Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Índia: Slumdog Millionaire encanta na festa do Oscar

Slumdog Millionaire, de Dany Boyle, um filme social britânico baseado em um romance ambientado na Índia, arrasou na 81º Cerimônia da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Suas equipes britânica e indiana levaram 8 Oscars, incluindo o de melhor filme. Foi realmente um dia especial para a Índia porque ‘Smile Pink‘, um curta-documentário baseado na Índia, também ganhou um Oscar.

Uma parte do elenco de ‘Slumdog Millionaire’ em Hollywood- foto de Flickr User KaushiK™, usada sob licença de Creative Commons.

Pessoas de todo o mundo assistiram à cerimônia do Oscar. Algumas estavam bloggando ao vivo durante o evento, como Sepia Mutiny. Havia centenas de mensagens de Twitter aparecendo de minuto a minuto durante a transmissão ao vivo, onde vozes como Raajesh disse:

oscar-tweet2

Raajesh: A Índia está no centro do mundo.

Prerna, em No Borders and Binaries, disse:

A horde of Indian invaders and their British allies on tourist visas took home the coveted and prized Oscars as the world watched. One in particular, A R Rahman, dazzled and charmed everyone with his musical genius while also speaking sentences in Tamil. This is America, English-only!!

Uma multidão de indianos e seus aliados britânicos com vistos de turistas levaram pra casa os cobiçados e merecidos Oscars, enquanto o mundo todo assistia. Um em particular, A R Rahman, deslumbrou e encantou todo mundo com o seu talento musical enquanto também falava frases em tamil. Esse é os Estados Unidos, inglês somente!!

E certamente havia muitos que não gostaram da invasão dos indianos no Oscar:

oscar-tweet

Sophmom @ MarylinM: Obrigada.  Pensava que fosse a única a não agüentar mais Slumdog Millionaire.  Levam muito a sério. Fiquem mais tranqüilos.

Skineval: Cara, esses indianos estão arrasando no Oscar. Primeiro, nossos call centers, agora, os Oscars. Qual será o próximo?

Mas muitos bloggueiros indianos não estavam muito entusiasmados em reconhecer a façanha de ‘Slumdog Millionaire’. Nós destacamos as diferentes reações de muitos indianos sobre esse filme em um post anterior no Global Voices. Muitos moradores das favelas de Mumbai, onde o filme foi rodado, protestaram porque eles foram chamados de favelados no filme.

Meera Sinha escreve:

Despite feeling that Slumdog Millionaire shouldn’t be viewed as a defining film about Indian poverty, it’s been exciting to see India in the limelight after the movie’s 8 Oscar wins.  I’m tempted to write more, but I’ll give into the celebratory moment and avoid going into any further detail about my issues with the film.

Apesar de achar que Slumdog Millionaire não deveria ser visto como um filme que fale sobre a pobreza na Índia, tem sido emocionante ver a Índia na luz da ribalta depois da vitória de 8 Oscars do filme. Estou  tentada a escrever mais, mas vou me entregar à atmosfera da celebração e vou evitar de entrar em mais detalhes sobre minha opinião a respeito do filme.

Great Bong em Random Thoughts Of A Demented Mind não estava tão impressionado assim:

For one, Slumdog Millionaire very deliberately and very effectively strikes many of the chords that Academy judges have been known to have a soft spot for. In order to ace an exam, you do not necessarily have to be the best —even an average person can excel if he/she can understand the “system” and do exactly what is expected. Slumdog Millionaire does that admirably.

Primeiro, Slumdog Millionaire muito deliberadamente e efetivamente toca o ponto fraco dos jurados da Academia. Com o objetivo de passar numa prova, você não tem que ser necessariamente o melhor – mesmo uma pessoa normal pode se sobressair e entender o “sistema”, e fazer exatamente o que se é esperado. Slumdog Millionaire faz isso de forma admirável.

Hitesh Bagai se pergunta em uma mensagem de Twitter:

oscar-tweet1

hiteshbagai: Por que um filme sobre a pobreza na Índia ganha Oscars e reconhecimento enquanto um filme alegre não tem nenhuma estima?

Lekhni em The imagined Universe tenta descobrir “Por que os indianos odeiam Slumdog Millionaire?

I wonder if our main objection to the movie is because it depicts a part of India we’d rather not focus on. We’d like to celebrate our economic growth and our resurgent middle class. We’d like to point to our new malls and glass-fronted buildings. The movie does not show much of the prosperity of middle class India. It shows the other India that not many of us know very well, or would like to think about – the poor India that has remained poor despite all the recent economic growth.

Pergunto a mim mesma se a nossa principal objeção em relação ao filme seja porque o mesmo retrata uma parte da Índia a qual preferiríamos que não fosse mostrada. Nós gostaríamos de festejar o nosso crescimento econômico e a nossa classe média emergente. Nós gostaríamos de enfocar os nossos novos centros comerciais e edifícios com fachada  em  vidro. O filme não mostra tanto sobre o crescimento da classe média na Índia. Ele mostra a outra Índia que a maioria de nós não conhece muito bem, ou que gostaria de  saber mais – a Índia pobre que permaneceu pobre mesmo com o recente crescimento econômico.

Shripriya Mahesh em Tatvam (Inner Truth) amou o filme e escreve:

Why on earth should any filmmaker be burdened with representing a city or a country? He’s not making a documentary. There’s a story to be told. It involves a sliver of a view of a city. From the point of view of one fictitious life. The filmmaker’s job is to tell that story to the best of his/her ability. And that’s exactly what Danny Boyle did. And I for one, loved the result.

Por que um cineasta deveria ser responsabilizado por representar uma cidade ou um país? Ele não está rodando um documentário. Há uma estória para ser contada. Envolve uma parte da visão da cidade. Do ponto-de-vista de uma vida fictícia. O trabalho do cineasta é de contar aquela estória com a sua melhor capacidade. E isso é exatamente o que Danny Boyle fez. E eu, por exemplo, amei o resultado.

Prerna destaca as qualidades da Índia e conclui com:

Sure, it took a British director to make a movie on an ‘Indian subject’ to get Oscars for Indian technicians who have been doing superior work for decades (i.e. Gulzar, A R Rahman, Pookutty). Slumdog Millionaire is nowhere near the A-list of Bollywood movies given it’s simple tried-and-tested theme of love over money. And this isn’t A R Rahman or Gulzaar’s best work. At the same time, it is heartening to see these musical greats finally getting international recognition for what is ultimately an Indian movie. However, THAT should not be a marker for success. AR Rahman doesn’t need Hollywood; Hollywood needs him.

Congratulations nonetheless, to Slumdog Millionaire and to every Indian that considers this their movie.

Claro, pegaram um diretor britânico para fazer um filme sobre um “tema indiano” pra ganhar Oscars para os técnicos indianos que estão fazendo um trabalho de nível superior há décadas. (ex.: Gulzar, A R Rahman, Pookutty). Slumdog Millionaire não chega aos pés da lista top de filmes de Bollywood devido à sua simples trama de provado-e-aprovado pelo amor ao dinheiro. E esse não é o melhor trabalho de A R Rahman ou Gulzaar. Ao mesmo tempo é gratificante ver esses grandes musicais finalmente tendo reconhecimento internacional pelo que tem de mais novo no cinema indiano. Porém, ISSO não deveria ser uma marca de sucesso. AR Rahman não precisa de Hollywood; Hollywoody precisa dele.

Apesar disso, parabéns para Slumdog Millionaire e para todo indiano que o considera filme deles.

2 comentários

Junte-se à conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.