Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Itália: Enquanto os Gays Aguardam Direitos Legais “Cada Beijo é uma Revolução”

No decorrer do último ano, vem acontecendo na Itália inúmeras e violentas agressões contra os homossexuais e, para a decepção de muitos ativistas das comunidades lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT), isto não tem feito com que a probabilidade da aprovação da lei anti-homofobia aconteça mais cedo.

Existem discussões online sobre a frívola proteção legal e o que pode ser feito politicamente para realizar a mudança.

No website  Gay.Tv uma reportagem especial [it] lista os numerosos casos que ocorreram em 2009 (nota: todos os links são em italiano exceto os indicados). Os altos números parecem estar distantes de qualquer melhora em 2010.

Uma vítima de agressão homofóbica foi gravemente ferida em Roma no dia 26 de maio. Ele levou repetidos chutes e socos e quase perdeu um olho. Depois da agressão, o jovem fez um apelo anônimo ao Primeiro Ministro Silvio Berlusconi na mídia como um lembrete de que a Itália ainda carece de uma lei contra a homofobia.

Blogueira e política de centro-esquerda, Cristina Alicata, escreveu em seu blog Non si possono fermare le nuvole (Não se pode freiar as nuvens):

Questi attacchi avvengono a ridosso dei luoghi più noti di aggregazione omosessuale, appena fuori, a dimostrazione che non serviranno telecamere, non serviranno gli stuart o i vigilantes invocati spesso da alcuni. (…) Dobbiamo prendere in mano questo problema e dimostrare la nostra capacità di elaborazione politica profonda, la nostra idea di città, la nostra idea di sicurezza, di integrazione, di rispetto delle diversità. Subito.

Os ataques ocorreram perto de uma das áreas sociais dos homossexuais mais conhecida, apenas na saída, o que mostra que o uso de câmeras não será suficiente, nem os vigilantes e seguranças chamados por alguns. (…) Devemos agarrar com as mãos este problema e mostrar a nossa capacidade de elaborar uma política profunda, a nossa ideia de cidade, a nossa ideia de segurança, de integração, de respeito a diversidade. Com urgência.

Contratempos Legais na Itália

Aconteceram várias derrotas recentes no legislativo. Em outubro do ano passado, o Parlamento rejeitou um projeto de lei contra a homofobia. E este ano, em 23 de março, a corte constitucional recusou um apelo para a extensão dos direitos matrimoniais aos casais homossexuais feito por membros e cidadãos da sociedade civil.

Tomblog, “o primeiro blog gay italiano”, comenta:

Sono convinto di una cosa: che il nostro prestigioso Parlamento, prima di varare una qualsiasi legge contro l’omofobia, stia aspettando che ci scappi il morto.

Estou convencido de uma coisa: que o nosso prestigioso Parlamento, antes de embarcar em qualquer lei contra a homofobia, vai continuar adiando até que alguém de fato acabe morto.
Rainbow Country Europe Index 2010

Rainbow Country Europe Index 2010

O blog Queerblog relatou os resultados do Rainbow Country Europe Index 2010 [en], um estudo realizado em maio pela ILGA (Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais) que demonstram como a Itália, entre todos os países, tem os piores resultados da Europa com relação aos direitos legais dos homossexuais.

De acordo com os índices da Raibow, a Suécia é o país mais gay-friendly da Europa com 10 pontos. Rússia e Ucrânia são os países menos gay-friendly com 2 pontos, enquanto a Itália fica por último com 1 ponto. Baixe o documento completo (PDF) [en].

Um Movimento Fragmentado

Entretanto, nem todos põem a responsabilidade no fracasso para aprovar leis de proteção inequivocamente sobre os ombros dos poderes judicial e legislativo.

Francesca Tognetti, que escreve no Gay.Tv, está convencida de que o movimento cometeu um erro em colocar a batalha legal sobre o casamento gay antes de assegurar a decisão a favor da lei anti-homofobia:

Di chi è la colpa? Del Parlamento, certo. Dell'agenda politica, ovvio. Ma in fondo è anche colpa nostra. Perché abbiamo scordato non il problema, bensì la lotta per la soluzione. Abbiamo inseguito una nuova battaglia, quella dei matrimoni gay, tralasciando di continuare a combattere quelle rimaste in sospeso, smettendo di parlare, per esempio, di una legge anti-omofobia.

