Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Japão: Oito línguas ameaçadas no arquipélago japonês

Em Fevereiro, a UNESCO apresentou o Atlas das Línguas em Perigo no Mundo [en], fornecendo uma descrição precisa e preocupante dos idiomas considerados em risco (cerca de 2.500). Entre esses idiomas, oito pertencem ao arquipélago japonês. Isso não é uma grande surpresa, se pensarmos a nas políticas severas de assimilação lingüística e cultural conduzidas pelo governo japonês até o fim da Segunda Guerra Mundial, após completar a incorporação – durante o século XIV – do reino de Ryukyu (agora conhecido como Okinawa) e da ilha de Hokkaido, habitada pelo povo Ainu [en].

Ainda assim, a presença contínua de uma variedade de línguas diferentes do japonês em um país em que (até mesmo em um passado recente) algumas figuras políticas importantes clamavam ser “uma nação de etnia única” [en], surpreendeu muitos dos que leram a notícia em um jornal de circulação nacional [ja].

O proprietário do pequeno restaurante Amami no Ie, em uma ilha do arquipélago de Amami (Okinawa), comentou [ja] sobre a notícia de que seu dialeto é considerado em risco de extinção e considera a assimilação do idioma japonês à força por parte do governo principal japonês, que começou na educação durante as primeiras décadas do século XX, como uma das causas do desaparecimento da língua.

日本で消滅危機にある言語の中に、我が奄美諸島の「奄美語」も入っていました。
今回は深くは掘り下げませんが、歴史を辿ると戦前戦後に「方言を使うな!という方言禁止の時代」もあり、その頃から方言が衰退していったのではないかといわれています。
また一口に奄美語といっても、島によって地域によって言葉もイントネーションも異なるので、奄美群島の人たちが交通の利便性もよくなったことで島々(シマ ジマ)を頻繁に行き来できるようになり、よその人達とコミュニケーションをとる為にも方言を使わなくなってきたともいわれてますよね。

Entre os idiomas em risco de extinção está a língua de nossa ilha, a língua Amami. Desta vez não vou me deter nos detalhes, mas se olharmos a nossa história, antes e depois da guerra o uso de línguas [com exceção do japonês] era proibido e desde então o hábito de usá-las passou a diminuir. Além disso, o que chamamos de idioma Amami é na verdade diferente a depender da ilha e da região, tanto nas palavras quanto na entonação. Alguns dizem que a razão do idioma Amami estar padecendo é resultado da constante movimentação dos habitantes Amami entre as ilhas com o avanço dos meios de transporte, então parando de usar seu idioma local para se comunicar com outras pessoas.

残念ながら僕も「シマゆむた(言葉)」で話せません。僕らの世代が使ってる言葉は方言のほんの一部と標準語が入り交ざった「トン普通語」といいます。
しかし「奄美のシマ唄」はしっかり方言で伝えられています。シマ唄を継承している人たちなら「奄美の方言」を守っていけるのではと思います。

Infelizmente não sei falar o shima yumuta, o idioma da ilha, também. O idioma que nossa geração fala é chamado de “idioma comum ton”, e é uma mistura de dialeto com japonês. Entretanto, as canções da ilha de Amami são cantadas no “dialeto”, que garante sua transmissão corretamente. De fato acredito que aqueles que perpetuam essas canções populares serão os que manterão viva a língua Amami.
Ilha Amami. Flicr id: Takayukix
Amami Island. Flicr id: Takayukix

Outro blogueiro [ja], nativo da Ilha Hachijô (uma das ilhas japonesas mais distantes, que pertence à Prefeitura de Tóquio) descobriu que o dialeto de sua cidade é na verdade um idioma.

八丈語???方言ではなくて?

O IDIOMA Hachijô e não DIALETO?

[…]

八丈島には独特の方言があり、温泉なんかで飛び交う年配の方の会話は聴いていてとても不思議でそして心地よいものです。
「八丈語」といっても、実はこの小さな島で5つの方言(言語?)があるのですよ。
末吉・中之郷・樫立・大賀郷・三根
という地域ごとに独自の話し言葉が発達・継承されてきたのだそうです。
私にはさっぱり聞き分けられませんが・・・

A ilha Hachijo tem seu dialeto específico e quando vou a um spa e escuto as pessoas mais velhas conversando, parece um tanto estranho e familiar ao mesmo tempo. Além disso, se chamamos de dialeto Hachijo, na verdade existem cinco diferentes dialetos (ou línguas) nesta pequena ilha: Sueyoshi, Nakanogo, Kashi, Okago, Mine.  Cada um desses dialetos desenvolveu e herdou um jeito particular de se falar. Apesar disso, não sei distinguir uns dos outros…

消滅の危機に瀕しているというのは、若年層の人が島言葉をあまり話さないことからも納得がいきます。
TVやネットなど情報通信は発達し、東京へ飛行機で40分、簡単に行き来もでき、ある程度の年齢になれば東京その他に移住していってしまう・・・
言語の変化はライフスタイルの変化と密接な関係がありますよね。
私は「八丈語」継承の担い手にはなれないでしょうが、あそび半分でちょっとだけ島言葉を使ってみたりもしています。

Disseram que a razão das línguas estarem em risco é porque os habitantes mais jovens não mais falam o idioma de sua ilha, e acredito que isso seja verdade. Em conjunto com o desenvolvimento da TV, da internet e de comunicação mais rápida, é possível viajar para Tóquio em 40 minutos, e facilmente ir e vir entre as cidades. Além disso, ao atingir uma determinada idade, algumas pessoas tendem a se mudar para Tóquio ou outras regiões…
As mudanças de um idioma estão estritamente relacionadas às mudanças no jeito de vida de uma população.
Eu pessoalmente não posso carregar a responsabilidade de transmitir a língua Hachijo mas por ser um tanto divertido eu gosto de usá-la às vezes.
hachijojima

Hachijojima. Flickr id: world waif.

