Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

África do Sul: 67 Minutos de Mudança – Dia do Mandela

Nelson Mandela. Foto de www.ambassadors.net

Muitas pessoas sabem que Nelson Mandela passou 27 anos de sua vida em uma prisão na Ilha Robben, África do Sul. O que elas não sabem é que Madiba (a forma carinhosa pela qual ele é conhecido na África do Sul) passou 67 anos na luta contra o racismo e a pobreza. O ex-presidente da África do Sul completa 92 anos no domingo, 18 de julho de 2010. Pelos últimos 16 anos, os sul-africanos celebram o aniversário de Madiba com fervor e entusiasmo. Em 2002, entretanto, o próprio Mandela usou esse dia para lançar sua campanha global de sensibilização e prevenção ao HIV/Aids: 46664.

Em 2009, o sucesso das campanhas e celebrações da 46664 evoluíram para o que é agora conhecido como “Dia do Mandela” [en], um dia em que pessoas em todo planeta dedicam 67 minutos para tornar o mundo um lugar melhor para todos. Os organizadores explicam:

It was decided that there could be nothing more fitting than to celebrate Madiba’s birthday each year with a day dedicated to his life’s work and that of his charitable organisations and to ensure his legacy continues forever.

Foi decidido que não poderia haver nada mais cabível do que celebrar o aniversário de Madiba a cada ano com um dia dedicado a seu trabalho de vida e de suas organizações de caridade, e garantir que seu legado continue para sempre.

O Dia do Mandela em 2009 foi um sucesso estrondoso na África do Sul. O sucesso foi tão grande, que em 2010 haverá o primeiro Dia Internacional de Nelson Mandela, como reporta o site Joburg [en]:

It will be the first Nelson Mandela International Day, as the United Nations passed a resolution on the day in November 2009, declaring 18 July an international day set aside for humanitarian activities. It is the first time the organisation has dedicated an international day to an individual, recognising him as a symbol of hope for those who are oppressed and marginalised.

Será o primeiro Dia Internacional de Nelson Mandela, uma vez que a Organização das Nações Unidas aprovou uma resolução sobre o dia em novembro de 2009, declarando 18 de julho um dia internacional reservado a atividades humanitárias. É a primeira vez que a organização dedicou um dia internacional para um indivíduo, reconhecendo-o como um símbolo de esperança para aqueles que são oprimidos e marginalizados.

Embora o dia seja celebrado em todo o mundo, Madri, na Espanha, foi escolhida como anfitriã do primeiro concerto de celebração oficial do Dia Internacional de Nelson Mandela, no qual o músico B.B. King deve se apresentar.

Os nova-iorquinos também hospedarão seu próprio concerto. Em Nova York, uma instalação artística celebrando a vida e legado de Nelson Mandela foi organizada no Grand Central Terminal, para honrar o Dia do Mandela 46664. A instalação é composta por seis palavras imperativas iluminadas e em 3-D: faça, ouça, lidere, reúna, aprenda e fale. Na frente de cada palavra são mostradas mensagens-chave que revelam os valores de Nelson Mandela e inspiram os visitantes a agirem.

A Fundação Nelson Mandela relata [en]:

In Italy, the Firenze City Council, in conjunction with the Mandela Forum, have arranged for a video about Mr Mandela, the movie Invictus and Mandela Day, to be aired at the Mandela Forum as well as at an open air cinema in Florence. The Firenze City Council has committed to supporting Mandela Day and encourages all citizens of Florence to get involved in the global movement for good by signing a resolution in support of Mandela Day.

Na Itália, o Conselho da Cidade de Florença, em conjunto com o Fórum Mandela, providenciaram um vídeo sobre Mandela, o filme Invictus e o Dia do Mandela, a ser exibido no Fórum Mandela, assim como em um cinema à céu aberto em Florença. O Conselho da Cidade de Florença se comprometeu a apoiar o Dia do Mandela e encorajar todos os cidadãos de Florença à se envolverem no movimento global para o bem assinando uma resolução em apoio ao Dia do Mandela.

A chamada de Mandela por ação também foi ouvida por Cuba [en]:

The Foreign Relations Commission of the Cuban parliament agreed today in an extraordinary meeting to commemorate every July 18 as the International Day of Nelson Mandela.

A Comissão de Relações Exteriores do parlamento cubano concordou hoje, em um encontro extraordinário, em comemorar todos os dias 18 de julho como o Dia Internacional de Nelson Mandela.

Os sul-africanos também prestaram atenção ao chamado para passar 67 minutos de seu dia para melhorar vidas em seu país. Atividades foram estabelecidas em toda África do Sul, por meio das quais as pessoas podem voluntariar seu tempo.

PastorMosaSono pergunta [en]:

Who's joining us at Chris Hani Bara tomorrow @08h30 for the 67min Mandela Day clean up campaign?

Quem vai se juntar a nós no Chris Hani Bara amanhã às 08h30 para a campanha de limpeza dos 67 minutos do Dia do Mandela?

MuffinMegain afirma:

We'll be celebrating Mandela Day on Sunday at Zoo Lake helping to clean up our community!

Vamos celebrar o Dia do Mandela neste domingo no Zoo Lake, ajudando a limpar nossa comunidade!

Um blogueiro no Hope Blog (Blog da Esperança) diz que não devemos considerar o Dia do Mandela um feriado [en]:

Each of us can make a small difference and our collective efforts can truly change the world. Nelson Mandela Day is not a holiday – it is a day for all of us to all come together through action.

