Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Dinamarca: Os Agentes do Débito Climático estão Chegando

Se você está entre as milhares de pessoas que vão à Copenhague em dezembro para a Conferência Climática das Nações Unidas, há chances de você encontrar um grupo de homens e mulheres da Dinamarca, Quênia, Tanzânia, Uganda, Zimbábue e Zâmbia vestidos em trajes vermelhos.

Eles são os Agentes do Débito Climático, e seu trabalho consiste em exigir do governo dinamarquês de países industrializados, incluindo a Dinamarca, a pagarem seu “débito climático” ao mundo em desenvolvimento. Se você estiver na Dinamarca e quiser comparecer e se unir a eles, pode aplicar aqui. Pode também visitá-los no blog ou no Facebook.

Quem paga o preço?

Quando os países ricos fazem decisões que têm efeitos negativos no meio ambiente, as pessoas que vivem em pobreza pagam o maior preço. Seca, fome, e morte causadas pelas mudanças climáticas podem ser prevenidas em muitos lugares com a tecnologia, como em instalações de armazenamento de água que podem ajudar comunidades a se adaptarem a novas condições climáticas.

Mas isso custa dinheiro.

“Quem deve pagar o débito climático?” [PDF] é o título de um curto relatório feito pela organização internacional anti-pobreza ActionAid que calcula o valor monetário do débito em €135 bilhões (aproximadamente R$350 milhões) por ano até 2020, e propõe que a conta deve ser dividida entre os países.

Nos últimos três meses, a MS ActionAid Dinamarca educou um time de ativistas online e offline para ajudarem a divulgar sua mensagem, enviando-os em missões de pesquisa ao Quênia, Bruxelas e Dinamarca, e emparalhendo-os com blogueiros do Global Voices que atuaram como seus mentores virtuais em blogs durante 6 semanas.

Em seu website, os aprendizes-então-agentes-do-débito explicam: “Queremos um mundo com justiça climática e justiça global. Para alcançar isso, a atitude dos que tomam as decisões tem de mudar para que eles percebam e reconheçam o pagamento de seu débito climático.”

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.