Ora sta arrivando l'estate: i locali tirano fuori i tavolini, si fanno gli aperitivi all'aperto, la notte si cammina per le vie affollate, si cazzeggia davanti alle discoteche. Arriva l'estate con tutti i suoi flagelli: caldo, tormentoni dance, zanzare. E omofobia.Non è del tutto casuale infatti il fatto che l'anno scorso si sia assistito a un picco di aggressioni a carattere discriminatorio; a tale impennata ha senz'altro contribuito una buona dose di imbecillità e spirito d'emulazione, ma questo non basta a spiegare il boom del fenomeno. E’ probabile che, ad aggravare il bilancio, sia stata anche la variabile “stagionale”. D'estate si vive fuori, i locali aprono, le discoteche scoperchiano i tetti, i gay, come tutti, camminano mano nella mano, si incontrano, si baciano. Sono visibili, sono un bersaglio.

De quem é a culpa? Do Parlamento, claro. Da agenda política, obviamente. Mas no fundo é também nossa culpa. Porque mesmo que não tenhamos esquecido o problema, nós dispensamos a luta para a sua resolução. Inserimos uma nova batalha, a do casamento gay, impossibilitando deixando de continuar a combater as que tinham ficado em suspenso, parando de falar por exemplo, da lei anti-homofobia.

Agora o verão chegou: os bares colocam mesas do lado de fora, drinques são servidos na área externa, durante a noite as pessoas caminham em calçadas lotadas ou se amontoam em frente às discotecas. O versão chega com todos os seus tormentos: altas temperaturas, pistas de dança lotadas e mosquitos. E homofobia. Não é por acaso, que no ano passado teve um aumento nos ataques por descriminação; um grande número de imbecilidades e rivalidades certamente contribui para o aumento, mas não são suficientes para explicar o boom deste fenômeno. É provável que, além de agravar o balanço, aconteceu também uma variante “sazonal”. Durante o verão se sai da cidade, todos os lugares estão abertos, as discotecas fica a céu aberto e os gays, como qualquer um, andam de mãos dadas, se encontram e se beijam. Ficam visíveis, se tornam alvos.

Dentro da Comunidade Italiana LGBT, algumas pessoas atribuem a falta de vitórias políticas à fragmentação do movimento.

Little Prince(ss), uma autora do blog coletivo Noirpink que compilou várias entrevistas com ativistas e pesquisadores sobre o debate do casamento gay, nos contou em uma conversa:

Per fare il punto sulla situazione del movimento… beh, è messo malissimo: una grande associazione con migliaia di iscritti (Arcigay) e pochissimi volontari (il paradosso si spiega con il fatto che in Italia per entrare in un sex bar gay devi avere la tessera dell'associazione politica Arcigay… fatto sconosciuto al pubblico non gay, ma che crea da decenni incredibili polemiche e guerre fratricide) e tantissime associazioni locali, spesso minuscole, che passano il tempo a insultarsi a vicenda.
Credo che questo spiega almeno in parte il fallimento delle politiche intraprese da quasi tutte le associazioni e i successi clamorosi di Rete Lenford e Certi Diritti [promotrice del ricorso alla Corte Costituzionale], che con pochissime forze hanno ottenuto molto… semplicemente evitando di perdere tempo nel polemizzare con gli altri!”

Para falar sobre a situação do movimento… Bom, está muito ruim: uma grande associação com poucos inscritos (Arcigay) e pouquíssimos voluntários (o paradoxo se explica pelo fato de na Itália você precisar de uma carteirinha da organização política Arcigay para entrar em um bar de sexo… um fato desconhecido do público hétero que vem criando controvérsias inacreditáveis e guerras por décadas) e muitas organizações locais, geralmente pequenas, gastarem a maior parte do seu tempo se insultando. Acredito que isso explica pelo menos em parte o fracasso das políticas desenvolvidas por quase uma maioria das organizações e o clamoroso sucesso de Rete LendordCerti Diritti [Certos Direitos – organizações que apelaram na Corte Constitucional], que conseguiram muito com pouco esforço… simplesmente por não perderem tempo discutindo com os outros!

Um Momento para União

Roma Pride 2010: Every kiss a revolution

Atualmente, os esforços estão em rejeitar a nova onda de homofobia e assegurar os direitos LGBT.