Entre as línguas indicadas como “seriamente ameaçadas” pelo relatório da UNESCO está o idioma Ainu, atualmente falado corretamente apenas por 15 pessoas. Sua extinção, portanto, é um problema sério também por não haver alfabeto escrito dessa língua e por isso as tradições só podem ser transmitidas oralmente.

Um blogueiro pontua [ja] a necessidade de algo prático ser feito para evitar o desaparecimento do idioma Ainu.

アイヌ語の危機的状況は既に知られており、アイヌ文化の保存だけではなく普及の必要性も認められてきた。
「アイヌの先住民族認定を求める決議」 が国会で可決され、「有識者懇談会」 も発足した。
しかし、アイヌ民族の権利の法的保障や、言語・文化をどのように継承していくのか、未だ不透明だ。
これまでの日本人からの圧迫と同化政策が落とした暗い影、不当な差別と偏見の解消は容易ではない。

A condição do idioma Ainu já é conhecida e o necessário não é apenas a preservação da cultura, mas a freqüência de uso de tal língua. Uma resolução que reconhece o povo Ainu como os aborígenes do Japão já foi passada pela Dieta [Ver artigo do GV, en] e um “Grupo de Peritos” [para estudar os problemas dos Ainu] foi constituído. Entretanto, de que forma os direitos dos Ainus serão legalmente assegurados e como sua língua e cultura serão repassadas permanece um mistério. Não é tão simples apagar o preconceito e a discriminação, assim como o estigma que as políticas japonesas de assimilação e opressão causaram.

北海道のSTVラジオでアイヌ語ラジオ講座を放送するなど、アイヌ語の普及の動きもある。
北海道立アイヌ民族文化研究センターには音声資料も保存されている。
しかし、アイヌ語話者は減少し、学校教育だけでなく家族内の会話も日本語の現状では厳しい。

A rádio STV em Hokkaido transmite lições do idioma Ainu [ja] e há iniciativas para espalhar o uso da língua Ainu. No Centro de Pesquisa da Cultura Ainu em Hokkaido [ja], por exemplo, são mantidas gravações de voz originais do idioma. Todavia, o número de indivíduos fluentes em Ainu estão diminuindo, além da preocupação de que não somente nas escolas, mas também nas residências, somente o idioma Japonês é utilizado.
Biei, Hokkaido. Flickr id: Taro416

Biei, Hokkaido. Flickr id: Taro416

Masayuki reflete [ja] sobre a morte de línguas e do que isso significa.

最近の学説がどうなっているかは知らないのだけれど、言語は思考に影響を与えるという考え方は、ワタシはかなり妥当なので はないかと思っていて、だとすると、ひとつの言語が滅びるということは、その言語によって認識される「世界(観)」が消えてゆくということだと思えるので すね。

Não sei muito sobre as recentes teorias, mas penso que a teoria [en] que diz que a língua tem certa influência no modo de pensar é relevante. Por isso, quando uma língua morre, também cessa o mundo de valores representados e implicados por tal língua.

古くからの言葉を守ろう/いや言葉は変わるもの、という議論もしばしば聞くけれど、それは、正しい言葉/正しくない言葉、という観点よりも、言葉が象る世界の「多様性」や「豊かさ」の可能性が消えてゆくのか/広がってゆくのか、という点で語られるべき話なのではないかと。

Frequentemente há debates sobre manter uma língua como ela era no passado ou modificá-la ser positivo ou não. Entretanto, mais do que pensar se uma língua está ‘correta’ ou ‘errada’, não deveríamos talvez focar na possibilidade de enriquecimento e derivações do mundo que cada língua simboliza desaparecer ou [caso preservada] se propagar?
Aqui está um vídeo feito por Isamu Shimoji [en] em que ele canta Obaa no dialeto da Ilha Miyako. [Dizem haver somente 3000 pessoas no Japão capazes de compreender esse idioma]

2 comentários

  • […] pricipalmente pela falta de uso e pela falta de cultivo pelas novas gerações estão desaparecendo.Fiquei sabendo, pelo Global Voices, que 8 idiomas estão desaparecendo no arquipélago japonêsO que há de tão grave – e triste – quando uma língua desaparece?Roubo um trecho do […]

  • Adriana Suguino

    Moro no Japan a muitos anos,
    e achei esse blog muito interessante…
    Muitas coisas sobre essa cultura maravilhosa,
    que nos brasileiros nao sabemos…
    Estao de parabens….

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.