Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Japão: Blogueiros comentam a gafe de Nakagawa

Mais de uma semana se passou desde que o infâme vídeo do ex-ministro da Fazenda [Finances] japonês Shōichi Nakagawa cometendo a gafe em um discurso de 20 minutos durante a reunião do G7, em Roma, tomou as manchetes mundiais e alcançou o topo dos vídeos mais assistidos no YouTube. Enquanto Nakagawa, em um primeiro momento, culpou o remédio para gripe, mais tarde foi revelado [ja], por Rintaro Tamaki, diretor geral do Birô Internacional do Ministério da Fazenda, que o ex-ministro esteve bebendo vinho com as jornalistas antes de sua aparição (para colocar mais lenha na fogueira, mesmo que as notícias tenham dito “ter provado [o vinho] com seus lábios”, informes posteriores disseram que Nakagawa também agiu de maneira inadequada na visita ao Vaticano).

A conseqüente renúncia de Nakagawa e sua substituição por Kaoru Yosano não evitou o bombardeio de comentários em blogs e fóruns. A indústria de jogos, enquanto isso, aproveitou a chance e desenvolveu um jogo para celulares nos quais os usuários ganham pontos se conseguirem fazer o ministro responder as perguntas em uma coletiva de imprensa para aumentar seu índice de aprovação.

Considerando que há milhares de publicações sobre a gafe de Nakagawa na blogosfera japonesa, o melhor que posso fazer aqui é dar uma amostra. Um ponto de vista interessante foi expresso pelo blogueiro Naoto Yamamoto (山本直人), que vê no modo de agir de Nakagawa na coletiva de imprensa uma chance de mostrar ao mundo que os japoneses são humanos. Yamamoto escreve:

中川昭一は、もはや日本を代表する「グレート・コミュニケーター」と言ってもいいのではないだろうか。
彼の記者会見が問題なのは「飲酒疑惑」とか「しどろもどろ」とか、そういう水準のものではない。
ネタとしてあまりにも「面白すぎる」ということにある。

Parece justo dizer que Shoichi Nakagawa ganhou o título de “grande comunicador”, representando todo o Japão.
Os problemas na coletiva de imprensa [na qual ele respondeu perguntas] não devem ser julgados como “intoxicação suspeita” ou quão “incoerente” ele foi.
O que importa, em vez disso, como uma história, é que tudo foi incrivelmente hilariante!

しかも、表情も言葉も動画的だ。そしてさらに凄いのは、国境を超えて「面白い」ということだ。
You Tubeでは”Japanese finance minister drunk at G-7”というわけで、他にも結構アップされている。
これは、「グローバルなコミュニケーション」で悩む、マーケターや広告関係者は見習わなくてはいけない。
「日本語だから通じない」という常識を、彼は覆している。とにかく、変なものは変だ。そして、あの眼の危なさ。眼の持つインパクトをあそこまで具現化した ケースがあっただろうか。あの鬼気迫るというか幽体離脱したような眼の前では、オバマやヒラリーは「ハリウッド俳優が演じる政治家」にしか見えない。

Sua expressão e suas palavras foram tão visuais e animadas. E o incrível é que [as pessoas] além de nossa fronteira nacional também acharam engraçado.
Havia um vídeo no YouTube intitulado “Japanese finance minister drunk at G-7″ [ministro da Fazenda japonês bêbado no G-7], e tantos outros mais.
Marketeiros e publiciários que se preocupam com a “comunicação global” precisam aprender com este exemplo.
Nakagawa desbancou o pensamento comum de “que é japonês e portanto não será traduzido”. It's Japanese and therefore it won't translate”. De qualquer jeito: o que é estranho é estranho. E aqueles olhos. Eu duvido que há um exemplo mais paupável do que este no impacto que os olhos podem ter. Observar aqueles olhos caídos, aqueles olhos que passavam a impressão de que Nakagawa nem mesmo estava lá, Obama e Hillary devem ter se sentido como se estivessem assistindo um ator interpretando um político em um filme hollywoodiano.

そして、所作。あらぬ方向を探して、それをサポートしようとする白川総裁のキャラもあいまって、無声映画でも通用するような振る舞いだ。チャップリンやキートンも、こんな演技はできないだろう。
もしかしたら彼はこの記者会見のおかげで大臣の座を棒に振るかもしれない。だが、彼はそうして身を挺して、「グローバルなコミュニケーションのあり方」を私たちに教えてくれたのだ。
あの会見が元で石もて追われるように、政界の中央から去る可能性もある。でも、しばらくしたら「泣いた赤鬼」に出てくる、「青鬼」さんのような人だったことが分かる日かもしれない。

E ainda havia os gestos dele. A tentativa desnorteada de adivinhar para onde olhar, e as tentativas do presidente Shirokawa de ajudá-lo, juntas produziam uma cena como a de um filme mudo [de comédia]. Eu não acho que Chaplin ou Keaton teriam sido capazes de conseguir fazer melhor.
Nakagawa pode ter arruinado sua carreira como ministro por seu comportamento na coletiva de imprensa. Mas, ao mesmo tempo, colocando-se lá e fazendo o que fez, também nos ensinou como conseguirmos a “comunicação global”.
Ele também pode ser expelido do centro do mundo político por conta dessa coletiva. Entretanto, talvez chegue o dia no qual será compreendido como uma figura irmã do “demônio azul” no conto “O demônio vermelho que chorou”.

