Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Egito: Romance Gráfico “Metro” Oficialmente Banido

Metro-CoverEm Abril de 2008, a liberdade de expressão e criatividade foram atingidas intimamente no Egito com o confisco do romance gráfico para adultos Metro, criada por Madgy El Shafee. Desde então o autor e seu editor estão em julgamento e enquanto todos estavam ocupados com a guerra futebolística entre Egito e Algéria, a corte oficialmente baniu o romance.

O blog grupal Bikya Masr vê o veredito como “Mais um golpe à liberdade de expressão no Egito, já que os romancistas gráficos não recebem amor do tribunal“.

It was supposed to signal a new era in Egyptian novels. The country’s first graphic novel, Metro, was supposed to be a show of free speech and artistic merit. Instead, it has become the hallmark of what rights groups say is the Egyptian government’s continued censorship of what its citizens can write. On Sunday, a Cairo misdemeanors court fined author Magdy el-Shafei and publisher Mohamed Sharkawi 5000 Egyptian pounds ($900) and demanded the confiscation of the novel after accusing them of writing and distributing a novel, which included statements and phrases considered “offensive to public morals.”

Presumia-se que esse romance assinalaria uma nova era nas novelas egípcias. O primeiro romance gráfico do país, Metro, deveria ser uma demonstração de liberdade de expressão e mérito artístico. Em vez disso, ele se tornou a marca registrada do que grupos de direitos humanos dizem ser a censura contínua do governo egípcio a respeito do que os seus cidadãos podem escrever. No domingo, uma corte de contravenções do Cairo multou o autor Magdy-Shafei e o editor Mohamed Sharkawi em £ 5000 egípcias (R$ 1.500,00) e exigiu o confisco da novela, depois de acusá-los de escrever e distribuir um romance que incluiu declarações e frases consideradas “ofensivas à moral pública”.

Sarah Carr está furioso; as pessoas ficaram tão absorvidas pela guerra futebolística entre Egito e Algéria que esqueceram todas as outras coisas:

Metro 1

O primeiro romance gráfico do Egito foi oficialmente banido hoje. Madgy L Shafee e Sharqawi multados em 5.000 libras egípcias. Entretanto, já que o juiz não era algeriano acho que ninguém dá a mínima.

Shahinaz Abdel Salam está desapontada.

Metro 2

Hoje um veredito foi emitido no caso “Metro”, a primeira revista em quadrinhos no Egito que criticava o regime; o veredito foi de banir o livro e uma penalidade de 5.000 libras egípcias para o autor Magdi El Shaeii e o editor Mohamed El Sharkawai.
-
A liberdade de expressão e compreensão está sendo atacada. O que isso significará para outras publicações no futuro?

O autor Magdy El Shafee se nega a desistir e promete apelar:

Metro 3

Tudo bem! Perdemos o primeiro tempo… sem problemas! Não vamos perder o segundo!

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.