Está vendo todos esses idiomas acima? Nós traduzimos os artigos do Global Voices para tornar a mídia cidadã acessível para várias partes do mundo.

Saiba mais sobre Tradução do projeto Língua  »

Grécia: Protesto contra envio de armas da Grécia a Israel

Com a guerra assolando Gaza, reportagens no início desse mês dando conta da rota de um carregamento incrivelmente grande de armas dos Estados Unidos para Israel por meio do porto grego privado de Astakos causaram um protesto entre blogueiros gregos. Eles usaram o Twitter para investigar o caso e colocar pressão no governo para cancelar a transferência.

A entrega das munições foi suspensa, bem no momento em que o Governo Grego estava sendo duramente criticado pelos partidos da oposição e que a Amnesty International pedia o embargo das armas.

Num primeiro momento, as fontes oficiais negaram a notícia da agência internacional Reuters em 9 de janeiro. Mas o assunto foi pescado por usuários do Twitter e investigado depois que o Indy.gr – um ramo do grupo Indymedia Athensdisponibilizou uma tradução do artigo em grego.

A idéia de organizar um embargo ao porto foi proposta e amplamente “re-tweeterada”:

itsomp: http://is.gd/f8Wa Can we organise an embargo of the port of Astakos? Only the US and Israeli ships…

itsomp: http://is.gd/f8Wa Podemos organizar um embargo ao porto de Astakos? Apenas para navios americanos e israelitas…

Alguns se comunicaram via Twitter diretamente com o ministro do exterior grego, cuja equipe de internet opera uma conta no Twitter:

magicasland: @Dora_Bakoyannis τι γίνεται με το φορτίο του Αστακού; Δε θέλουμε εμπλοκή της Ελλάδας στο μακελειό της Γάζας

Dora Bakoyannis, o que está rolando com o carregamento em Astakos? Não queremos que a Grécia seja confundida com o massacre em Gaza

Quebrando uma regra anterior de não conversar por meio do Twitter, a equipe do ministro respondeu diretamente:

Dora_Bakoyannis: @olrandir, @asteris, @gtzi, @magicasland, Απάντηση ΝΜ και για Αστακό, http://tinyurl.com/9ts6xw

… resposta a Astakos, http://tinyurl.com/9ts6xw

O link levava a uma declaração oficial do ministério dizendo que o carregamento de armas por meio de Astakos outros portos gregos é um “assunto inexistente” e vagamente negando reportagens na imprensa que relatavam o oposto.

No entanto, o blogueiro do Odysseas já tinha nesse momento localizado a solicitação do carregamento em um site federal dos EUA:

Στην παρακατω παραπομπη θα βρειτε το σημα που εξεδωσε το Αμερικανικο ναυτικο για μεταφορα πολεμικου υλικου απο το λιμανι του Αστακου στο Αστοντ του Ισραηλ. Το φορτιο υπαρχει ηδη και περιμενει αναδοχο μεταφορεα.

No link a seguir você encontrará uma nota da Marinha dos EUA sobre o carregamento de munição do porto de Astakos a Ashdod, em Israel. O navio existe e está a espera de um fornecedor para o transporte.

E os usuários do Twitter mantiveram a pressão, apesar das negativas oficiais:

magicasland: @Dora_Bakoyannis και η αμερικάνικη σελίδα που αναφερει το φορτιο τι είναι τότε;

Dora Bakoyannis, qual é o site [da solicitação], então?

No dia seguinte, as notícias eram de que o carregamento tinha sido cancelado. Isso também foi divulgado de imediato no Tweet:

myrto_fenek: Αναβλήθηκε, λόγω των συγκρούσεων στη Γάζα, η αποστολή πολεμοφοδίων μέσω του Αστακού

A transferência de munição de Astakos foi cancelada por causa do conflito em Gaza!

O bogueiro do magicasland.com resume os fatos e resultados:

Σημερινή δημοσίευση του ΑΠΕ αναφέρει ότι αναβλήθηκε η μεταφορά του φορτίου των 325 κοντέινερ με πολεμοφοδία από τον Αστακό στο λιμάνι Ασντοντ [..] Το μόνο σίγουρο είναι πως το φορτίο θα μεταφερθεί κάποια στιγμή. Αρκεί όμως να μη μεταφερθεί τώρα και από εδώ.

Um informe da APE [Agência de Notícias Grega] hoje informa que a transferência de um carregamento de 325 containers de munição de Astakos ao porto de Ashdod foi cancelada. […] O carregamento certamente será transferido em algum momento; desde que não seja agora nem de lá.

O blogueiro do coolplatanos investiga mais a fundo, descobrindo uma solicitação extra de carregamento de armas e verificando que a solicitação original tinha sido cancelada:

έχει υπάρξει και προγενέστερη προκήρυξη ναύλωσης με ημερομηνία ανάθεσης της σύμβασης την 6η Δεκεμβρίου του 2008 (πρώτη δημοσίευση μάλλον στις 4 Δεκεμβρίου) πάλι από το αμερικάνικο πολεμικό ναυτικό. Αυτή η ναύλωση αφορά και πάλι πυρομαχικά και μεγαλύτερο όγκο φορτίου, αφού ζητείται πλοίο ελάχιστης χωρητικότητας 989 TEU’s[..]

Πάντως σήμερα 13 Ιανουαρίου και ώρα 9:05 am (Αμερικής φαντάζομαι) υπάρχει ενημέρωση στη σελίδα του μειοδοτικού διαγωνισμού για τη ναύλωση του πλοίου που αφορούσε τα 325 κοντέινερ και η ένδειξη ότι “ακυρώθηκε προς το παρόν”.

Τις παραπάνω ναυλώσεις τις έψαξα μέσω google αυτοσχεδιάζοντας [..]

… houve também uma solicitação anterior com contrato datado em 6 de dezembro de 2008 (publicada pela primeira vez em 4 de dezembro), também pela Marinha dos EUA. Há uma outra solicitação de munição, agora de um carregamento maior, uma vez que um cargueiro com capacidade mínima de 989 conteiners foi solicitado dessa vez. De qualquer maneira, hoje, 13 de janeiro [09:00 EST], a página de solicitação de um cargueiro de 325 conteiners foi atualizada como “cancelada no momento”.

Eu encontrei as solicitações acima improvisando na busca do Google.

Inicie uma conversa

Colaboradores, favor realizar Entrar »

Por uma boa conversa...

  • Por favor, trate as outras pessoas com respeito. Trate como deseja ser tratado. Comentários que contenham mensagens de ódio, linguagem inadequada ou ataques pessoais não serão aprovados. Seja razoável.