidade e que ele lera livros sobre desobediência civil, democracia e O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir.

Ele foi aceito na Universidade Azad de Teerã para estudar Ciência Política.

Neste momento, ele está detido na ala pública da prisão da cidade de Sari.

Em março de 2009, Navid escreveu [fa] em seu blog:

“…the intelligence office in Amol called my father and threatened me. These calls are illegal. Security forces in all countries are supposed to protect the citizens but here they are doing the opposite.

“…o bureau de inteligência de Amol convocou meu pai e me ameaçou. Essas ligações são ilegais. A forças de segurança em todos os países devem proteger seus cidadãos, mas aqui eles fazem o contrário.

Num post do inverno passado, Navid escreveu que fora detido na rua, sem motivo. Algumas horas depois, ele foi solto quando deu suas senhas de e-mail e blog. Ele também foi obrigado a comparecer para interrogatório a qualquer momento que fosse requisitado.

Navid escreveu [fa]:

The law is what your interrogator decides it to be. Your final judgment depends on Ministry of Intelligence orders rather than the country's judicial system… Then I came home and asked myself, when they will ever want to improve their behaviour.

A lei é o que o interrogador decide que seja. O julgamento depende das ordens do Ministério de Inteligência, e não do sistema judiciário do país… Então voltei para casa e me perguntei, quando é que eles vão querer mudar essa prática.

A resposta à pergunta de Navid é, infelizmente, não tão cedo.

O Irã tem uma longa história de perseguição a blogueiros e de sentenciá-los [en] a longos anos de detenção – e, em um caso, também com chicotadas.

Leia mais na Página do Irã no Threatened Voices [en].

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.