Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Iraque: As eleições chegaram e já se foram

As eleições no Iraque chegaram e já se foram. Com relatos de que aconteceu pacificamente, o processo inteiro poderia ser visto com o mais entediante evento nacional depois da guerra. É isso o que Najma destaca em uma divagação [en] que termina assim:

The day before yesterday a car bomb exploded close to our house, but we were warned and expected it so there were little damages (a single window). No human losses in the neighborhood, thank God.

Oh, I almost forgot what this post was supposed to be about :)

Yesterday I finally got to vote on something without having a fight (that something being Ninevah's Provincial Council's Elections). I was feeling dizzy, and it pretty much felt like going to an exam without studying, and I proved quite dumb at the voting room: I was about to put my ID in the voting box instead of the voting card, I didn't know which finger to put in the ink pot, and finally, I almost took the voting pen home! but I FINALLY DID IT and voted! Now I have a violet finger and it shocks me every time I see it, until I remember.

Um carro bomba explodiu perto de nossa casa anteontem, mas tínhamos sido avisados e estavámos esperando que isso acontecesse, por isso os danos foram pequenos (apenas uma janela). Não houve perda de vidas humanas no bairro, graças a Deus.
Ah, eu quase esqueci o suposto assunto desse post :)
Ontem, finalmente, fui votar por algo sem ter que pegar uma briga (esse ‘algo’ é a eleição para o Conselho Provincial de Ninevah). Eu estava me sentindo tonta, e foi, na verdade, como ir a uma prova sem ter estudado, me mostrei bastante estúpida na seção de voto: eu quase coloquei minha identidade na urna em vez da cédula de voto, não sabia que dedo colocar no tinteiro, e, por fim, quase trouxe a caneta para casa! Mas FINALMENTE EU FUI LÁ e votei! Agora tenho um dedo violeta e tomo um choque a cada vez que o vejo, até me lembrar.

Mas quais foram as impressões dos próprios blogueiros?

Políticas da Democracia

Tigres de Papel Não por Layla Anwar

Não sou Communista,
nem Marxista-Leninista,
Não sou Socialista
nem Baathista,
quanto mais a Nacionalista
nem mesmo a Pan-Arabista
mais possível mas não,
uma Trotskyista
Troto, sozinha
e amo a solidão
a apatia
e a vastidão…
Na floresta de tigres de papel
nem Maoista sou eu.
Rótulos, eu os estudo
e então os rasgo
um a um…
E que prazer tenho rasgando…
Poeta também não sou,
e a tinta já secou
e as páginas estão estalando…
como madeira que estala
em floresta queimando…
Você senta e sabe
que está aí,
aqui,
em qualquer canto…
É esse o seu lugar
algum canto,
suspenso no meio,
no meio das chamas,
Você não tem raça
nem religião
nem nacionalidade,
Você está além
papéis,
tigres de papel…
Amo a humildade
de ser só uma,
apenas uma voz solitária
no frio,
Apenas você e eu
trilhando um caminho
um caminho,
sem nome…

Salam Pax, o blogueiro pioniero no Iraque está de volta à blogosfera e ao Iraque. Ele sentou-se com a família e tentou descobrir [en] quem votou em quem:

There are 18 provinces in Iraq and each will have it’s own council. The biggest is in Baghdad with 57 council members. The number of candidates campaigning for these seats is astounding … there are 2371 candidates just for Baghdad. The total number of candidates all over Iraq is an astonishing 14,400.

And the noise these thousands of candidates are creating is enough to make you withhold your vote just as a protest…

but all I can think is ‘who are these people?’ and I can assure you the majority of the fifteen million Iraqis who from the electorate are thinking the same.

The last two times we had legislative elections it was easier the same parties and individuals were up for election in the whole country. This time it’s different in each province. And trying to find what each of the 14 thousand candidates stands for isn’t just difficult but impossible.