Roma irá celebrar no dia 3 de julho a Roma Pride 2010 [Parada do Orgulho Gay de Roma 2010], enquanto outra Parada Gay Nacional acontece em Nápoles.

A página oficial da “Roma Pride” no Facebook lista alguns comentários relacionados ao apelo público para uma nova legislação a favor das vítimas de agressão por homofobia em Roma.

Fabio Rossi comenta que acredita no apelo:

io spero che si riesca a risolvere qualcosa. sicuramente non sara’ una legge a fare cambiare testa alle persone ma sicuramente funzionera’ da deterrente. finche’ non sara’ pensiero comune che le minoranze (qualsiasi esse siano) si possono non condividere ma vanno rispettate sempre e comunque andra’ sempre male. bisogna stare attenti perche’ la storia si ripete

Eu espero que algo seja resolvido. certamente não será uma lei que mudará a cabeça das pessoas, mas seguramente funcionará como um impedimento. até que se torne um conhecimento convencional que as minorias (seja lá quais sejam elas) precisam ser respeitadas, as coisas sempre darão errado. Temos que tomar cuidado porque a história costuma se repetir

Laura Venturini tem opinião inversa:

vedi Fabio, sarebbe bello, se domattina Berlusconi si alzasse e dicesse: “oggi facciamo un decreto legge contro l'omofobia” ma è come dire che credi a Babbo Natale, superati i 10 anni, sei fuori tempo massimo. Le leggi servono a poco o niente, siamo in Italia. Se ci fosse sarebbe meglio, la violenza personale e le percosse sono reato comunque e non mi sembra che a Roma stiano facendo a gara per risolvere gli atti di omofobia degli ultimi 2 anni. Serve una capillare “alfabetizzazione”, bisogna educare i giovani (e i meno giovani) al rispetto dell'altro da sé.

Sabe Fábio, seria ótimo se amanhã o Berlusconi se levantasse e dissesse: “Hoje faremos uma lei contra a homofobia”, mas é como dizer que acredita em papai Noel, depois de 10 anos de idade, já se está muito velho para isso. As leis fazem pouco ou quase nada, estamos na Itália. Se assim fosse, seria melhor, mas a violência física e o espancamento são crimes e não me parece que Roma está lutando para resolver os casos de violência homofóbica dos últimos dois anos. O que precisamos é de uma ampla “alfabetização”, temos que educar a juventude (e também os mais velhos) a respeitar tudo que é diferente deles.

Na Itália, o caminho para um reconhecimento legal dos direitos da comunidade  LGBT ainda levará muitos anos. Enquanto isso, existe muito a ser feito para impulsionar a aceitação e mudança social no país.

manifesto da “Roma Pride 2010″ de nome “Cada Beijo é uma Revolução” (Ogni bacio una rivoluzione) explica melhor:

Alla crisi della politica e delle sue formule, dei suoi luoghi e dei suoi contenuti rispondiamo che ci prenderemo quel che è nostro e che ci spetta come cittadine e cittadini di questo Paese e dell'Unione Europea, che lotteremo e incalzeremo le istituzioni senza curarci del loro colore e delle loro logiche di governo, nella convinzione che chiunque sia il governante di turno i diritti di parità e di libertà non sono materia negoziabile e si affermeranno nella loro pienezza solo attraverso il riconoscimento delle persone LGBTIQ e delle loro specificità

À crise política e suas fórmulas, aos seus locais e conteúdos, respondemos que vamos tomar o que pertence a nós cidadãos desse país e da União Europeia, que vamos lutar e pressionar as instituições sem se preocupar com sua cor ou lógica de governo, na crença de que seja qual for a regra em vigor, o direito de igualdade e liberdade não são uma questão de negociação e serão afirmados em sua plenitude somente com o reconhecimento do povo LGBTIQ e suas especificidades.
Agradeço a Little Prince(ss) do blog Noirpink pelas valorosas informações para a escrita deste artigo.

