Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Paraguai: Preconceito na Mídia Internacional Durante a Copa do Mundo

A amigável e brincalhona rivalidade entre as nações concorrentes durante eventos desportivos internacionais é comum, mas às vezes a concorrência vai longe demais, transformando-se em ataques pessoais e degradantes contra uma determinada nação ou cultura. No Paraguai, a Copa do Mundo de 2010 evidenciou que os paraguaios tinham que olhar para o preconceito que vem das fontes menos esperadas: a mídia internacional do Brasil e da Espanha.

O primeiro hit veio de um dos vizinhos mais queridos do Paraguai: o Brasil. No início da partida entre Brasil e Holanda, a maioria dos paraguaios torceram para o Brasil. Ao final da partida, no entanto, muitos paraguaios ficaram felizes de ver o Brasil ser eliminado. Esta súbita mudança veio depois que um vídeo foi transmitido pela maior rede de televisão brasileira, a Rede Globo, ridicularizando a equipe do Paraguai e do Paraguai em si. O vídeo se espalhou rapidamente através das redes sociais.

Sob a manchete “Inveja brasileira?, [Es]” o jornal paraguaio ABC publicou em sua edição digital: “Como se o Brasil tivesse alguma coisa a ver com a participação do Paraguai na Copa do Mundo (só poderia enfrentar o time de Dunga na final), uma rede de TV mina o desempenho da equipe paraguaia, e assinala que a única razão para o Paraguai receber atenção é Larissa Riquelme (uma modelo muito divulgada durante a Copa do Mundo). “

"Reportagem da televisão brasileira ofendendo o PARAGUAI!!" video subido ao Youtube por DaniBoy78

O jornalista e blogueiro Osvaldo Cazenave postou em seu blog Caquis, Malevos y otras yerbas [es] sobre a quantidade significativa de atenção que o Paraguai recebeu durante a Copa do Mundo, e também apontou os aspectos negativos de ser o centro das atenções:

También hubo tristes comentarios y parodias desubicadas de parte de la prensa extranjera. (…)
(…) el grotesco reportaje del canal deportivo brasileño SportTV de la Red Globo, en el que no solo menoscabó el desempeño albirrojo, sino también lo matizó con negros ingredientes pintó un negro panorama sobre la realidad del país, como su situación geográfica mediterránea, el “polo de desarrollo” que representa Ciudad del Este, el guaraní “valorizado” que en el mercado internacional( …)

Houveram também comentários tristes e paródias vulgares  por parte da imprensa internacional [em relação ao Paraguai] (…) A grotesca reportagem do canal esportivo brasileiro SportTV da Red Globo, em que não só o desempenho da equipe do Paraguai foi minada, mas que também mostrou a realidade do país através de uma lente sarcástica, pintou um negro panorama sobre a realidade do país, como a sua situação geográfica longe do litoral, a “área de desenvolvimento” que Ciudad del Este representa, o “valor” da moeda guarani no mercado internacional (…)

Logo, milhares de mensagens no Twitter e no Facebook mostraram o quão chocados e ofendidos se sentiram os paraguaios. O jornalista Enrique Vargas Pena [es] postou no Facebook:

En la pagina digital de ABC un video de Rede Globo donde los ¨irmaos¨ (de merda!!) expresan lo mucho que nos quieren y despues hay que escucharle a esos boludos periodistas deportivos llorando como si ellos sique fueran brasileros!!

Na edição digital do ABC um vídeo da Rede Globo onde os “irmãos” (de merda!!) expressam o quanto se importam conosco, e depois nós temos de escutar estes jornalistas esportivos estúpidos chorando cmo se eles fossem brasileiros! [Se referindo à eliminação do Brasil].

Jorge Roberto Pereira também comentou –em espanhol e português– na edição digital do ABC:

LASTIMÁBLEEEEEEEEE …. ¿Cómo puede ser que un tipo despreparado como este, asi como su producción, pueda pertenencer al ¨staf¨de una red globo?? (…)Seguramente, nunca ha venido a Asuncion a conocer su red hotelera, su gastronomia.. Tampoco debe saber que, también en Brasil, esta la la miseria, la favela, al igual que cualquier otro país de América Latina …. “

“LAMENTÁVELLLLL…Como pode ser que um tipo despreparado como este possa pertencer ao “Staf” de uma Rede Globo? (…) Com certeza nunca vaio a Assunção e nem conheceu sua rede hoteleira, sua gastronomia.. Nem deve saber que, também no Brasil, existe a miséria, a favela, igual que em qualquer outro país da América Latina…”

Mas esse não foi o único evento que chamou a atenção dos usuários de internet paraguaios. Como se o vídeo da SporTV não fosse suficiente preconceito contra paraguaios, um outro vídeo discriminatório chegou às redes sociais no mesmo dia.

