Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Costa do Marfim: Jornalistas acusados de roubo de documentos são libertados

Os três jornalistas do Le Nouveau Courrier de Abidjan presos [en] por se recusarem a revelar suas fontes foram finalmente libertados [Fr] esta noite depois de uma provação de duas semanas. A 13 de julho, Le Nouveau Courrier publicou uma reportagem sobre o comércio de exportação de café e cacau na Costa do Marfim, que provocou uma incursão policial nos escritórios do jornal. Uma vez que não encontraram os documentos em que o artigo se baseou e a equipe editorial recusou-se a entregá-los, a editora Stéphane Guédé, o editor-chefe Théophile Kouamouo [que é também bolsista do Rising Voices] e o editor Saint Clavier Oula foram levados sob custódia policial. Dois dias depois foram levados para uma cadeia, onde desde então esperaram o julgamento. Conforme citado por Rue89 [Fr], foram acusados de:

* « vol de document administratif »,
* « diffusion d'information sur un dossier judiciaire non encore évoqué à l'audience publique »,
* « révélation d'un document couvert par le secret ».

* roubo de um documento administrativo,
* publicar informação a partir de um registro legal ainda não tornado público
* revelação de um documento confidencial

Théophile Kouamouo e Saint-Clavier Oula

O Juíz teria de dar um veredito na última sexta-feira, 23 de Julho e, vários amigos, colegas e blogueiros apareceram no tribunal com camisetas de apoio aos jornalistas à venda via Facebook e boca a boca durante os dias antecedentes. Dizem as camisetas:

Front:
Liberté Fragile
Pour le journalisme d'investigation

Na frente:
Liberdade frágil
Pelo jornalismo de investigação

Back:
Pour tous ceux qui:
-n'abandonnent jamais!
-oeuvrent pour la verité!
-croient en une liberté d'expression!

Na parte detrás:
Para todos que:
-nunca desistem!
-trabalham pela verdade!
-acreditam na liberdade de expressão!

Sexta-feira, o veredito foi adiado até hoje por nenhuma razão aparente. O Comitê para a Proteção aos Jornalistas da Costa do Marfim (que também emitiu uma declaração [Fr] sobre o caso) organizou a manifestação em frente ao tribunal de Abidjan exigindo a liberdade dos jornalistas. De acordo com testemunhas da Avenue225 [Fr], os jornalistas que manifestavam refugiaram-se numa catedral próxima debaixo de ameaça física pela policia. Mais tarde, Jean-Patrick Ehouman relatou no Twitter:

à Abidjan, la police vient d'entrée dans la cathédrale pour s'en prendre aux journalistes manifestants.violation des franchises religieuses

Em Abidjan, a policia acabou de entrar na catedral para atacar jornalistas que se manifestaram. Violação de território religioso.

O blog do Le Nouveau Courrier [Fr] relatou o comportamento policial violento:

Les hommes en tenue ont arraché, au vu et au su de tous les témoins, des portables de certains confrères. L’appareil photo d’un confrère de Nord-Sud quotidien – qui a essuyé des coups de matraque et bottes des agents de police – a été confisqué par les éléments du commissaire Oré. Il a dû se battre contre la horde de policiers pour retrouver son matériel de travail.

Homens de uniforme arrancaram os celulares das mãos de certos colegas, na frente de várias testemunhas. A câmera de um colega do jornal diário Nord-Sud – que apanhou com o bastão e as botas dos policiais  – foi confiscada pelos homens sob as ordens do superintendente Oré. Teve de lutar contra um grupo de policiais para recuperar o seu material de trabalho.

Théophile Kouamouo celebrando a liberdade

Hoje esteve muita coisa em jogo e a expectativa era grande no tribunal. O processo, que levou várias horas enquanto o caso era revisto do inicio, foi tweetado ao vivo por uma defensora, Nnenna Nwakanma,  pela abertura de fontes de informação usando o hashtag #kouamouo. Ela relatou o veredito final cerca das 8 da noite, hora local:

Non coupable. Not guilty. That is the verdict. Thanks for all your support.
Verdict 2. Resell of stolen document: Not guilty
Verdict 3: Prosecutor's Comms officer stealing doc: not guilty
Verdict 4: Publishing information that is under legal process: guilty. Pay 10K USD and suspend journal for 15 days

Inocentes. É o veredito. Obrigado por todo o apoio.
Veredicto 2. Revenda de documentos roubados: Inocentes
Veredicto 3: Roubo de documento oficial de promotoria: Inocente
Veredicto 4: Publicação de Informação sob processo judicial: culpados. Pagamento de 10K USD e suspensão do jornal por 15 dias

No entanto, os jornalistas não serão libertados até amanhã de manhã. Após celebrar as boas noticias, o empresário e blogueiro local Christian Roland pergunta [fr]

pourquoi un homme libre doit il dormir encore une nuit en prison a cause de la procédure????

Porque um homem livre tem de dormir mais uma noite na prisão devido a procedimentos????

E acrescenta:

C'est décidé dans 15 jours je m'abonne au nouveau courrier

Estou decidido: daqui a 15 dias passo a subscrever o Le Nouveau Courrier

No Facebook, fotos de mensagens celebrando não paravam de chegar. Manasse Dehe, o criador do grupo “PELA LIBERTAÇÃO DE THEOPHILE KOUAMOUO E SEUS COLABORADORES” escreveu a seguinte mensagem:

Vive la liberté de la Presse. Merci, merci, merci, nous n'oublierons jamais tous ceux qui ont signé les pétitions en ligne, qui ont mis à jour leurs statuts par rapport à la libération des journalistes du nouveau courrier, et qui sont allés les voir en prison. Maintenant on parlera de tout ceci au passé. Nous avons obt…enu la victoire et c'est en partie grâce à vous !!!!!

Préparons nous à accueillir les héros du journalisme d'investigation, ceux qui mettent leurs vies en péril pour offrir aux ivoiriens l'information de qualité. Que du Bonheur ce soir au sein de la rédaction du Nouveau Courrier ce soir

Viva a liberdade de imprensa. Obrigado, obrigado, obrigado, nunca esqueceremos os que assinaram as petições online, que atualizaram o seu status online pela libertação dos jornalistas do Le Nouveau Courrier, e aqueles que foram visitá-los na prisão. Agora podemos falar sobre o que aconteceu. Ganhamos e em parte é graças a todos vocês!!!!!

Vamos preparar-nos para receber estes heróis do jornalismo de investigação, que puseram suas vidas em risco para oferecer informação de qualidade aos cidadãos da Costa do Marfim. Esta noite temos muita alegria no Le Nouveau Courrier.

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.