Existem 18 províncias no Iraque, e cada uma tem sua própria câmara. A maior delas é a de Bagdá, com 57 membros no conselho. A quantidade de candidatos que disputam essas vagas é espantosa… São 2.371 candidatos para Bagdá apenas. O número total de candidatos em todo o Iraque é assombroso: 14.400.
E o barulho que esses milhares de candidatos fazem é suficiente para fazer que você não vote em protesto…
Mas o que passa em minha cabeça é só: “quem são essas pessoas?” e posso assegurar a você que a maioria dos quinze milhões de iraquianos que formam o eleitorado está pensando o mesmo.

Nas últimas duas vezes que tivemos eleições legislativas foi mais fácil já que os mesmos partidos e indivíduos concorreram em todo o país. Desta vez, é diferente em cada província. E tentar descobrir o que cada um dos 14 mil candidatos defende não é apenas difícil, é impossível.

Se Salam achou as eleições confusas, Last of Iraqis as achou suspeitas [en]:

Yesterday an independent candidate called a debate program on a local Iraqi channel and discussed one of the laws which was really strange; if a list failed to achieve the required number of points then all its points will be given to the big list!!! Well, who decides which list is big and which one is small? This is absurd let's say I chose a list for secular candidates and they didn't make it, in what reason should my voice be directed to a fanatic Islamic party? What logic is this?…

Few days ago I was talking with a relative who got to read the detailed list for PM Almaliki and we really laughed a lot… In the list there is the name of the candidate, his number in the list and his higher educational level….in the field of the educational level you can see miracles one of the candidates is “doctor to-be”!!! Another is “His father is a doctor”!!! And another candidate is a real doctor (physician) but what kind of physicians he is? … Have mercy on us god

Ontem, um candidato independente foi a um debate em um canal de TV local iraquiano e discutiu uma das leis que é muito estranha; se uma chapa não alcançar um determinado número de votos então todos os votos serão dados a uma chapa grande!!! Mas quem é que decide qual chapa é grande e qual é pequena? Isso é um absurdo, por exemplo, se eu escolher uma chapa de candidatos seculares e eles não chegarem lá, porque deveria minha voz ser direcionada a um partido islâmico fanático? Qual a lógica disso?
Há alguns dias, eu estava conversando com um parente que chegou a ler os detalhes da candidatura do Primeiro Ministro Almaliki e a gente se acabou de dar risada… Nessa lista, constavam o nome do candidato, seu número e seu grau de escolaridade mais alto… No campo do grau de escolaridade se vê absurdos, um dos canditados é “futuro-doutor”!!! Outro é “Meu pai foi doutor”!!! E outro candidato é um doutor de verdade (médico) mas que tipo de médico era ele? … Deus tenha piedade de nós.

Mas Hammorabi estava otimista [en]:

This is important election which will shape the political demographic map in such different way than the previous one as the democratic process in Iraq moved towards better maturation. The Iraq citizens are now looking to give their voices to those who got better vision about services and building of a better life. This is more matured way compared to the previous election when more was given towards ethnic and sectarian issues. Every one is now looking for a change which is a good way and indicating some maturity. More or less the process went smooth with better freedom than the previous election which makes it more responsible way respecting the individual choices without pressure.

Essa é uma eleição importante que definirá o mapa da política demográfica de uma forma tão diferente da anterior, já que o processo democrático no Iraque está a caminho de melhor amadurecimento. Os cidadãos iraquianos agora estão procurando dar suas vozes àqueles que têm uma melhor visão sobre os serviços e a construção de uma vida melhor. Trata-se de uma forma mais amadurecida, em comparação com as eleições anteriores, quando mais atenção foi dada a questões étnicas e sectárias. Todos estão agora buscando uma mudança, o que é um bom caminho e indica uma certa maturidade. O processo correu mais ou menos de forma melhor e com mais liberdade do que na eleição anterior, o que o torna uma forma mais responsável de respeitar mais as escolhas individuais, sem pressão.