Poucos dias antes de o Paraguai enfrentar a Espanha no campo, uma rede de televisão espanhola transmitiu um vídeo ainda mais duro [es]: Uma sátira de uma jovem menina paraguaia implorando aos espanhóis para deixar o time do Paraguai vencer, de modo que a vitória pudesse trazer alguma alegria às pobres crianças do Paraguai. A menina também disse que sua bisavó foi estuprada pelo conquistador espanhol Hernán Cortés. O vídeo foi recebido com indignação. Diego Legal Cañisa [es], no Facebook, escreveu:

¡Qué vergüenza dan publicaciones como estas, este mundial ha servido para desnudar lo poco civilizados e ignorante que son algunos “periodistas” españoles! Sólo demuestran el miedo y la inseguridad que tienen! No se va nio a acabar el mundo si son eliminados en 4tos.!!!

Que vergonha dão publicações como esta, este mundial serviu para desnudar os pouco civilizados e ignorantes que são alguns “jornalistas” espanhóis! Só demonstram o medo e a insegurança que tem! O mundo não irá acabar se eles forem eliminados nas quartas de final.

Roberto Espinola Robert [es] também escreveu no Facebook:

ESTO ES DENIGRANTE..!!!!!!….PARA LOS AUTORES Y PENSAR QUE LE LLAMAN DE PRIMER MUNDOOO!!!!!!!…..PREFIERO SER TERCERMUNDISTA CON SENSIBILIDAD HUMANA!!!…

Isto é degradante para os autores e pensar que eles se chamam de primeiro mundo… Prefiro ser de terceiro mundo com sensibilidade humana.

Mariana_ladaga tuitou:

Qué triste que en países supuestamente “civilizados” como Brasil y España, se utilicen medios de comunicación para fomentar la xenofobia

Que triste que em países supostamente “civilizados” como o Brasil e a Espanha, se utilizam meios de comunicação para fomentar a xenofobia.

Ambos os eventos levaram as autoridades do Paraguai a agir. Por um lado, o Ministério do Turismo escreveu uma carta ao programa brasileiro [es] condenando o vídeo e convidando-os a visitar o Paraguai para derrotar os preconceitos.

O Ministério de Menores também expressou sua preocupação e repúdio [es] contra o vídeo espanhol por retratar uma garota e por falar sobre violência sexual naquele contexto, alegando que poderia provocar violência entre paraguaios e espanhóis.

Apesar do momento de dor, muitos paraguaios salientaram que os vídeos discriminatórios não representam a visão de todo o país, mas apenas de indivíduos. Gisse Peralta [es] postou no Facebook:

Pero no hay que generalizar a los españoles (asi como tampoco hay que generalizar con los argentinos, ni con los brasilleros, etc) estuve viendo las repercusiones alla y la mayoria esta re enojada por esto, les parece re de mal gusto y piden a los que hicieron esto que pidan perdon por ESTO que hicieron!”

Mas nós não temos de generalizar os espanhóis (assim como não podemos generalizar  nem com os argentinos, nem com os brasileiros, etc) estive vendo a repercussão por lá e a maioria está enojada pelo vídeo que lhes parece de mal gosto e eles pedem que os que fizeram peçam perdão pelo que fizeram!

A experiência também criou um forte senso de patriotismo entre os paraguaios. Nilda Torales [es] escreveu no Facebook:

No necesitamos ofender a nadie para sentirnos grandes!!!! FUERZA ALBIRROJA. TE AMAMOS Y ESTAMOS ORGULLOSOS DE USTEDES!!!

Não precisamos ofender ninguém para nos sentirmos grandes!!! FORÇA ALBIRROJA, TE AMAMOS E ESTAMOS ORGULHOSOS DE VOCÊS!!!

Ever Zalazar [es], também no Facebook, disse:

Gente, el video es desgradable, pero (…) no culpemos a toda Espana. Nosotros somos orgullosos de nuestro Pais, y de nuestra raza! Si algunos espanoles quieren satirizar la pobreza, nosotros mostremos lo bueno q tenemos y hablemos lo bueno q tiene Espana, las paellas por ejemplo! Mostremos q los Paraguayos somos UN PUEBLO valiente y heroico”

Gente, esse vídeo é desagradável, mas (…) não culpemos toda a Espanha. Nós nos orgulhamos do nosso país e de nossa raça! Se alguns espanhóis querem satirizar a pobreza, nós mostraremos o que temos de bom e falaremos do que tem de bom na Espanha, as paellas por exemplo. Vamos mostrar que os paraguaios são um povo valente e heróico.

Eventualmente o embaixador da Espanha no Paraguai emitiu um pedido de desculpas [es] e disse que ele estava envergonhado com o vídeo. O SporTV também se desculpou publicamente [es] no programa.

Veja Brasil: Preconceito contra o Paraguai na mídia para ler sobre a reação brasileira ao vídeo do SporTV.

4 comentários

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.