O mais subjetivamente possível, o blogueiro Tamagawaboat um ponto de vista semelhantemente simpático:

旧来の日本人は、
人間臭い失敗に対し「人間的な可愛らしさ」を憶えるほど
寛容であったはずだ。
日本人を「無表情で何を考えているか分からない」などといった
「エコノミック・アニマル」的ステレオタイプに嵌った外国の人が、
「日本人も俺たちと同じ人間なんだ」と安心できたのでは?

Antigamente, os japoneses toleravam fracasso humano ao ponto de memorizar [a expressão] “encanto humano”.
Acho que estrangeiros com o estereótipo dos japoneses como “homens de negócios”, “pessoas sem expressão, portanto nunca se sabe o que estão pensando”, estão agora aliviados por terem aprendido que os “japoneses são humanos, assim como nós”!

YouTubeの「中川昭一・G7」の動画への書き込みを読みながら、そう思った。
しいて言えば「日本の恥を晒した」と評するよりも
「身近で等身大の日本人」を
外国の人は感じていただけたのではないか。

Isto é o que pensei quando li os comentários publicados no vídeo do YouTube intitulado “Shoichi Nakagawa/G7″.
Se der uma olhada, você verá que os não-japoneses [que escreveram os comentários], mais do que pensar “na vergonha japonesa de [Nakagawa]”, na verdade sentiram que ele apareceu como “uma pessoa japonesa familiar, cheia de vida”.

海外のテレビ局のキャスターが中川の真似をしたのも
卑下を意図をしたものではなく、
「ひゃあー、人間臭くて面白れぇ~」と思ったからに他ならないのだ。
それを「日本の恥を晒した」などとヌカす日本人はよほどキンタマが小さい奴だ。
そうは思わないか?なあ、セニョール。

De maneira parecida, quando os âncoras estrangeiros imitaram Nakagawa, não o fizeram com a intenção de humilhá-lo, “Nossa, ele é humano de verdade! Isso é tão engraçado”…
São os japoneses sem coragem que dizem que ele “trouxe vergonha ao Japão”.
Você não acha?

Também houve muitos que criticaram a forma como a mídia japonesa cobriu o encontro do G7. O blogueiro spherescape escreve:

何より、G7の会議で、アメリカの保護政策に釘を刺して成果を挙げた中川昭一氏の実績は、ほとんど報道されていません。政治家はその政策と実行内容や成果 によって評価されるもので、ハッキリ言って、酒好きかどうか、記者会見で眠くてしょうがなかったかなど、関係ありません。
居眠りが問題なら、仮病による海外要人との会談のキャンセルも同じように問題でしょう。小沢一郎民主党代表には、代表の座から降りていただかないといけませんね。

Mais do que qualquer outra coisa, foram as conquistas de Nakagawa em abrir o protecionismo norteamericano que ficaram escondidos pelas notícias do G7. Os políticos deveriam ser avaliados de acordo com sua política, na essência de sua implementação e nos resultados, e francamente, se ele bebe ou não,  se estava cochilando ou não na coletiva de imprensa, estas coisas não tem nada a ver com isso. Se cochilar é um problema, então cancelar reuniões com pessoas estrangeiras de influência por causa de um mal-estar também deveria ser um problema. Se for assim, então o membro do Partido Democrático do Japão, Ichirō Ozawa, deve renunciar à sua cadeira no parlamento.

Finalmente, o blogueiro anaguma indaga o por quê de ninguêm ter impedido Nakagawa de falar na coletiva de imprensa, dado seu estado e seu histórico pessoal com o álcool:

まず、中川さんには前歴があった。
この時点で、リスクがある程度把握できたわけです。
(彼の政治家としての能力云々、とは別の次元ですよ)

Antes de qualquer coisa, Nakagawa tem um histórico pessoal.
Então, neste ponto, é compreensível que houvesse um certo risco.
(Sua habilidade como político é um assunto diferente.)

つまり、この人は一種の病気なんだと。

Em outras palavras, este cara tem um tipo de doença.

じゃあどの程度の頻度で深酒をするのか?
どんな条件で何をどれくらい飲むと人前に出せないほど泥酔するのか?
ふるうのは暴言か、暴力か?そもそも、そんなに酒を飲む理由は?

Então, com que freqüência ele enche a cara?
Sob quais condições, como por exemplo o quê ele bebeu antes de ficar tão bêbado, que não podia encarar o público e quanto?
Ele é imprudente, é violento? Afinal, por que ele bebe tanto?

こういった評価をもとに、対策を検討すべきだったのです。
少なくともこの人を大臣(しかも重要ポスト)に配置した以上、
政府は彼を守るべきだったと私は思います。

Eles deveriam ter considerado qual ação tomar baseada nesta avaliação.
Pelo menos, considerando que eles o nomearam como ministro (e um muito importante), acredito que o governo deveria ter saído em sua defesa.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.