Intimidação

Dois blogueiros citaram ameaças e intimidações por parte de partidos rivais. Leila Fadel fala de três candidatos [en] que foram mortos antes da eleição. Ela escreve:

Provincial elections are on Saturday and candidates are dropping. Today three were killed. One in Mosul, another in Baghdad and one in Diyala province. It's almost expected here. Two others were killed recently as well.

In the United States this would be big news. Here it's a line in the violence report of the day. Better then other days, a huge improvement over the frightening times of more than a year ago but yet still more bloodshed.

As eleições nas províncias acontecem no sábado e os candidatos estão caindo. Hoje, três foram mortos. Um em Mosul, outro em Bagdá e um na província de Diyala. É quase normal aqui. Dois outros também foram mortos recentemente aqui.

Nos Estados Unidos, isso seria manchete. Aqui é uma linha no noticiário da violência do dia. Melhor que nos velhos tempos, uma grande melhoria dos tempos assustadores de mais de um ano atrás mas ainda assim com derramamento de sangue.

E Fatima tem uma amiga concorrendo a uma vaga no conselho em Bagdá. No dia da votação, um carro passou perto da casa da amiga dela, atirando e matando uma cunhada. Fatima escreve [en]:

These crazies need to wake up and stop their foolish game of scare tactics, death and fear mongering. They need to realize that God is not on their side, He is not on the side of violence, of death, of killing, of orphaning, of widowing, of foolishness.

Esses loucos precisam acordar e parar com esse jogo imbecil de usar táticas amendrontadoras, de comércio da morte e do medo. Precisam se dar conta que Deus não está do lado deles, Ele não está do lado da violência, da morte, da matança, do orfanato, da viúvez, ou de bobagens.

O que o povo falou no dia da votação

Shaggy foi votar mas teve que andar o bairro inteiro para encontrar uma seção de votação que o aceitasse:

Eventually we found it and were left very ticked off that they had sent us to a polling station on the opposite edge of the neighbourhood from our home whilst there were at least two that were within a moderate range.

Choosing to vote was kind of a last minute decision for me … But I don't think anyone on that list is going to get a seat anyway. What's bothering me more than that is that whilst walking from one polling station to another I noticed a sign suggesting that a bank is going to be built over a public park that's in the middle of a residential area. The park is a mess right now, but it has so much potential… It's also the place where I got high the very first time.

No final, encontramos uma e ficamos muito irritados com o fato de que eles nos mandaram para uma seção do outro lado do bairro, enquanto havia pelo menos duas seções a uma distância média de casa.

Escolher votar foi uma escolha de último minuto para mim… Mas não acho que ninguém naquela chapa será eleito, de qualquer forma. O que me incomodou mais do que ir de uma seção a outra foi que eu percebi uma placa sugerindo que um banco será contruído em um parque público que fica no meio de uma área residencial. O parque está uma bagunça nesse momento, mas tem muito potencial… Foi também o lugar onde fiquei chapado pela primeira vez.

Saminkie curtiu o dia [en]:

I woke up at 11:00 am. Woooow. It feels so good. I will be as lazy as I want today… I finished my coffee and took my clothes and went to vote. My name was not in the first school, nor in the second. They told me to check a third school which was little far. I went sadly and frightened that I won't find it but I found it and said with a loud voice: “Here it is!”

In the voting room I saw very beautiful women. They were all smiling. They were very very kind as if from heaven. I voted. They said: “Thank you”. I said: “thank you” with a smile and went walking. I saw many families walking happy. The father's and mother's index fingers are colored by that ink. I saw him coming. We greeted each other with kisses like Iraqis usually do. I went back with him waiting while he voted. He didn't ask me for whom I voted. Nor I did ask him. We are Iraqis with different views and this is our way to show respect to each other. We went back walking slowly and talking about memories of how our quarter was so beautiful before hoping that it will regain its charm while we were proud of our violet fingers.

