Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Síria: Campanha anti-LGBT inicia debate acalorado

Neste fim-de-semana a blogosfera síria se aqueceu para um novo confronto. Um grupo de blogueiros lançou uma campanha contra a difusão de blogs que promovem o avanço dos direitos LGBT [en], e a resposta veio rápido. LGBT é controverso em todos os lugares, mas dentro de uma sociedade que é majoritariamente conservadora, o assunto fica muito mais sensível e com o debate mais acalorado.

A campanha ainda não começou oficialmente, e todas as respostas foram para a mera declaração de tal campanha. Ela foi publicada pela primeira vez no blog de Mohammed com os seguintes objetivos:

  • توضيح أن المثليين هو شذوذ جنسي يخالف الفطرة التي فطرنا الله عليها و بانه مرض ينبغي استئصاله.
  • الرد على الأفكار التي يتم تداولها بين أوساط المثليين من المدونين العرب بأن انتقاد هؤلاء أو الحديث عنهم كمرضى هو أمر منافي لحقوق الإنسان و عنصري في حين أن الرد عليه هو واجب على كل إنسان خُلق على الفطرة و تربى على الأخلاق.
  • مجابهتهم فكرياً و الرد على أفكارهم بأفكارنا.
  • توضيح رأي الدين في المثليين جنسياً.
  • توضيح الأمراض الجسدية و النفسية الناتجة عن ممارسة الشذوذ الجنسي.
  • Deixar claro o fato de que a homossexualidade é uma anormalidade sexual contrária ao instinto que Deus nos deu e é uma doença que deve ser erradicada.
  • Responder as idéias que estão circulando entre blogueiros árabes LGBT de que criticá-los ou referir-se a eles como pessoas como pessoas doentes é racismo e contrário aos direitos humanos, enquanto tal resposta é dever de todo ser humano criado dentro da moral.
  • Discutir intelectualmente com eles e responder aos seus ideais com os nossos.
  • Esclarecer a visão religiosa sobre homossexualidade.
  • Esclarecer as doenças físicas e mentais resultantes das práticas homossexuais.

Enquanto alguns blogueiros declararam seu apoio à campanha e sua intenção de compartilhar idéias sobre o assunto quando a campanha começar na semana que vem, a iniciativa também gerou uma série de respostas severas de outros blogueiros.

Abu Fares respondeu rapidamente ao que chamou de “último protesto hipócrita religioso” dizendo “Live and Let Live” [Viva e Deixe Viver, en]:

What are they to do with all these non-conformists? Leave it to these religious tartuffes and they are likely to replace us with a bunch of brainwashed zealots, ardent celibates, devout cretins, faithful crusaders, pious robots and godly agitators who will teach those who are left of us how to live. What to do and what not to say. How to look down and how not to laugh. Why we die and why we should lead austere lives all the way to the grave.

Thanks but no thanks. The fanatics, the fomenters, the hypocrites, the bigots, the knaves gave me no choice but to defend a Syria of multiplicity and to protect my own freedom of choice.

O que estão a fazer com todos estes inconformados? Deixar a questão com estes religiosos hipócritas e que provavelmente irão substituir-nos por uma penca de fanáticos que sofreram lavagem-cerebral, celibatos ardentes, cretinos devotos, cavaleiros de uma cruzada, robôs de votos e agitadores divinos que irão ensinar-nos como viver. O que você faz e o que não dizer. Como baixar o olhar e não rir. Por quê morremos e por quê deveríamos levar vidas austeras até a cova.

Obrigado, mas não, obrigado. Os fanáticos, os fomentadores, os hipócritas, os cegos religiosos, os vilões, não me deixam escolha, mas defender uma Síria da multiplicidade e proteger minha própria liberdade de escolha.

Mr. Blonde também critica a linguagem da declaração em seu blog e declarou os objetivos da campanha:

سحق المثليين، هل هذا الذي فهمته من الدعوة ؟ أقول : هذا ما كانت تحمله الكلمات بين السطور، وربما كان هذا هو الهدف المبطن من الدعوة .. بداية دعوني أوضح بأني ليست هنا في معرض الدفاع عن المثليين ولا حتى الدفاع عمن هم ضد المثليين، فليدافع كل منهم عن نفسه وعن أفكاره كما يحلو له .. ولكن لا أستطيع أن أتقبل هذه الطريقة الإلغائية القمعية في موضوع يحتاج إلى كل الإتزان والحكمة في معالجته والنقاش حوله ..
Acabar com os homossexuais, é isso que eu entendo por esta chamada? Eu digo: é isso que leio entre as linhas, e talvez este seja o objetivo oculto deste convite… Primeiro, deixe-me esclarecer que não estou aqui para defender os gays ou os anti-gays, deixe cada qual se defender e defender seus ideais como quiser… Mas não posso aceitar este método abolicionista, repressivo em um assunto que precisa todo o equilíbrio e sabedoria para que possamos efetivamente discursar a respeito.

