Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Tutorial do DigiActive de como fazer ativismo via Twitter

A DigiActive, organização que se dedica a ajudar ativistas do mundo inteiro a usarem a tecnologia digital, acabou de lançar o The DigiActive Guide to Twitter for Activism (Guia DigiActive de Como Usar o Twitter Para o Ativismo, ainda não traduzido). Na sequência dos últimos protestos em Moldávia, o Twitter se valorizou como ferramenta para ativismo digital, ficando mais proeminente que nunca. Ainda assim, além de trazer mais visibilidade para a ferramenta, o exagero em torno do que aconteceu em Moldávia revelou uma incompreensão sobre o valor do Twitter para o ativismo, e apesar de haver análises do uso da ferramenta, não existia um guia independente que definisse claramente como o Twitter pode ser usado para o ativismo. DigiActive espera que esse tutorial venha a preencher essa lacuna.

Clique na imagem para baixar o guia

Clique na imagem da capa para baixar o tutorial (em PDF)

O guia oferece uma grande quantidade de informações sobre o ativismo via Twitter. Ele começa com uma introdução à plataforma (p. 5) e à terminologia usada (p. 6) e, em seguida, define cinco usos do Twitter para o ativismo, cada um ilustrado por um estudo de caso (p. 6-11). O tutorial então apresenta um passo-a-passo de como montar uma estratégia de uso do Twitter para proporcionar mudanças política e social (p. 12), juntamente com uma lista do que fazer e do que evitar (p. 14) no decorrer da campanha. O guia termina com recursos adicionais para usuários do Twitter, tais como aplicativos que ajudam a usar a ferramenta de maneira mais fácil (p. 16), outras leituras recomendadas (p. 20) e até mesmo alternativas para o Twitter (p. 18).

O tutorial foi escrito por Andreas Jungherr, candidato a mestrando em Ciências Políticas da Universidade de Mainz na Alemanha, e foi revisado e aprimorado por acadêmicos, ativistas e pela equipe do DigiActive, para que sua leitura seja informativa e agradável.

(postagem cruzada, com pequenas alterações, do DigiActive.org)

1 comentário

  • Ju

    The Freedom Theatre Under Attack!

    On the morning of April 15, 2009, an unknown individual set fire to The Freedom Theatre in Jenin Refugee Camp, Occupied Palestine. The main door of the theatre was completely burned, but the fire did not spread inside the building and the theatre remains largely unharmed.

    This was the second attempt to burn the theatre. On the night when Al Kamandjati Music Centre in Jenin was devastatingly set on fire three weeks ago, there was also a first failed attempt to destroy The Freedom Theatre.

    The Palestinian Police was immediately informed of the initial attempt to burn the theatre, but to date nothing has come out of the police investigation. This renewed attempt confirms that the theatre remains unprotected and a target for more attacks in the near future.

    We are therefore calling upon all of You, who believe the future of Palestine lies in its culture, to raise your voices and stand beside us to confront these barbaric acts against the future of the Palestinian people.

    We are calling upon the Palestinian Authority to do whatever in its power to bring these criminals to justice and to save the Palestinian liberation struggle from ever darkening days.

    The Freedom Theatre has grown to be very successful in the Jenin area. In the past year more than 16,000 boys, girls and adults visited the theatre and took part in our activities, and the recent theatre production of “Animal Farm” was a great success, bringing thousands of youth from the whole Jenin district to the theatre.

    Do not let The Freedom Theatre be destroyed!

    This mailing system may only be used for sending permission based email.
    If you did not give permission to receive emails from this sender, please notify us.

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.