2 comentários

  • […] · Itália: Enquanto os Gays Aguardam Direitos Legais “Cada Beijo é uma Revolução” […]

  • arnaldoribeiroouisrael

    SINAIS PROFETICOS

    A
    DEGENERAÇÃO DO GÊNERO HUMANO – O CLAMOR DA TERRA – O AQUECIMENTO GLOBAL – A
    CRISE HIDRIA – A ADVERTÊNCIA DIVINA – E OUTROS SINAIS…

    (JR.33.2) Assim
    diz o Senhor que faz estas cousas, o Senhor que as forma para as estabelecer
    (SENHOR é o seu nome) (GN.5.1)
    No dia em que Deus criou o
    Homem à sua semelhança; (GN.6.12)
    viu Deus a terra, e eis
    que estava corrompida, porque todo ser vivente havia corrompido o seu
    caminho na terra: (SL.82.5) Eles nada sabem, e nem entendem; (IS.9.16) porque os guias deste povo são enganadores, e os que por eles são dirigidos,
    são devorados; (SL.106.33) pois foram rebeldes ao Espírito de
    Deus, e Moisés falou irrefletidamente: (MT.15.14)
    Deixai-os; são cegos,
    guias de cegos: (JR.6.14) Curam superficialmente a ferida do meu
    povo, dizendo: Paz! Paz, quando não há paz: (OS.4.2)
    O que prevalece é só
    perjurar, mentir, matar, furtar e adulterar, e há arrombamentos e homicídios
    sobre homicídios:

    (IS.59.15)
    O Senhor viu isso, e
    desaprovou o não haver juízo; (EC.28.7) porque a corrupção e a morte estão a cair sobre
    aqueles que quebrantam os mandamentos do Senhor; (RM.10.30) porquanto, desconhecendo a Justiça de
    Deus, e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram a que vem de
    Deus: (JB.19.37) Eles verão Aquele a quem traspassaram: (JR.50.37) Ai deles! Pois é chegado o dia do seu
    castigo, (JÓ.19.25)
    porque eu sei que o meu
    redentor vive, e por fim se levantará sobre a terra:

    (RM.9.’)
    Digo a verdade em Cristo,
    não minto, testemunhando comigo, no
    Espírito Santo, a minha própria
    consciência; (2SML.22.23) porque todos os seus juízos me estão
    presentes, e dos seus estatutos não me desviei:
    (SL.94.9) O
    que fez o ouvido será que não ouve? E o
    que formou os olhos, será que não enxerga?

    (MT.8.10)
    Ouvindo isso, admirou-se
    Jesus e disse aos que lhe seguiam:
    (GN.22.1) Eis-me
    aqui: (AG.2.5) O meu Espírito habita no meio de vós, (LE.2.21) porque há Homem cujo trabalho é feito
    com sabedoria, ciência e destreza; (IS.28.26)
    pois o seu Deus assim o
    instrui devidamente e o ensina:(JB.8.17)
    Também na vossa lei está
    escrito que o testemunho de duas pessoas é valido: (LV.17.12) Portanto, tenho dito aos Filhos de
    Israel:

    (IS.24.5)
    Na verdade, a terra está
    contaminada por causa dos seus moradores; porquanto transgridem as leis, violam os estatutos, e quebram a
    aliança eterna: (SL.82.5)
    Eles nada sabem nem
    entendem, vagueiam em trevas, vacilam todos os fundamentos da terra; (SL.78.22) porque não creram em Deus, nem
    confiaram na sua salvação: (1CO.11.30)
    Eis a razão por que há
    entre vós muitos fracos e doentes, e não poucos os que dormem:

    (GL.1.9)
    Assim como já dissemos,
    agora repito: (JR.5.21)
    Ouvi agora isso, ó povo
    insensato e sem entendimento, que tendes olhos e não vedes, tendes ouvidos e
    não ouvis; (TS.4.3) pois
    a vontade de Deus é esta: A vossa santificação, que vos abstenhais da
    prostituição: (MT.5.21)
    Ouvistes o que foi dito
    aos antigos? (1CO.6.18)
    Fugi da impureza: Qualquer pecado que uma
    pessoa cometer é fora do corpo, mas aquele que pratica a imoralidade, peca
    contra o próprio corpo:
    (MT.26.41) Vigiai
    e orai para que não entreis em tentação; (GL.5.17)
    porque a carne milita
    contra o espírito, e o espírito contra a carne, porque são opostos entre si;
    para que não façais o que, porventura seja do vosso querer:

    (1CO.6.9/10)
    Ou não sabeis que os
    injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: Nem impuros, nem
    idolatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem
    avarentos, nem bêbados, nem maldizentes,
    nem roubadores, herdarão o reino de Deus: (AP.22.12)
    Eis que venho sem demora,
    e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas
    obras:

