8 Março, 2009

Notícias de 8 Março, 2009

Leia este post.

Bangladesh: Bloqueados YouTube e sites de compartilhamento de arquivos

  8 Março, 2009

Após o recente motim da BDR [Bangla Desh Rifles, força paramilitar bengali] e massacre de oficiais do exército em Daca, o primeiro ministro encontrou os oficiais lesados em uma reunião confidencial a portas fechadas em Shenakunja, onde nem a imprensa e nem civis foram permitidos entrar. As conversas da reunião e a gravação do vídeo de um celular vazaram, foram publicadas e compartilhadas em muitos sites, incluindo E-snips e YouTube. Usuários de internet em Bangladesh estão impossibilitados de acessar o YouTube desde a tarde de sexta-feira (6 de março de 2009). Em breve, as pessoas descobrirão que outros meios [de comunicação] sociais e sites de hospedagem e compartilhamento de arquivos, como Esnips, mediafire etc. também estão inacessíveis. Rezwan, do Global Voices, faz um apanhado das conversas sobre o tema na blogosfera bangladeshi.

Leia este post.

Brasil: Introdução à Internet no Batismo Digital

  8 Março, 2009

O Batismo Digital trouxe inclusão digital a Belo Horizonte nesse sábado, ensinando informações básicas sobre como usar um computador para aqueles que nunca tinham tido a chance ou apresentando ferramentas mais avançadas para usuários mais experientes. Veja fotos e vídeos do dia agitado na capital mineira.

Bangladesh: Banimento ao YouTube e Esnips confirmado

  8 Março, 2009

Mash em Or How I Learned to Stop Worrying [Ou como aprendi a parar de me preocupar, em inglês] relata que “Bangladesh bloqueou YouTube e outros sites de compartilhamento de arquivos depois que o áudio da reunião entre o primeiro ministro e vários oficiais superiores do exército vazou e foi...

Leia este post.

Brasil: Protesto em repúdio ao uso de ditabranda pela Folha

  8 Março, 2009

A blogosfera brasileira reage energeticamente contra o editorial da Folha de São Paulo que chamou o período da ditadura militar brasileira de "brando". Uma petição contra o uso do neologismo ditabranda pelo jornal juntou mais de 7.500 assinaturas no curso de uma semana, e nesse sábado um protesto organizado por blogueiros – e blogado ao vivo – levou centenas à porta da Folha.