Por outro lado, Jabs do Arabian Camel [en] dá seus próprios pontos de vista em por quê este é um “debate necessário” [en]:

Religion regulates our lives, it reminds us of what is right and what is wrong and what is healthy in a society and what will corrupt society therefore religion maintains the integrity of a society. In most religions, especially in Islam, the society as a whole is always more important than the individual but that does not take away the rights of the individual. When an individual is seen to be practicing something that will lead to a corruption of society they are punished, and the punishment varies today from one Islamic country to another, from being fined to capital punishment as is the case in Iran. However in Islam and the Islamic law, the Sharia’ah, a person accusing someone of homosexuality (or any other crime punishable under Sharia’ah) is not something easy to go on about. In order for a person to be accused of homosexuality there needs to be four witnesses that can bear witness that the person accused has committed sodomy, in the case that one fails to be a legitimate witness all four witnesses are punished.

A religião regula nossas vidas, nos lembra do que é certo e do que é errado e do que é saudável em uma sociedade e o que corromperá a sociedade, portanto a religião mantém a integridade de uma sociedade. Na maioria das religiões, especialmente no Islamismo, a sociedade como um todo é sempre mais importante do que o indivíduo, mas não arranca os direitos do indivíduo. Quando um indivíduo é visto praticando algo que levará à corrupção de uma sociedade, ele é punido, e a punição varia hoje de um país Islâmico para outro, desde ser preso sob fiança até condenação à morte, como é o caso no Irã. Contudo, no Islamisno e na lei islâmica, a Sharia’ah, uma pessoa acusando outra de homossexualismo (ou qualquer outro crime previsto na Sharia’ah) não é algo fácil de provar. Para a pessoa ser acusada de homossexualismo, são necessárias mais quatro testemunhas que possam testemunhar pelo ato de  sodomia, caso contrário, se uma testemunha falhar o testemunho é ilegítimo, e todas as quatro testemunhas são punidas.

E finalmente, Dubai Jazz, menciona um estudo sobre um casal “gay” de pingüins, e nos dá sua própria análise, de um jeito bem esperto:

Roy and Silo are gay bastards. They are having a same-sex affair without our consent. We should probably seek to either destroy them or straighten up their behaviour. I am not sure how do we do that though? as homo-sapiens we are capable of inflicting our desires on our fellow humans. But it's ironic, isn't it? I mean the leaders of Moral Legions would always cite animals as the ultimate proof of the deviatory essence of homosexuality, they'd say “if it's natural, then why animals don't do it?”. I am not sure how would they react to findings of such study as above, they'd probably write it off as a Zionist/Crusaders conspiracy, or they'd call it a test from the higher powers to see whose faith would wither at the sight of fornicating birds, and whose faith will hold. Or maybe they'd brand it as optical illusion.

Roy e Silo são cretinos gays. Eles estão tendo um affair homossexual sem o nosso consentimento. Provavelmente deveríamos buscar os dois para destruí-los ou endireitar o seu comportamento. No entanto, não tenho certeza de como fazer isso. Como homo sapiens, somos capazes de impôr nossos desejos em nossos companheiros humanos. Mas que ironia, não é? Eu quero dizer que os líderes de Legiões Morais sempre citariam animais como a suprema prova da essência divergente do homossexualismo, eles diriam “se fosse natural, por que os animais não fazem”? Não tenho certeza de como reagiriam aos resultados do estudo citado acima, possivelmente escreveriam como uma conspiração do Sionista/Cruzadista, ou os chamariam de um teste desde os poderes divinos para provar a fé e ver quem cairia no caso das aves fornicantes, e a fé de quem seguiria firme. Ou talvez considerassem o caso como uma ilusão ótica.

Continuaremos as atualizações quando a campanha for iniciada na semana que vem, fique ligado!

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.