Help us to share Nelson Mandela’s vision of a better future for all, take action this weekend, and tell us about it on our Facebook Page. Need some inspiration? Our staff will be sharing their individual volunteer efforts for Nelson Mandela on Facebook as well, and here are 67 ideas on how to change the world.

Cada um de nós pode fazer uma pequena diferença e nossos esforços coletivos podem verdadeiramente mudar o mundo. O Dia do Nelson Mandela não é um feriado — é um dia para todos nós nos reunirmos através de ações.

Ajude-nos a compartilhar a visão de Nelson Mandela por um mundo melhor para todos, tome uma atitude nesse final de semana e nos conte sobre sua ação em nossa página do Facebook. Precisa de inspiração? Nossa equipe também compartilhará seus esforços enquanto voluntários para o Nelson Mandela no Facebook, e aqui estão 67 ideias de como mudar o mundo.

É assim que trabalhadores agrícolas de Stellenbosch, África do Sul, honrarão o Dia do Mandela:

Farm workers in have urged volunteers to spend 67 minutes with them on Sunday, in celebration of International Mandela Day.

The group “Women on Farms” has set aside a piece of land for unemployed female workers, giving them a chance to put food on the table.

The initiative aims to alleviate gender discrimination within the agricultural sector.

Trabalhadores agrícolas pediram que os voluntários passassem 67 minutos com eles nesse domingo, em comemoração ao Dia Internacional do Nelson Mandela.

O grupo “Mulheres na Fazenda” reservaram um pedaço de terra para trabalhadoras agrígolas desempregadas, dando a elas a chance de colocar comida na mesa.

A iniciativa tem o objetivo de minimizar a discriminação de gênero dentro do setor agrícola.

O blogueiro tanzaniano, Simba Deo, enfatiza o valor do sacrifício próprio [en]:

It in giving that we receive
In loving that we are loved
In sacrificing that others do sacrifice for us
Self sacrificing for others is key to improving peace, sustaining development, sustaining freedom and justice. The opposite would be seeking for personal glory. Whatever we do, we should do it because we believe in it and that it is for humanity and not for personal glory.

É dando que se recebe
É amando que somos amados
É se sacrificando que outros se sacrificam por nós
O sacrifício próprio para outros é a chave para melhorar a paz, sustentando o desenvolvimento, a liberdade e a justiça. O oposto seria buscar por glória pessoal. O que quer que façamos, devemos fazê-lo porque acreditamos nisso e porque é para a humanidade, e não para a glória pessoal.

Dorin e o Clã dos Guerreiros Bush quer que honremos Mandela protegendo a vida animal e o meio ambiente [en]:

The amazing things Nelson Mandela has done reaches far beyond humans, as he has done many things for wildlife and the environment as well. Much like his dreams for human rights, Nelson Mandela has also dreamed of African wilderness being unified in peace across many countries. He once told National Geographic journalist, Peter Godwin, “I dream of an Africa which is in peace with itself…I dream of the realization of the unity of Africa, whereby its leaders combine in their efforts to solve the problems of this continent. I dream of our vast deserts, of our forests, of all our great wildernesses. We must never forget that it is our duty to protect this environment. Transfrontier parks are a way we can do just that.”
We recently brought you the story about his plan to save southern Africa’s elephants with the implementation of Elephant Corridors. It is through his involvement with his organization, the Peace Parks Foundation, along with Sir Richard Branson, Mike Humphries, and Virgin Unite that this dream will become a reality.

As coisas surpreendentes que Nelson Mandela fez vão além da humanidade, uma vez que ele também fez muito pela vida animal e o meio ambiente. Bem como em seus sonhos para os Direitos Humanos, Nelson Mandela também sonha com a vida selvagem africana unificada pela paz em muitos países. Uma vez ele disse ao jornalista do National Geographic, Peter Godwin: “Eu sonho com uma África que esteja em paz consigo… sonho com a realização da unidade da África, de modo que seus líderes combinem esforços para solucionar os problemas deste continente. Sonho com nossos vastos desertos, nossas florestas, nossas grandes savanas. Não devemos nunca se esquecer que é nosso dever proteger esse meio ambiente. Os parques entre fronteiras são um modo de fazer exatamente isso.” Recentemente trouxemos a notícia sobre o plano de salvar os elefantes do sul da África com a implementação dos Corredores de Elefantes. É por seu envolvimento com esta organização, a Peace Parks Foundation (Fundação Parques da Paz), junto ao Sir Richard Branson, Mike Humphries, e a Virgin Unite, que esse sonho se tornará realidade.

Há também o “Ciclistas pelo Dia do Mandela” –um grupo de 21  motociclistas (e o Morgan Freeman) em uma viagem de 6 dias em torno da Cidade do Cabo para divulgar o Dia do Mandela [en].

E se você ainda não se convenceu, assista o apelo apaixonante feito pelos “The Elders” [en].

Nota do editor: O “The Elders” [Os Anciãos] é um grupo independente de célebres líderes globais, reunidos por Nelson Mandela, que oferecem sua influência coletiva e experiência para apoiar a construção da paz, ajudar em causas maiores de sofrimento humano e promover os interesses compartilhados de humanidade.

Madiba falou em sua última visita internacional em Londres, em junho de 2008:

It is time for the next generations to continue our struggle against social injustice and for the rights of humanity. It is in your hands.

É hora das próximas gerações continuarem nossa luta contra injustiça social e pelos direitos da humanidade. Está em suas mãos.

1 comentário

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.