    (IS.16.14)
    Agora, porém, o Senhor
    fala e diz: (RM.8.11)
    A ira de Deus se revela do
    céu contra toda impiedade e perversão dos homens que detém a verdade pela
    mentira: (IS.13.11)
    Castigarei o mundo por
    causa da sua maldade, os perversos por causa da sua iniquidade, farei cessar a
    arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos violentos; (1TM.4.2) pela hipocrisia dos que falam mentiras, e que
    tem a consciência cauterizada: (1RS.9.9) porque deixaram o Senhor seu Deus,
    que tirou da terra do Egito seus pais. E se apegaram a outros deuses e os serviram:

    (JÓ.2114)
    E são estes os homens que disseram a Deus:
    Retira-te de nós! Não desejamos conhecer os teus caminhos: (JÓ.21.15) Que é o Todo-Poderoso para que o
    sirvamos? (IS.29.15)
    Quem nos vê? Quem nos
    conhece? (2CO.7.22) Por isso trouxe o Senhor sobre eles todo esse mal:

    (RM.1.22/)Inculcando-se por sábios se tornaram
    loucos, (RM.1.25)
    pois eles mudaram a
    verdade de Deus pela mentira, servindo e adorando a criatura em lugar do
    Criador, o qual é bendito eternamente:

    (RM.1.26)
    Por causa disto os entregou
    Deus à paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de sua
    relação intima, por outro contrário à natureza: Semelhantemente os homens
    também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua
    sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo em si mesmos a merecida punição do seu erro:

    (RM.1.28) E por haverem desprezado o
    conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental
    reprovável para praticarem cousas inconvenientes; cheios de toda injustiça,
    malicia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade, e
    sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos,
    presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais:

    (IS.29.15)
    Ai dos que escondem
    profundamente o seu propósito do Senhor,
    as suas obras fazem às escuras, e dizem: Quem nos vê? Quem nos conhece? (MT.23.24) Guias cegos que coais o mosquito e
    engolis o camelo! (EC.10.32)
    Quem justificará a alma
    que peca contra o seu próprio corpo?

    (OS.7.13.)
    Ai deles! Eu os remiria,
    mas eles falaram mentiras contra mim: (IS.1.4) Ai desta nação pecaminosa, povo
    carregado de iniquidade, raça de malignos, filhos corruptos; abandonaram o
    Senhor, blasfemaram do Santo de Israel:

    (LC.8.25)
    Onde está a vossa fé? (JR.14.22) Acaso, haverá entre os ídolos dos
    gentios, algum que faça chover? Ou podem os céus dar chuvas de si mesmos? (IS.19.21) Onde estão os vossos sábios? (JB.15.22) Se Eu não viera nem houvesse lhes
    falado, pecado não teriam, mas agora não
    há desculpa do seu pecado: (IS.1.10)
    Ouvi a palavra do Senhor,
    vós, príncipes de Sodoma; prestai ouvidos à lei do Senhor, vós, povo de
    Gomorra; (JR.4.27)
    pois assim diz o Senhor: (ÊX.16.28) Até quando recusareis a guardar os
    meus mandamentos e as minhas leis? (AT.3.19)
    Arrependei-vos, pois e convertei-vos para
    serem cancelados os vossos pecados; (1PE.4.3) porque basta o tempo decorrido para
    terdes executado a vontade dos gentios, tendo andado em dissoluções,
    concupiscências, borracheiras, orgias, bebedices e em detestáveis idolatrias:

    (MC.12.27)
    Laborais em grande erro: (LV.18.27/28) Não suceda que a terra vos vomite
    havendo vós a contaminado, como vomitou o povo que nela estava antes de vós;
    porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra que nela estavam
    antes de vós, e a terra se contaminou:

    (IS.55.11)
    Assim será a palavra que
    sair da minha boca: Não voltará para mim vazia,
    mas fará o que me apraz, e prosperará naquilo para o que a designei: (NM.24.4) Palavra Daquele que ouve os ditos de
    Deus, o que tem a visão do Todo-Poderoso e prosta-se, porém, de olhos abertos:(EZ.12.11) Eu sou o vosso sinal:

    Arnaldo ou Israel

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.