Eu acordei às 11h da manhã. Uau! É uma sensação tão boa. Hoje vou ser preguiçoso como quiser… Terminei meu café, troquei de roupa e fui votar. Meu nome não estava na primeira escola, nem na segunda. Disseram-me para verificar uma terceira escola, que era um pouco longe. Infelizmente, lá fui eu, com medo de não encontrar meu nome, mas eu o achei e disse em voz alta: “Aqui está!”.

Na sala de votação, vi mulheres muito bonitas. Elas estavam todas sorrindo. Foram muito educadas, como se caídas do céu. Votei. Disseram: “Obrigada”. Eu disse: “obrigado” com um sorriso e sai andando. Vi muitas famílias caminhando felizes. Os dedos do pai e da mãe estavam coloridos com essa tinta. Eu o vi chegando. Nós nos cumprimentamos com beijos, como os iraquianos costumam fazer. Voltei com ele, esperei que votasse. Ele não me perguntou em quem votei. Nem eu perguntei a ele. Somos iraquianos com diferentes pontos de vista e esta é a nossa forma de mostrar respeito mútuo. Seguimos caminhando lentamente de volta, falando das lembranças de como o nosso quarteirão era tão bonito, antes de ter esperança que ele venha a recuperar o seu charme, enquanto nos orgulhamos dos nossos dedos violeta.

E no dia das eleições, Caesar do Pentra ficou dividido sobre o que fazer:

To be quite honest, I wasn't sure that I should vote this year for many reasons;

a. No specific candidate in mind to vote for. I'm not convinced with the majority of the parties and candidates listed in the election card.

b. Being skeptical about the integrity and impartiality of the elections. Rumors say that the last elections in 2005 there were several incidents of forgery reached a percentage of 30% of the whole voting process.

c. The curfew of the motor-vehicles, and the nearest voting center is about 2 km far.

d. I don't want that stupid ink stain to stick on my index…

Honestly, I felt that it would be a waste not to participate in such “democratic” processes. If I wanna criticize the performance of the government, the parliament, or the local councils, I should have at least participated in making the decision by voting for the side or the candidate I like. And to be more honest, I felt so f***in’ bored and it would be a great idea to walk out to get some refreshing air in such a beautiful winter sunny day.

I went to an election site and marked the same old bloc I voted for 4 years ago. They are secular but they didn't win many seats at that time. Hopefully this year they win. In fact, I hope everyone who wants to serve Iraq in real wins.

Para falar a verdade, eu não tinha certeza se votaria nesse ano por vários motivos;
a. Não tinha nenhum candidato específico em mente a quem dar meu voto. A maioria dos partidos e candidatos listados na cédula de voto não me convenceu.
b. Sou cético em relação à imparcialidade e integridade das eleições. Segundo rumores, nas últimas eleições em 2005 houve vários incidentes com fraude chegando a 30% de todo o processo eleitoral.
c. O toque de recolher imposto a veículos motorizados, e o centro de votação mais próximo fica a 2 km de distância.
d. Eu não quero o meu dedo pintado com aquela tinta estúpida…
Na verdade, eu achei que seria um desperdício participar de um processo “democrático” desse tipo. Se eu quisesse criticar o desempenho do governo, do parlamento ou do conselho local, eu deveria pelo menos ter participado do processo decisório ao votar por um lado ou candidato que eu goste. E para falar a verdade, eu estava entediado pra p***a e não seria uma má idéia andar e tomar um pouco de ar fresco em um bonito dia ensolarado de inverno.
Fui até um local de votação e marquei a mesma velha turma na qual votei há quatro anos. São todos seculares, mas não ganharam tantos lugares daquela vez. Espero que dessa vez eles vençam. Na verdade, espero que todos que desejem servir de verdade ao Iraque vençam.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.